Quarta-feira, 5 de Outubro de 2011

Balanço

Faz hoje 1 mês que tomei a resolução de cuidar mais de mim.

Na sequência do meu 36º aniversário, de ter deixado de fumar (acho que praticamente 1 ano depois, posso assumir que deixei mesmo e só mto estupidamente voltarei a esse vício tão dispendioso e letal), de ter alcançado o record absoluto de peso (superando confortavelmente o peso aos 9 meses de gestação), do facto de não ter roupa que me servisse e do facto de querer ter e dar o melhor de mim própria, decidi voltar a fazer exercício e ter um pouco mais de cuidado com a alimentação.

Sem histerismos, sem radicalismos, sem pressas nem pressões.

Descobri um sítio do qual gosto e onde consigo fazer variar o meu tipo de treino consoante a mha disposição e energia diárias - o circuito da Boba.

Quando comecei, fazia apenas 5 Km de marcha e a intensidade da coisa era agreste pk, em alguns pontos do percurso, as subidas são bastante íngremes. Devagar, devagarinho comecei a empurrar os meus limites. Hoje consigo fazer praticamente metade do percurso em corrida e as subidas íngremes a um ritmo considerável em marcha.

A primeira coisa k me consolou foi a sensação de fadiga k fica kdo se acaba o exercício. P kem n é da área informo que kdo se realiza exercício, o corpo liberta hormonas (endorfinas) e que dão uma sensação de bem estar (mal comparado, é o que acontece no after sex e k permite fazer umas sestas maravilhosas pós-"coise".

Voltei a sentir o meu corpo a "funcionar". Aparelho circulatório, aparelho respiratório, aparelho locomotor.... Irra keles ainda cá estavam todos e foi assim como encontrar velhos amigos.

A parte psicológica tb melhorou. Nakela hora k ali ando, arrumo assuntos na mha cabeça, resolvo problemas, oiço boa música com uma vista maravilhosa sobre a cidade. Voltei a sentir-me forte em termos de vontade e de sacrifício. Até hoje foram raros os dias em k n treinei neste último mês embora nalguns dias a vontade n fosse a maior.

Sinto-me com mais energia p aceitar os desafios da piolha em fazermos corridas.

Se nas primieras semanas estava um bocado obcecada com a pesagem e a frustração instalava-se pk, principalmente na primeira semana as oscilações eram tão frequentes que eu não conseguia perceber a lógica, apartir da 3ª semana decidi deixar a coisa andar sem grandes pesagens.

Quanto à alimentação, muito longe de ser uma dieta, teve pequenas restrições como deixar de beber coca-cola zero e outros refrigerantes a toda a hora (o zero das colas é um embuste p as pessoas que engordam), comer menos pão e previligiar akeles de sementes keu tanto gosto, aumentar substancialmente o consumo de vegetais e legumes, etc...

Descobri que beber água com gás à refeição n é tão mau como beber água lisa e sempre dá p matar o bichinho kdo ele é ruim mas continúo a beber uam cola zero de longe a longe p n ganhar ressaca :oP.

Continúo a fazer "asneiras" de vez em kdo. Durante este mês houve, por exº, quiche de bacon e queijo com natas, houve 2 visitas ao Festival da Sapateira e até uma ida ao rodízio. Houve geladinhos do Santinni e pankekas com gelado com a filah e com a amiguinha. Houve ainda direito a 2 ou 3 noites bem regadas de Mojitos, Caipirinhas e outras k tal. Nada diet, portanto! Mas essa é a parte boa. 1 mês passou. Não estou "de ressaca" de nada, permito-me a asneirar com moderação e hoje ao subir p a balança -6,5 Kg. Uauuuuuuu, tou contente!!!!

Eu sei k 6,5 Kg perdem os gajos do Peso Pesado numa semana mas, e embora tenha que reconhecer que o programa é uma inspiração no que toca à perda de peso e que o aumento consideravel de pessoas das mais diversas idades a caminhar e a fazer exercício deve-se em grd parte à sua existência, SEI que aquilo a que aquelas pessoas se estão a sujeitar embora os esteja a salvar por um lado não está, por outro lado,  a contribuir para a sua saúde. Não é normal perder tanto peso em tão pouco tempo e isso terá um custo a pagar em termos de saúde. Mas adiante...

 

Estou mto satisfeita com o resultado alcançado hoje e espero que se mantenha a média no próximo mês embora saiba de antemão que estes eram os Kilinhos mais fáceis de perder. Os últimos 5 Kg vão ser agrestes mas...a ver vamos.

 

Por hoje é tudo! Over & Out!!

 

 

Estrunfina às 08:18
Link | Comentar AKI
4 comentários:
De Saltita a 6 de Outubro de 2011 às 18:51

Boa!!!! Tenho de fazer o mesmo :))))))

bjs


De Estrunfina a 9 de Outubro de 2011 às 18:28
Bora, prima!! Levamos as escovas e cantamos Bon Jovi pelo caminho.


De samokal a 9 de Outubro de 2011 às 16:52
Boa sorte para os próximos 5 kg , ou melhor...muita força de vontade !!!


De Estrunfina a 9 de Outubro de 2011 às 18:29
Obrigada, moço. Aí é que reside o segredo ;o)


Comentar post

Últimas Estrunfinices

OBRIGADA!!!

Por fin...

Catarse!!!

Nem mais!

Há coisas do caraitas!!!

4655 Dias de TI

RESPECT!!

A primeira aula da manhã

Suspiro FUNDO

Quer-me cá parecer que...

Baú das Estrunfinices

Maio 2016

Abril 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Setembro 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Aldeia dos Estrunfes

O Divino em MIM

 

A MINHA FILHA.  O calor do sol a keimar o corpo num dia de praia. Um mergulho de mar ao luar.  Os sorrisos.  Morangoska granizada. Akela música, no momento certo.  Andar descalça sobre a relva.  O cheiro da terra molhada.  Dream Team Forever Marés vivas num dia de Inverno.  O nascer de um novo dia.   Akele olhar.  Chamusca.  Pego Escuro. Correr na praia e espantar as gaivotas.  Um sussurro k faz bater forte o coração.  O suspiro da minha filha kdo dorme.  A saudade. Gargalhadas.  A gargalhada dela.  Licores.  Avistar Lisboa da Ponte 25 de Abril.  Gelado de Dolce de Leche.  Os ABRAÇOS k transbordam a alma.  O microfone. Quando os meus alunos "Conseguem".  Andar de mão dada. Cócegas.  "AMO-TE".  Petiscadas.  A atracção.  Ilha deserta.  Sentir a minha filha dentro de mim.  Dançar.  Pasteis de Nata.  O carinho de ex-alunos. O silêncio.  O céu estrelado de uma noite quente no Alentejo.  As minis à varanda, a ver o mar. DREAM TEAM FOREVER.  O carinho da família.  Banho de mar "em pêlo".  As bolachas da mana.  A fogueira da Praia Verde.  Ver a minha filha aprender algo novo. Porto Novo.  Rir até chorar. Serra de Sintra.  Os primeiros passinhos.  Ver raios de sol "furarem" o céu nublado.  AMIG@S.  Ouvir o bater do coração.  Olhar nos olhos.  Vimeiro.  Uma massagem.  Cheirinho a casa limpa.  Golo de Portugal. O Guadiana.  Orgasmo.  Ver o pôr-do-sol sabendo k ele nasce noutro sítio ao mesmo tempo.  Amamentar.  O céu azul.  Noite quente à beira Tejo.  Papoilas.  Cheiro a maresia.  Sardinhas assadas.  Alcançar.  O brilho do sol reflectido na água.  Gaivotas.  Fazer amor na praia.  O cheirinho k fica na roupa dela .  Acordar.  Fazer "Koys" enroscadinha a ela debaixo do edredon.  Cataplana de Lagosta.  A minha filha bébé adormecer sobre o meu peito enkto mexia na mha orelha.  Lua Cheia.  Panquecas às 3 da manhã.  O Cristo Rei.  O cheiro da pele depois de fazer amor.  A casca do pessego.  A "minha" estrela.  O toke. Pistacios.  Correr com ela na praia.  As boas conversas.  Girassóis.  Concertos dos Bon Jovi. Chorar até tirar o peso do peito.  Cantar.  Coca-cola.  Rezar.  Guincho. Todas as "Good Nights".  Margarita de morango a meio da tarde na esplanada do Siesta.  Frio na barriga. Orgulho.   Dormir numa cama feita de lavado.  Beijo com língua.  Golo do Benfica.  Uma garrafa de Grandjó geladinha.  A primavera no Alentejo.  Lareira.  Póvoa Dão.  Voar.  A carta certa num jogo de Poker.  Jantar à luz das velas.  Caracóis.  Ganhar no último minuto.  Uma viola, uns acordes e amigos. Beijos no pescoço.  O 1º "Mamã".  Ver a balança a baixar.  Um cigarro ao luar.  Cheirar protector solar no Inverno.  Bolas de sabão. Fazer mergulho.  Trovoada de Verão numa noite à beira mar.  O 1º beijo.  Banho de espuma e pétalas, música certa e luz de velas. Dormir a sesta.  Lisboa à noite vista do ar.  Ramos de rosas.  Ferreira.  O sabor da água salgada na pele.  Ouvi.la cantar a plenos pulmões quando vai à pendura na mota. O vôo da cegonha.  Os jogos em "Miami Beach".  APRENDER.

 

 

 

blog1