Domingo, 30 de Dezembro de 2012

Tradição...

...já n é o k era.

Como tal, e devido ao facto de estar num surto psico-hormonal que praticamente me anula kk ponta de racionalidade, vou deixar o balanço de 2012 para outras núpcias.

 Só em jeito de desabafo: K puta de quinzena!

Estrunfina às 22:20
Link | Comentar AKI
Sábado, 29 de Dezembro de 2012

Toda escangalhada

 

 

: Você me escangalha - Ary
Estrunfina às 11:44
Link | Comentar AKI
Quinta-feira, 27 de Dezembro de 2012

Opahh k fofurinha!!!

Estrunfina às 21:43
Link | Comentar AKI
Quarta-feira, 26 de Dezembro de 2012

A dar em doida

... com as hormonas.

 

 

Ou isso ou demência!

 

Estrunfina às 23:49
Link | Comentar AKI

Ainda sobre o fim do Mundo

 

Não acredito k os Maias fizeram uma desfeita destas ao pessoal!!!

Bom, fica a toillete p a Passagem de Ano.

Estrunfina às 08:14
Link | Comentar AKI

Balanço de Natal

 

Valha-me Nossa senhora da Àgua das Pedras que há-de ser a úncia coisa que passará no meu esófago nos próximos tempos (por tempos entenda-se até meio da manhã ;oP)

Mais um ano de mesa farta, carinho, sorrisos.

Uma surpresa da mha filha k me levou às lágrimas e me fez transbordar o coração. Tive uma sorte do caraitas com a filha k me saíu e essa foi a melhor prenda de natal e da mha vida - just saying!!!

 

Estrunfina às 08:02
Link | Comentar AKI

Saudades

"Às vezes, só percebemos a importância de um momento quando ele se torna uma lembrança..."

 

: Smile - Nat King Cole
Estrunfina às 07:53
Link | Comentar AKI
Terça-feira, 25 de Dezembro de 2012

FELIZ NATAL!!

Sorrisos e corações quentinhos para tod@s

 

Estrunfina às 12:03
Link | Comentar AKI
Sábado, 22 de Dezembro de 2012

So soooo goooddddddddddd

 

A escolher os camarotes p o nosso próximo cruzeiro.

Estrunfina às 23:26
Link | Comentar AKI | Ver Comentários (2)
Sexta-feira, 21 de Dezembro de 2012

Cada vez mais raras mas ainda existem

Isto é uma...

 

 CHARRETE (Claro!!!)

Estrunfina às 14:32
Link | Comentar AKI

Só para avisar

Cansei de estar à espera!! Vou dormir!

Agora n me façam uma desfeita e desatem a acabar o mundo enkto eu durmo.

E mais, n façam barulho pk se eu desperto depois n há como adormecer de novo e é o cabo dos trabalhos.

Grata pela atenção dispensada.

Sem mais assunto

 

 

Estrunfina

: 'Till the World Ends - Britney Spears
Estrunfina às 02:31
Link | Comentar AKI
Quinta-feira, 20 de Dezembro de 2012

N há cú!

 

Esta época é inevitavelmente nostálgica.

Dasssssssssss mais p os Wham e p a música do Last Christmas pk toda a gente, alguma vez, algures, deu o seu coração a alguém, na época de Natal (e provavelmente noutras épocas do ano), mas a puta da música faz.nos sempre viajar p aqueles ou aqueles Natais. Aqueles em que fizémos a árvore, o presépio, as compras e os doces de Natal em conjunto.

 

Depois admiram,-se pk na época de Natal os suicídios aumentam.

 

EXPERIMENTEM MUDAR AS MÚSICAS E NÃO PASSAR O SÓZINHO EM CASA NEM O ASSALTO AO ARRANHA CÉUS NO NATAL!!!

 

Só uma dica!

Estrunfina às 00:16
Link | Comentar AKI
Segunda-feira, 17 de Dezembro de 2012

Let's Bora !!

Reunião de Direção de Turma alinhavada.

Amanhã regresso à escola depois de 1 mês de ausência. O k vale é k são 2 dias de reuniões e, mais um p organizar as papeladas pendentes, depois... até Janeiro.

Finalmente tirei o penso do umbigo e tomei um GANDA banho de imersão. O umbigo fez uma rave pk já n sabia o k era água há uns tempos.

Estou desolada com a treta de umbigo k me deram.

Ekiparando os umbigos a carros, eu tinha um Nissan Juke de 2012 e passei a ter um Renault 5 de 1987. Estou triste.

N sou de ligar mto à estética mas, porra pahh isto já n é grd espingarda se ainda mexem p estragar... Acho mal!!! Continúo a dizer k o melhor é terraplanar a zona abdominal e construir kk coisa de raíz mas, parece k n convenço ninguém.

 

Agora tenho k ir massajar o umbigo com creme gordo. Isto soa-me a coisa porno mas, tendo em conta k odeio k me mexam no umbigo desde k me lembro de ser gente, ker-me cá parecer k vai ser uma sessão S&M.

 

Juro que estava quase para escrever que o meu umbigo agora parecia uma uma smirnoffa encarkilhada Uff ainda bem k me controlei!!!

Bom, posso sempre fazer uma destas

 

 

Estrunfina às 02:16
Link | Comentar AKI | Ver Comentários (2)
Domingo, 16 de Dezembro de 2012

Quando o trabalho é um prazer

Recentemente o facebook decidiu fazer por iniciativa própria, um flashback do meu ano de 2012.

Achei alguma piada pk, de facto, dá p ter uam ideia generalizada de mtos momentos que vivi ao longo destes 365 dias.

Duas coisas k me saltaram à vista foram o trabalho e sorrisos. Posso concluir que foi mais um ano abençoado. Mesmo com um tropeção ao nível da saúde, a maleita n foi grave e estou aki p as curvas (pelo menos é o k espero p daki a 1 ou 2 meses)

 

Este fds houve dose dupla de karaoke. E k dose dupla!!!

2 grandes noites, apenas diferentes de muitas outras pela companhia de gente de quem gosto muito e que muito me orgulha com a sua visita e com os seus sorrisos, fazendo assim com que o meu sorriso seja imenso e o meu coração fique tão quente.

 

Caraças, que sortuda que me sinto!!!

 

Estrunfina às 18:01
Link | Comentar AKI

Uffff

Só hoje percebi o k realmente se passou nos Estados Unidos. Mais um massacre.

O mundo é por vezes um autêntico manicómio. Como mãe não consigo não sofrer horrores com o relato do k aconteceu.

Como se continuará a vida depois de se perder um filho assim??

É altura de limpar as lágrimas e correr para abraçar a mha filha com mais força do k é costume e de lhe dizer, vezes sem conta, o kto a amo e sou feliz por poder abraça-la todos os dias.

 

Mas uma inevitavel questão fica a martelar a alma: Porquê!!!

 

 

 

 

 

: Just breathe - Pearl Jam
Estrunfina às 16:41
Link | Comentar AKI

Amor Amigo

"Quero ser o teu amor amigo. Nem demais e nem de menos. Nem tão longe e nem tão perto. Na medida mais precisa que eu puder. Mas amar-te sem medida e ficar na tua vida, da maneira mais discreta que eu souber. Sem tirar-te a liberdade, sem jamais te sufocar. Sem forçar tua vontade. Sem falar, quando for hora de calar. E sem calar, quando for hora de falar. Nem ausente, nem presente por demais. Simplesmente, calmamente, ser-te paz. É bonito ser amor amigo, mas confesso é tão difícil aprender! E por isso eu te suplico paciência. Vou encher este teu rosto de lembranças, dá-me tempo, de acertar nossas distâncias..."
 


Estrunfina às 16:38
Link | Comentar AKI

Paz no coração

Saudades de passear aqui nas noites quentes de Verão.

 

 

Excelente foto!

Estrunfina às 10:56
Link | Comentar AKI
Sexta-feira, 14 de Dezembro de 2012

...

Estrunfina às 00:07
Link | Comentar AKI
Segunda-feira, 10 de Dezembro de 2012

BIGGER & BETTER

Uma das melhores dádivas da vida, superada apenas pela dádiva de dar vida a alguém, é a amizade.

Não é a amizade naquele sentido de tratar as pessoas por "migas" quando até vamos com a cara de alguém e sentimos alguma empatia.

Amizade no sentido amplo e global da coisa.

Ser amigo não significa k se concorda e/ou compreende tudo. Significa que sabemos que aquele alguém está do nosso lado "no mather what". É confiar. É saber que aquela pessoa torce por nós. Pode pensar que somos loucas, pode achar que errámos, pode até chamar-nos a atenção p isso, aliás, CABE-LHE a si essa responsabilidade mas está do nosso lado, quer o melhor p nós e tudo o que nos diz (mm correndo o risco de se enganar) é com o intuito de nos deixar bem, nos ajudar e contribuir p o nosso bem estar e felicidade.

Não julga. Não condena. Aceita. Respeita. AMA-NOS incondicionalmente.

Nada nos liga. N há papel assinado. N há um sentimento avassalador que nos condiciona as ações. Estamos pk gostamos de estar. Pk ficamos mais leves. Pk o coração fica mais quentinho.

Podemos falar ou simplesmente ficar em silêncio (isso é raro com as minhas amigas). 

Mas queremos estar, sentimos saudades, pensamos em como estarão quando estamos paradas no trânsito, sorrimos sózinhas pk nos lembrámos de kk coisa k aconteceu.

As amizades constroem-se. Recordações. Momentos bons e maus partilhados. Gargalhadas. Medos. Lutas.

Às vezes a vida muda os caminhos, eles afastam-se. Perdemos as amigas de vista. Deixamos de saber delas. 

 

Há 20 e poucos (ou muitos) anos atrás eu pertencia a uma equipa de Voleibol. E nessa equipa eu tinha uma espécie de irmãs e um pai que não partilhavam o mesmo sangue que eu. E um dia, aquela aventura terminou. E durante uns tempos ainda tinhamos notícias umas das outras e depois... silêncio. Um silêncio de década.

Acho k na mha cabeça, as vidas delas já n tocavam a mha. Nunca tivémos muito em comum a não ser o gosto pelo Voleibol e por tudo aquilo que vivemos no Pavilhão nº2 da Luz, e no dos Maristas, e no dos Pupilos. Na verdade, e só agora tomámos essa consciência, pouco ou nada sabíamos da vida umas das outras p além do Voleibol. Como tal, kdo acabou o elo k partilhámos, seguimos rumos completamente diferentes.

Acho k na altura tb n tinhamos a noção do bem precioso k ali estava. As amizades faziam-se e talvez se desfizessem ou desvanecessem pk era assim k a vida funcionava, ainda n sabíamos. Éramos demasiado tenrinhas para saber o valor real daquilo que nos unia então.

 

Hoje, 20 e poucos (ou muitos) anos depois, as evoluções tecnológicas não só facilitaram o reencontro como tornaram a comunicação muito mais fácil. Assim, voltámos a entrar nas vidas umas das outras. E, de rompante, tenho as minhas "irmãs" de volta. E é um sentimento tão reconfortante e uma felicidade tão genuína e partilhada que se torna quase viciante estarmos juntas. E é tão bom termos amigas de mais de 20 anos, que viveram tanta coisa longe de nós mas k não se esqueceram de nada do que vivemos naquela altura. E é tão bom perceber o kto continuamos a gostar umas das outras e a querer-nos bem. E é tão bom partilhar preocupações, sucessos, medos, loucuras enkto se bebe um café ao domingo de manhã, ou de roda da mesa, durante um jantar. E é tão bom tirarmos fotos desses encontros e recordarmo-las no tlm ou no pc e ficarmos com um sorriso gigante na cara. E é tão bom voltar a pisar um campo de volei e perceber que em meio segundo se pode voltar atrás no tempo e esquecer que somos namoradas, esposas, mães, filhas, e voltamos a ser só NÓS. E é tão bom chorar a rir pk um pekenino comentário dá azo a um chorrilho de parvoeiras k só acaba kdo já ninguém consegue falar por estar a rir à gargalhada. E é tão bom regressar a casa no carro, ou estar deitada à noite na cama e pensar k sou abençoada por ter isto na minha vida e ser completamente egoísta e pensar é MEU, só MEU e só partilho com ELAS.

 

E esta é mais outra forma que vos dizer que gosto "TANTO MUITO" de vocês. Que me fazem muito feliz e de vos dizer o kto é bom ser só EU ao pé de VOCÊS e continuar tudo tãoooo bem!!

 

 

E a foto vai assim pk todas disseram k n keriam desfocar as belezas!!!

Agora n vem k n tem!

 

Estrunfina às 10:09
Link | Comentar AKI | Ver Comentários (3)
Sábado, 8 de Dezembro de 2012

If only...

Para ouvir a velocidade de cruzeiro, pela marginal fora, num final de tarde frio mas soalheiro.

 

: If Only - Dave Mathews Band
Estrunfina às 16:45
Link | Comentar AKI

Últimas Estrunfinices

OBRIGADA!!!

Por fin...

Catarse!!!

Nem mais!

Há coisas do caraitas!!!

4655 Dias de TI

RESPECT!!

A primeira aula da manhã

Suspiro FUNDO

Quer-me cá parecer que...

Baú das Estrunfinices

Maio 2016

Abril 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Setembro 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Aldeia dos Estrunfes

O Divino em MIM

 

A MINHA FILHA.  O calor do sol a keimar o corpo num dia de praia. Um mergulho de mar ao luar.  Os sorrisos.  Morangoska granizada. Akela música, no momento certo.  Andar descalça sobre a relva.  O cheiro da terra molhada.  Dream Team Forever Marés vivas num dia de Inverno.  O nascer de um novo dia.   Akele olhar.  Chamusca.  Pego Escuro. Correr na praia e espantar as gaivotas.  Um sussurro k faz bater forte o coração.  O suspiro da minha filha kdo dorme.  A saudade. Gargalhadas.  A gargalhada dela.  Licores.  Avistar Lisboa da Ponte 25 de Abril.  Gelado de Dolce de Leche.  Os ABRAÇOS k transbordam a alma.  O microfone. Quando os meus alunos "Conseguem".  Andar de mão dada. Cócegas.  "AMO-TE".  Petiscadas.  A atracção.  Ilha deserta.  Sentir a minha filha dentro de mim.  Dançar.  Pasteis de Nata.  O carinho de ex-alunos. O silêncio.  O céu estrelado de uma noite quente no Alentejo.  As minis à varanda, a ver o mar. DREAM TEAM FOREVER.  O carinho da família.  Banho de mar "em pêlo".  As bolachas da mana.  A fogueira da Praia Verde.  Ver a minha filha aprender algo novo. Porto Novo.  Rir até chorar. Serra de Sintra.  Os primeiros passinhos.  Ver raios de sol "furarem" o céu nublado.  AMIG@S.  Ouvir o bater do coração.  Olhar nos olhos.  Vimeiro.  Uma massagem.  Cheirinho a casa limpa.  Golo de Portugal. O Guadiana.  Orgasmo.  Ver o pôr-do-sol sabendo k ele nasce noutro sítio ao mesmo tempo.  Amamentar.  O céu azul.  Noite quente à beira Tejo.  Papoilas.  Cheiro a maresia.  Sardinhas assadas.  Alcançar.  O brilho do sol reflectido na água.  Gaivotas.  Fazer amor na praia.  O cheirinho k fica na roupa dela .  Acordar.  Fazer "Koys" enroscadinha a ela debaixo do edredon.  Cataplana de Lagosta.  A minha filha bébé adormecer sobre o meu peito enkto mexia na mha orelha.  Lua Cheia.  Panquecas às 3 da manhã.  O Cristo Rei.  O cheiro da pele depois de fazer amor.  A casca do pessego.  A "minha" estrela.  O toke. Pistacios.  Correr com ela na praia.  As boas conversas.  Girassóis.  Concertos dos Bon Jovi. Chorar até tirar o peso do peito.  Cantar.  Coca-cola.  Rezar.  Guincho. Todas as "Good Nights".  Margarita de morango a meio da tarde na esplanada do Siesta.  Frio na barriga. Orgulho.   Dormir numa cama feita de lavado.  Beijo com língua.  Golo do Benfica.  Uma garrafa de Grandjó geladinha.  A primavera no Alentejo.  Lareira.  Póvoa Dão.  Voar.  A carta certa num jogo de Poker.  Jantar à luz das velas.  Caracóis.  Ganhar no último minuto.  Uma viola, uns acordes e amigos. Beijos no pescoço.  O 1º "Mamã".  Ver a balança a baixar.  Um cigarro ao luar.  Cheirar protector solar no Inverno.  Bolas de sabão. Fazer mergulho.  Trovoada de Verão numa noite à beira mar.  O 1º beijo.  Banho de espuma e pétalas, música certa e luz de velas. Dormir a sesta.  Lisboa à noite vista do ar.  Ramos de rosas.  Ferreira.  O sabor da água salgada na pele.  Ouvi.la cantar a plenos pulmões quando vai à pendura na mota. O vôo da cegonha.  Os jogos em "Miami Beach".  APRENDER.

 

 

 

blog1