My Moments
Loading...
Click here to create your own QuitSmokingCounter.com
Sábado, 25 de Outubro de 2014

Presente envenenado

Este ano, sem que pedisse batatinhas na comissão de horário (nunca o faço), verifiquei que não dava aulas às 5ªs feiras. No entanto. eu já sei o suficiente para saber o preço a pagar por ter essa "vantagem". Para um dia estar livre significa que um ou mais dias da semana são infernais.

Ontem finalmente descobri o meu inferno... as sextas!!

Depois de ter tido uma 5ª feira abençoada em que pude ir à Feira de Carcavelos com a mana, pude almoçar com vista p o mar e espreguiçar-me a tarde toda na praia, eis que paguei o preço:

Aula às 10:20. Podia ser uma tuma normal?? Não.

3x45m de aula aos alunos do PIEF o que equivale a 3x90m de aula a uma turma regular. Não querendo já entrar em grds descrições destes "meninos" digamos que a palavra marginais é a 1ª coisa que me ocorre.

A tensão foi tal durante a aula e a exigência em termos de gestão e auto-controle foi tal que, quando a aula terminou tinha uma contratura nas costas que me impede de encher o peito de ar. Vendo pela positiva, descobri que respirar é altamente sobrevalorizado e que consigo aguentar um longo período de tempo a respirar a 50% mas, hj vou à massagem ver se consigo resolver este "probleminha" causado pelo stress.

Claro está que, depois dessas aulas ainda dei mais 45' de aula ao 8º ano (abençoados que se portaram bem). Saí às 13:30 e fui buscar a mha filha à escola, da qual saía às 13:50. Como se esqueceu da mochila e teve que voltar atrás, só devo ter arrancado da escola dela pelas 14/14:05.

Chegar a casa e descobrir que a mha cadela decidiu ajudar mais uma vez nas tarefas domésticas e esfarripar o papelão que estava à espera p ir p a reciclagem.

Limpar as prendas espalhadas pela cozinha e tratar do almoço, inventado à pressão.

Sentar à mesa para almoçar e perceber que tenho que sair dali a 10m pk pedi para começar a aula da tarde mais cedo (às 15h) p ter tempo de levar a miuda ao treino.

Engolir o almoço enkto ignorava e fazia sinais k n podia responder ao que a mha filha me perguntava pk precisava da boca para mastigar e engolir a comida RÁPIDO. Berrar com ela p se equipar e arranjar as coisas p o treino.

Chegar e despachar a avaliação de trave de 25 marmanjos e marmanjas e ainda algumas avaliações de mini-trampolim dos meninos que estão mais atrasados.

Arrancar na bisga direta ao treino e, em vez de me sentar sugadita na bancada decidir que ainda há tempo para tratar das comprinhas que estão a fazer falta lá em casa.

(Ufff só de escrever e lembrar já estou cansada)

Enfiar "o rossio na rua da betesga" aka guardar as compras na bagageira da mota e, direta ao estádio apanhar a miuda. Voltar a casa e arrumar as compras enkto ela passeia a cadela.

Pensar num banho de imersão antes de sair p ir jantar. Água quente para aliviar a contratura. Respirar já está a 25%, por esta altura.

Por a água a correr. Olhar para o relógio e perceber que dali a 15m deveria estar a meia hora dali e, de banho tomado.

Kual banho relaxante, kual k?? Parecia uma lavagem automática do elefante azul.

Seca, penteia, creme, desodorizante, perfume, roupa, sapatos...tudo em modo super-sónico - mãe e filha.

Sair p jantar. Chegar ao restaurate escolhido e descobrir que, precisamente ontem, o restaurante foi reservado por um grupo de 80 pessoas n havendo uma puta de uma mesa mixuruca disponível.

Sair dali. Respiração a 20%.

Comer no 1º tasco que conseguimos. Deixar a filha na "tia" pk vou montar o material p fazer karaoke até às 3 da manhã  e, deixa-la no dia seguinte, no estádio, às 7:30 não me parece mto viável p kem prevê deitar-se lá para as 4.

Depois deste DIA BÓLICO há mesmo quem pense nas calorias antes de pedir um destes????

I don't think so!!

Estrunfina às 12:52
Link | Comentar AKI

Creative Commons License
Estrunfinices by Estrunfina is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Portugal License.

Últimas Estrunfinices

OBRIGADA!!!

Por fin...

Catarse!!!

Nem mais!

Há coisas do caraitas!!!

4655 Dias de TI

RESPECT!!

A primeira aula da manhã

Suspiro FUNDO

Quer-me cá parecer que...

Baú das Estrunfinices

Maio 2016

Abril 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Setembro 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Aldeia dos Estrunfes

O Divino em MIM

 

A MINHA FILHA.  O calor do sol a keimar o corpo num dia de praia. Um mergulho de mar ao luar.  Os sorrisos.  Morangoska granizada. Akela música, no momento certo.  Andar descalça sobre a relva.  O cheiro da terra molhada.  Dream Team Forever Marés vivas num dia de Inverno.  O nascer de um novo dia.   Akele olhar.  Chamusca.  Pego Escuro. Correr na praia e espantar as gaivotas.  Um sussurro k faz bater forte o coração.  O suspiro da minha filha kdo dorme.  A saudade. Gargalhadas.  A gargalhada dela.  Licores.  Avistar Lisboa da Ponte 25 de Abril.  Gelado de Dolce de Leche.  Os ABRAÇOS k transbordam a alma.  O microfone. Quando os meus alunos "Conseguem".  Andar de mão dada. Cócegas.  "AMO-TE".  Petiscadas.  A atracção.  Ilha deserta.  Sentir a minha filha dentro de mim.  Dançar.  Pasteis de Nata.  O carinho de ex-alunos. O silêncio.  O céu estrelado de uma noite quente no Alentejo.  As minis à varanda, a ver o mar. DREAM TEAM FOREVER.  O carinho da família.  Banho de mar "em pêlo".  As bolachas da mana.  A fogueira da Praia Verde.  Ver a minha filha aprender algo novo. Porto Novo.  Rir até chorar. Serra de Sintra.  Os primeiros passinhos.  Ver raios de sol "furarem" o céu nublado.  AMIG@S.  Ouvir o bater do coração.  Olhar nos olhos.  Vimeiro.  Uma massagem.  Cheirinho a casa limpa.  Golo de Portugal. O Guadiana.  Orgasmo.  Ver o pôr-do-sol sabendo k ele nasce noutro sítio ao mesmo tempo.  Amamentar.  O céu azul.  Noite quente à beira Tejo.  Papoilas.  Cheiro a maresia.  Sardinhas assadas.  Alcançar.  O brilho do sol reflectido na água.  Gaivotas.  Fazer amor na praia.  O cheirinho k fica na roupa dela .  Acordar.  Fazer "Koys" enroscadinha a ela debaixo do edredon.  Cataplana de Lagosta.  A minha filha bébé adormecer sobre o meu peito enkto mexia na mha orelha.  Lua Cheia.  Panquecas às 3 da manhã.  O Cristo Rei.  O cheiro da pele depois de fazer amor.  A casca do pessego.  A "minha" estrela.  O toke. Pistacios.  Correr com ela na praia.  As boas conversas.  Girassóis.  Concertos dos Bon Jovi. Chorar até tirar o peso do peito.  Cantar.  Coca-cola.  Rezar.  Guincho. Todas as "Good Nights".  Margarita de morango a meio da tarde na esplanada do Siesta.  Frio na barriga. Orgulho.   Dormir numa cama feita de lavado.  Beijo com língua.  Golo do Benfica.  Uma garrafa de Grandjó geladinha.  A primavera no Alentejo.  Lareira.  Póvoa Dão.  Voar.  A carta certa num jogo de Poker.  Jantar à luz das velas.  Caracóis.  Ganhar no último minuto.  Uma viola, uns acordes e amigos. Beijos no pescoço.  O 1º "Mamã".  Ver a balança a baixar.  Um cigarro ao luar.  Cheirar protector solar no Inverno.  Bolas de sabão. Fazer mergulho.  Trovoada de Verão numa noite à beira mar.  O 1º beijo.  Banho de espuma e pétalas, música certa e luz de velas. Dormir a sesta.  Lisboa à noite vista do ar.  Ramos de rosas.  Ferreira.  O sabor da água salgada na pele.  Ouvi.la cantar a plenos pulmões quando vai à pendura na mota. O vôo da cegonha.  Os jogos em "Miami Beach".  APRENDER.

 

 

 

blog1