Segunda-feira, 28 de Outubro de 2013

Um dia ME (wait for it) GA!!

No espaço de 1 semana e meia a minha vida foi uma espécie de programa de centrifugação.

Gosto de surpresas! Gosto de perder o folego, de ficar sem palavras. Gosto que me façam sorrir ou chorar, desde que as lágrimas sejam de felicidade. Essencialmente, gosto da flor da pele, das boas emoções. Por isso, lançarem-me um desafio para alinhar em surpresas destas... era algo irrecusável para mim. 1 semana e meia e mil correrias depois, chegou o dia.

Começou com uma ida ensonada à depilação com as amigas.  Aquele frio na barriga de quem não sabe muito bem se está a fazer bem ou mal mas que, assim como assim, prego a fundo até final do troço pk n há outra opção.

Já com o carro cheio, seguimos 5 para o brunch (fabuloso aqui). Ao lado da nossa mesa podíamos ver este quadro

 

 e na hora de pagar, ao lado da caixa, estava isto

  Continuei cada vez mais otimista!!

 

Seguiu-se uma correria e a 1ª dificuldadedo dia. Convencê-la a maquilhar-se!! Num esforço conjunto e com o reconhecimento que, por mim, ela era capaz de engolir um elefante, se isso fosse o necessário para me fazer feliz, conseguimos.

Hora de voltarmos já as 7 aqui para casa, para concluirmos o nosso dia com uma girls night mega fashion que "eu" tinha preparado para "todas".

Para descrever este momento só com imagens e audio tipo sistema de vigilância mas com som. 7 mulheres com dezenas de toilettes p escolher, sapatos p calçar, malas, blazers, esticar cabelos e maquilhar as 6 que faltavam.

Com meia hora de atraso, descemos...a desconfiança já reinava mas... entrámos nesta preciosidade

 

 que, mesmo sem qualquer decoração, já lhe levantava a suspeita do que se poderia seguir.

Rumámos a Sul e em plena Ponte 25 de Abril assumimos que a surpresa não era nossa, era dele e que ele a esperava e tinha mandado uma coisa p ela vestir. Dentro de um porta fatos, ela encontrou o vestido que havia usado há 14 anos.

De carrinha em andamento, tapada por casacos, encharpes e sei lá mais o quê, voltou a vestir aquele vestido deslumbrante que compôs ainda mais aquela figura já de si arrebatadora e que me fazia suspirar de cada vez que a olhava, de tão linda que estava.

Chegadas ao destino, os filhos esperavam-na com o bouquet e ela subiu a rampa, de mão dada com eles e seguida por todas nós.

Na praia soava a música dela e ele esperava-a, nervoso mas tão feliz que brilhava.

A única coisa k conseguiu controlar o meu total descontrole foi saber que tinha eyeliner e rimel. Mesmo assim, chorei quase toda a passadeira vermelha e demorou a parar de chorar, já sentada na cadeira, para assistir à cerimónia. Consegui-o quando a minha filha me perguntou se eu lhe tinha trazido as cuecas brancas porque o vestido branco dela n estava a funcionar mto bem com a cueca rosa choke k ela tinha vestido de manhã, antes de trocar de roupa.

Tudo o resto será sempre uma memória linda pela vida toda. E depois de uma noite de trovoada, S. Pedro brindou-nos a todos com um magnífico por-do-sol.

Para a história fica a única mas, provavelmente a mais linda renovação de votos a que assisti ou assistirei.

A festa foi noite fora e os sorrisos uma constante!! Viva os noivos!!

: Green Eyes - Coldplay
Estrunfina às 15:11
Link | Comentar AKI
1 comentário:
De Closet a 28 de Outubro de 2013 às 19:58
U crazy sweet!! E não é que correu tãoooo bem é foi tãoooo giro!! Dá vontade de cantar \"all se need os love lalalala\"


Comentar post

Últimas Estrunfinices

OBRIGADA!!!

Por fin...

Catarse!!!

Nem mais!

Há coisas do caraitas!!!

4655 Dias de TI

RESPECT!!

A primeira aula da manhã

Suspiro FUNDO

Quer-me cá parecer que...

Baú das Estrunfinices

Maio 2016

Abril 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Setembro 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Aldeia dos Estrunfes

O Divino em MIM

 

A MINHA FILHA.  O calor do sol a keimar o corpo num dia de praia. Um mergulho de mar ao luar.  Os sorrisos.  Morangoska granizada. Akela música, no momento certo.  Andar descalça sobre a relva.  O cheiro da terra molhada.  Dream Team Forever Marés vivas num dia de Inverno.  O nascer de um novo dia.   Akele olhar.  Chamusca.  Pego Escuro. Correr na praia e espantar as gaivotas.  Um sussurro k faz bater forte o coração.  O suspiro da minha filha kdo dorme.  A saudade. Gargalhadas.  A gargalhada dela.  Licores.  Avistar Lisboa da Ponte 25 de Abril.  Gelado de Dolce de Leche.  Os ABRAÇOS k transbordam a alma.  O microfone. Quando os meus alunos "Conseguem".  Andar de mão dada. Cócegas.  "AMO-TE".  Petiscadas.  A atracção.  Ilha deserta.  Sentir a minha filha dentro de mim.  Dançar.  Pasteis de Nata.  O carinho de ex-alunos. O silêncio.  O céu estrelado de uma noite quente no Alentejo.  As minis à varanda, a ver o mar. DREAM TEAM FOREVER.  O carinho da família.  Banho de mar "em pêlo".  As bolachas da mana.  A fogueira da Praia Verde.  Ver a minha filha aprender algo novo. Porto Novo.  Rir até chorar. Serra de Sintra.  Os primeiros passinhos.  Ver raios de sol "furarem" o céu nublado.  AMIG@S.  Ouvir o bater do coração.  Olhar nos olhos.  Vimeiro.  Uma massagem.  Cheirinho a casa limpa.  Golo de Portugal. O Guadiana.  Orgasmo.  Ver o pôr-do-sol sabendo k ele nasce noutro sítio ao mesmo tempo.  Amamentar.  O céu azul.  Noite quente à beira Tejo.  Papoilas.  Cheiro a maresia.  Sardinhas assadas.  Alcançar.  O brilho do sol reflectido na água.  Gaivotas.  Fazer amor na praia.  O cheirinho k fica na roupa dela .  Acordar.  Fazer "Koys" enroscadinha a ela debaixo do edredon.  Cataplana de Lagosta.  A minha filha bébé adormecer sobre o meu peito enkto mexia na mha orelha.  Lua Cheia.  Panquecas às 3 da manhã.  O Cristo Rei.  O cheiro da pele depois de fazer amor.  A casca do pessego.  A "minha" estrela.  O toke. Pistacios.  Correr com ela na praia.  As boas conversas.  Girassóis.  Concertos dos Bon Jovi. Chorar até tirar o peso do peito.  Cantar.  Coca-cola.  Rezar.  Guincho. Todas as "Good Nights".  Margarita de morango a meio da tarde na esplanada do Siesta.  Frio na barriga. Orgulho.   Dormir numa cama feita de lavado.  Beijo com língua.  Golo do Benfica.  Uma garrafa de Grandjó geladinha.  A primavera no Alentejo.  Lareira.  Póvoa Dão.  Voar.  A carta certa num jogo de Poker.  Jantar à luz das velas.  Caracóis.  Ganhar no último minuto.  Uma viola, uns acordes e amigos. Beijos no pescoço.  O 1º "Mamã".  Ver a balança a baixar.  Um cigarro ao luar.  Cheirar protector solar no Inverno.  Bolas de sabão. Fazer mergulho.  Trovoada de Verão numa noite à beira mar.  O 1º beijo.  Banho de espuma e pétalas, música certa e luz de velas. Dormir a sesta.  Lisboa à noite vista do ar.  Ramos de rosas.  Ferreira.  O sabor da água salgada na pele.  Ouvi.la cantar a plenos pulmões quando vai à pendura na mota. O vôo da cegonha.  Os jogos em "Miami Beach".  APRENDER.

 

 

 

blog1