My Moments
Loading...
Click here to create your own QuitSmokingCounter.com
Quarta-feira, 29 de Janeiro de 2014

I don't fucking care!!

O objetivo foi traçado ainda nas férias de Verão.

Iniciado no 38º aniversário (pós comemorações).

Estou a 2 Kg do objetivo e parece k o destino está numa teima comigo p ver quem ganha pk estes últimos 2 estão a demorar mais a sair que os 18 já perdidos.

Uma constatação estranha a que cheguei é que, quando uma gaja engorda, existem imensas piranhas com comentários altamente estupidificantes sobre o facto de uma gaja estar mais gorda. Curiosamente, as mesmas pessoas que mais rapidamente me chamaram a atenção para o facto de estar mais gordas, são as últimas a dizerem-me (quando isso chega a acontecer) que estou mais magra. E, normalmente, quando o fazem perguntam sempre se estou doente. Estranho, kdo engordei ninguém m perguntou se estava doente!!!

 

   DICAS ÚTEIS DA GORDA EM RECUPERAÇÃO:


1 - Os gordos tb têm espelhos e conseguem ver-se nas fotografias. Podem, no entanto, ficar com a auto-estima na merda se os apanham desprevenidos com o vosso aviso;
2 - Ninguém engorda porque decide que fica mais g...iro(a) com umas calças 46;
3 - Quando um gordo emagrece na maioria das vezes não está doente, CONSEGUIU CURAR-SE.

Desgrudem-se um bocadinho da aparência (principalmente do peso) das pessoas e preocupem-se com o que vai dentro do seu coração. São muito poucas as pessoas a quem cabe a tarefa de chamar outra a atenção do seu aspeto. Muito poucas mesmo.

 

Estrunfina às 13:11
Link | Comentar AKI
Domingo, 26 de Janeiro de 2014

A MINHA Mini Chefe

Por motivos vários, na passada 4ªfeira, e pela primeira vez na história da sua vida, a minha filha passou o dia em casa por conta dela. Poderia ter sido uma quarta feira normal e eu ter a tarde livre mas CLARO QUE NÃOOOO!!!!!! E vá de me marcarem reuniões da parte da tarde o que fez com que ficasse com a hora de almoço condicionada.
E eis que ao chegar a casa: mesa posta e almoço na mesa à minha espera. Sim, era atum com feijão frade e ovo cozido (só 1 ovo cozido pk os outros 2 que estavam no frigo ela deitou p o lixo pk "Oh mãe eu, até soprei e tirei a casca mas kdo fui partir o ovo, a gema estava líquida.")
E foi o melhor almoço da minha vida.

 

E houve abraços e moches e ataques de cócegas e tudo, e tudo, e tudo) e VIVÓ MASTER CHEFE JUNIOR!!

 

Estrunfina às 22:19
Link | Comentar AKI | Ver Comentários (1)

Sobre as praxes

Fui aluna da Lusófona. 
O meu ano de caloira datou de 1994. Nesse ano, estreámos as atuais instalações do Campo Grande.
Assim que entrei na faculdade, no 1º dia, fui praxada. Fiquei cerca de 2 horas, presa pela fivela das calças a uma simples corda. Eu e mais os outros caloiros todos.
Pintaram-me a cara com baton e canetas de feltro. Meteram-me numa garagem adaptada a sala de aula, e fizeram-nos gritar coisas como "Bic laranja, Bic cristal. Bic laranja escrita fina. Bic Cristal escrita normal". Nem por 1 momento me senti humilhada. Estive divertida, bem disposta e cooperei. Quando me fartei daquilo disse que tinha que me ir embora e vim. Vim no autocarro, de cara pintada e cheia de orgulho. Entrei numa cabine de fotos rápidas e eternizei o dia em 4 fotos tipo passe, onde a mha cara, apesar de completamente pintada, não escondia a felicidade que sentia. Não havia comissão, não havia hierarquia, não havia porra nenhuma. Havia a malta k já lá andava e k nos fez umas brincadeiras enkto nos ía avisando k a prof de aeróbica era lixada  e que o de História era um bacano.
No ano seguinte, já podíamos praxar. Nunca achei grande piada à coisa mas, entrei nalgumas BRINCADEIRAS. Pusémos 2 caloiros à janela a imitar um relógio de cuco. Misturámos os ténis deles e p mim, a coisa ficou-se por ali. Lá está, não acho grande piada às praxes e sempre achei k os limites podiam facilmente ser ultrapassados.
Saí da Lusófona há 14 anos. Estou em choque depois de ver esta reportagem. Em choque. Tenho vergonha!!
Talvez não seja a melhor pessoa para opinar. Não senti a fundo a vida académica. Queria despachar-me daquilo e fazer-me à vida. Arranjar trabalho, comprar a casa, casar, ter filhos...
No 2º ano da faculdade, eu e muitos dos meus, começámos a trabalhar para ganhar uns trocos. Comissão de praxes, tunas?!?!?!? Nunca tive tempo para me coçar quanto mais para essas merdas. 
Triste que tenha que ter acontecido uma tragédia desta dimensão para que a sociedade tome conhecimento deste tipo de barbaridades.
Uma coisa tenho a certeza. Se tivesse sido a minha filha, acho que EU já estaria atrás das grades por esta altura.

Estrunfina às 21:18
Link | Comentar AKI

Cada vez mais raras mas, ainda acontecem!!

Mãe, fiz Bruxelas!!!
Bruxelas?!?!?!?
Sim, Bruxelas!
....
Couves de Bruxelas?!?!?!
NÃO!!!! BRU-XE-LAS!!

....

Não será Bruschetas, Margarida??
ISSO!!!! FIZ ISSO!!!

 

Estrunfina às 20:35
Link | Comentar AKI | Ver Comentários (1)
Sexta-feira, 24 de Janeiro de 2014

Touch

Ontem enquanto assistia (cabeceava de sono) a ver a aula de natação da minha filha, recebi uma msg via whatsapp de um nº desconhecido: "Oi tudo bem?"

Não querendo dar parte fraca, até pk ainda não passsei todos os meus nºs dos tlms antigos p este, respondi "Sim tudo e ctg??"

Recebo de volta um "Tudo bem. Há quanto tempo!!"

Sem fazer mesmo nenhuma idea de quem era respondi: "É verdade!! Há tanto, tanto mas tanto tempo que nem sequer sei com quem estou a falar"

A resposta, derreteu-me por completo. 

Era uma ex-aluna minha, a quem dei aulas no ano letivo de 2001/2002. 12 anos!!!!!!!!!!!!!

12 anos sem uma única palavra trocada. 

Ela tem hoje 25 anos. E vá-se lá saber como ou porquê, tem o meu contacto guardado e ontem decidiu saber de mim.

E é isto. É isto que me faz pensar que, mesmo naqueles dias muito maus, VALE A PENA.

Pk eles hj são adultos e ainda se lembram das coisas que lhes disse. Não as que lhes ensinei das aulas de EF. Aquelas que lhes disse. E lembram-se de conversas e coisas que nem eu própria me lembro. Mas eles lembram-se.

E por mais marmanjões que sejam, continuam a chamar-me professora e isso enche-em de orgulho e felicidade.

Dei-lhe aulas no 2º ano de serviço. Ainda fresca e sem calos desta vida tantas vezes ingrata. Recém-casada com um monte de ideias e projetos que hoje não são nada do que eram.

Mas ela lembra-se de mim e isso, ontem, bastou-me.

 

 

 

Estrunfina às 20:08
Link | Comentar AKI
Segunda-feira, 20 de Janeiro de 2014

Wowwwwwwwwww

Quando o mestre elogia o aluno isso é... 

 

Personal Achievement Principles

 

Estrunfina às 22:58
Link | Comentar AKI | Ver Comentários (2)
Domingo, 19 de Janeiro de 2014

A letra é estúpida mas...

 

...que faz abanar a ankinha e que dá vontade de tarraxar...DÁ!

: Bo tem Mel - C4 & Nelson Freitas
Estrunfina às 18:47
Link | Comentar AKI | Ver Comentários (1)

Baralhei-me, atão!!!

Há um fenómeno inexplicável que acompanha a minha pessoa de forma tão consistente que, apesar de já ser suposto estar habituada, não há maneira de o conseguir.

Eis que sou contratada como responsável para fazer a animação de um evento empresarial com mais de 200 pessoas. 

Um record para mim.

Há que planear tudo com tempo e antecedência. Pesquisar o local do evento. Ver no Google Maps. Ir ao Via Michelin e enfiar o percurso no tablet p não correr o risco de me perder.

Ir com a maior antecedência possível para montar o material com calma, testar tudo sem stress e se possível ainda ter tempo para dar uma voltinha por ali. Assim como assim nunca fui a Coruche.

Chegada a Coruche, com 3 horas de antecedência do início do evento. Nice!!!

Marginal fora, nada de encontrar o espaço. Perguntar aos locais: Ninguém sabia do que eu falava. 

Vá de decidir ligar para o hotel e perguntar as indicações a partir da Praça de Touros. Depois de seguir as instruções e voltar à estrada por onde tinha entrado em Coruche e ver a placa indicativa de Coruche - The End, vá de ligar novamente à Sandra do Hotel para ela me explicar novamente. Agora a partir da Galp.

Galp??? pergunta a Sandra

E eis k, com base em várias experiências anteriores eu me lembro de perguntar:

 

Estamos as 2 em Coruche, n estamos??

Ao que recebo de volta um: Errrrr... nós estamos em Alcochete.

 

Ahh pois...Claro, Alcochete!! Cabeça a minha. Já agora, Coruche fica a quanto tempo de Alcochete??? 

 

E no fim correu tudo bem. Adorei conhecer Coruche. Foi um passeio mesmo divertido e a adrenalina da viagem Coruche - Alcochete... impagável.

 

Dassssssssssssssssssssss.............. WHY ME?!?!?! WHYYYYYYYYYYYYY?????????????????????????????

 

 

Estrunfina às 18:19
Link | Comentar AKI | Ver Comentários (2)
Sexta-feira, 17 de Janeiro de 2014

Perdoai-me Senhor mas pequei

Em minha defesa devo assumir que ele era tão bonito e fofinho que até brilhava.

Sim, eu assumo: comi um palmier do Scala.

Agora vou ali ao tronco auto-chibatar-me com a chibata que a minha filha usava na equitação.

 

 

Estrunfina às 19:49
Link | Comentar AKI
Sábado, 11 de Janeiro de 2014

Um dia TÃOOO feliz!!

Dormiu comigo na cama. Foi uma das prendas que me pediu.

Acordámos e os miminhos foram imediatos. E quer sempre que lhe conte como foi o dia em que nasceu.

Depois teve direito a pequeno almoço na cama, com panquecas feitas ao momento.

Depois foi tempo de escola par as 2.

Depois fomos almoçar ao restaurante preferido dela: McDonalds, whatelse.

Depois fomos comprar uma camisola p ela estar ainda mais gira ao jantar.

Depois fomos buscar o bolo para os amiguinhos da escola.

Depois ela ficou na escola p lhe cantarem os parabéns e a mãe foi ao cabeleireiro.

Depois foi a vez dela ir ao cabeleireiro.

Depois foi altura de se produzir para o jantar.

Depois foi o jantar cheio de surpresas.

Depois houve outra vez "Parabéns a Você"

Depois ela foi com o pai.

Depois eu sorri até adormecer.

 

Porque não há maior clichet que dizer que ELA é o amor da minha vida, porque toda esta música (k tanto adoro) faz todo o sentido quando penso nela e, principalmente, porque "I've never tought that I'd loved anyone so much", esta é para a MINHA Margarida

: Feels Like Home - Chantal Kreviazuk
Estrunfina às 10:36
Link | Comentar AKI
Sexta-feira, 10 de Janeiro de 2014

10 ANOS DE "MULHER DA MINHA VIDA"

Medo. Coração fora do peito. Emoção. AMOR INCONDICIONAL. Calor. Olhos nos olhos. O 1º sorriso. O suspiro quando dormes. Amamentar-te. Deslumbre. Lágrimas. MEDO. Erros. Sucessos. Birras. Gargalhadas. Quedas. Doidois. Quando te cortei a franja. Quando colaste pastilha no cabelo. Zoo. Golfinhos. Dormires no meu peito. Xuxar do dedo. Mexer na orelha (na tua e na minha). Koys. Róskinhas. Pequeno almoço na cama. Corações. Chamusca. Mota de água. Mergulhos. ORGULHO IMENSURÁVEL. Quando encheste o livro de recibos do condomínio com desenhos. Quando pintaste a cara toda e as mãos com caneta de feltro. Quando fizeste xixi no NOSSO banho de imersão. Quando puxaste o fio branco. Quando TU cortaste o teu cabelo. Quando fazemos cinema e pipocas em casa. Disney. ABRAÇOS APERTADOS. A 1ª paixonite. Conselhos. Aprendizagens. Crescer. Aula Magna. AMIZADE. Panquecas. Pão de queijo. Escorrega do McDonalds. O pipo da banheira. Piolhos. O TEU CHEIRO. "Po favor". Cinema. Alentejo. Cavalos. Volei. Passeios. Gelados. Mota. TPC's. Testes. COMPINCHA. "Mãeeeeeeeeeee!!!!". Dentista. Ternura. Carinho. Ficarmos sem gasolina na mota. Cantar no carro. Abanar o carro. Sleepovers. Neve. Space Mountain. Piscina. FELICIDADE. 1º banho com creme hidratante em vez de gel de banho. Ver-te a febre nas mãos. Histórias inventadas. O Natal dos Minimeus. Nós no karaoke. Apanhar amoras.................................

 

Que venham muitos mais meu amor e que este nosso amor cresça eternamente.

Que não seja por mais nada, dar-te à luz já deu todo o sentido à minha vida. OBRIGADA, FILHA!! PARABÉNS!!!

 

: You are so beautiful - Joe Cocker
Estrunfina às 00:35
Link | Comentar AKI | Ver Comentários (4)
Segunda-feira, 6 de Janeiro de 2014

E sim, chorei

Estrunfina às 23:00
Link | Comentar AKI

...

Sempre achei que, de uma forma muito rebuscada, ele era o responsável pela minha escolha clubística. Não sei quando é que o meu pai começou a ser do Benfica mas acho que o Eusébio foi um forte motivo e isso fez com que, até uma certa idade, eu não soubesse sequer que havia outra hipótese senão, ser do Benfica.
Acordei com a notícia esparramada no tlm e fiquei MESMO triste, apesar de já antever a coisa há uns tempos.
Hoje não morreu um jogador do Benfica nem da seleção. Hoje morreu um símbolo incontornável do nosso país e prova disso é o respeito que, com muito gosto tenho visto nos murais dos adeptos dos grandes rivais.
Que descanse em paz. 
Que meta uma cunha lá em cima pelo glorioso.
Que venham mais símbolos como ele. 

Tá decidido... Não o vi jogar mas amanhã faço questão de ir ver a última passagem do Eusébio pelo Estádio da Luz.

OBRIGADA EUSÉBIO!!

 

Estrunfina às 09:35
Link | Comentar AKI
Quarta-feira, 1 de Janeiro de 2014

Divino 2013

FILHA, Dream Team, Chamusca, Costa, Morangoskas, Bolo do Gui, Neve, Miami Beach, Dr Coño, Mota de Água, Balança, Canoagem, Moches dos Sobrinhos, Praia até after sunset, Paz, Smart, Conversas Olhos nos Olhos, Sorrisos, Gargalhadas, Chorar a Rir, Cantar, Dançar, Frontalidade, Brunch, Pão de Forma, AMOR, Póvoa Dão, Algarve, FAMÍLIA, Bolo da Fá c Frutos Silvestres, Rio Tejo, Best Birthday EVER, Apanhar Amoras, Mota, Azevias da Piri, Rabanadas da Sharky, Música, AMIZADE, Aroeira, Farófias da Júlia, Ferreira, Fogueira da Chamusca, Folgosinho, Partilha, Good Nights, Trabalho, Simone de Oliveira, Voleibol, "Casamento" na Praia, o "Nosso" Por-do-sol, Whatsapp, Vimeiro, Karaoke, Férias, Almourol, ADEUS, Irmandade, Surpresas, Orgulho, Fotos, Zoo, ELAS, Clube do Bolinha, Madagascar 3, Peixinhos da Horta, Plateau, Panquecas, Serenata, Saudades, Lx Factory, Sushi, Calças da Salsa, Brindes, Rosas Vermelhas, Good Days, Santinni, Piradinha, Belém Volei, "A" Prenda da Filha, Treino nos Maristas, Promar, Perigosa, Feira de S. Mateus, "És Feliz?"...

 

: First Day - Melanie C
Estrunfina às 19:45
Link | Comentar AKI | Ver Comentários (1)

Creative Commons License
Estrunfinices by Estrunfina is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Portugal License.

Últimas Estrunfinices

OBRIGADA!!!

Por fin...

Catarse!!!

Nem mais!

Há coisas do caraitas!!!

4655 Dias de TI

RESPECT!!

A primeira aula da manhã

Suspiro FUNDO

Quer-me cá parecer que...

Baú das Estrunfinices

Maio 2016

Abril 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Setembro 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Aldeia dos Estrunfes

O Divino em MIM

 

A MINHA FILHA.  O calor do sol a keimar o corpo num dia de praia. Um mergulho de mar ao luar.  Os sorrisos.  Morangoska granizada. Akela música, no momento certo.  Andar descalça sobre a relva.  O cheiro da terra molhada.  Dream Team Forever Marés vivas num dia de Inverno.  O nascer de um novo dia.   Akele olhar.  Chamusca.  Pego Escuro. Correr na praia e espantar as gaivotas.  Um sussurro k faz bater forte o coração.  O suspiro da minha filha kdo dorme.  A saudade. Gargalhadas.  A gargalhada dela.  Licores.  Avistar Lisboa da Ponte 25 de Abril.  Gelado de Dolce de Leche.  Os ABRAÇOS k transbordam a alma.  O microfone. Quando os meus alunos "Conseguem".  Andar de mão dada. Cócegas.  "AMO-TE".  Petiscadas.  A atracção.  Ilha deserta.  Sentir a minha filha dentro de mim.  Dançar.  Pasteis de Nata.  O carinho de ex-alunos. O silêncio.  O céu estrelado de uma noite quente no Alentejo.  As minis à varanda, a ver o mar. DREAM TEAM FOREVER.  O carinho da família.  Banho de mar "em pêlo".  As bolachas da mana.  A fogueira da Praia Verde.  Ver a minha filha aprender algo novo. Porto Novo.  Rir até chorar. Serra de Sintra.  Os primeiros passinhos.  Ver raios de sol "furarem" o céu nublado.  AMIG@S.  Ouvir o bater do coração.  Olhar nos olhos.  Vimeiro.  Uma massagem.  Cheirinho a casa limpa.  Golo de Portugal. O Guadiana.  Orgasmo.  Ver o pôr-do-sol sabendo k ele nasce noutro sítio ao mesmo tempo.  Amamentar.  O céu azul.  Noite quente à beira Tejo.  Papoilas.  Cheiro a maresia.  Sardinhas assadas.  Alcançar.  O brilho do sol reflectido na água.  Gaivotas.  Fazer amor na praia.  O cheirinho k fica na roupa dela .  Acordar.  Fazer "Koys" enroscadinha a ela debaixo do edredon.  Cataplana de Lagosta.  A minha filha bébé adormecer sobre o meu peito enkto mexia na mha orelha.  Lua Cheia.  Panquecas às 3 da manhã.  O Cristo Rei.  O cheiro da pele depois de fazer amor.  A casca do pessego.  A "minha" estrela.  O toke. Pistacios.  Correr com ela na praia.  As boas conversas.  Girassóis.  Concertos dos Bon Jovi. Chorar até tirar o peso do peito.  Cantar.  Coca-cola.  Rezar.  Guincho. Todas as "Good Nights".  Margarita de morango a meio da tarde na esplanada do Siesta.  Frio na barriga. Orgulho.   Dormir numa cama feita de lavado.  Beijo com língua.  Golo do Benfica.  Uma garrafa de Grandjó geladinha.  A primavera no Alentejo.  Lareira.  Póvoa Dão.  Voar.  A carta certa num jogo de Poker.  Jantar à luz das velas.  Caracóis.  Ganhar no último minuto.  Uma viola, uns acordes e amigos. Beijos no pescoço.  O 1º "Mamã".  Ver a balança a baixar.  Um cigarro ao luar.  Cheirar protector solar no Inverno.  Bolas de sabão. Fazer mergulho.  Trovoada de Verão numa noite à beira mar.  O 1º beijo.  Banho de espuma e pétalas, música certa e luz de velas. Dormir a sesta.  Lisboa à noite vista do ar.  Ramos de rosas.  Ferreira.  O sabor da água salgada na pele.  Ouvi.la cantar a plenos pulmões quando vai à pendura na mota. O vôo da cegonha.  Os jogos em "Miami Beach".  APRENDER.

 

 

 

blog1