My Moments
Loading...
Click here to create your own QuitSmokingCounter.com
Quinta-feira, 29 de Setembro de 2011

Epahhhhhh

Ainda k mal pergunte, k raio se passa com os blogs do sapo. É impressão mha ou uam data de imagens mhas cresceram e estão kause a entrar p a faculdade???

 

Whatahell!!

 

Estrunfina às 22:29
Link | Comentar AKI | Ver Comentários (2)

So many posts...

...so little time!

 

Ando com um montão de coisas para escrever aqui. A semana tem estado ocupadíssima e agitadíssima.

Sábado arranca mais uma nova aventura e espera-se que seja em grande. Para quem é da zona da Ericeira, aconselho um jantarinho, no sábado, na "Brasa da Carvoeira" com bónus de Karaoke. Vai valer MUITOOOOOOOO A PENA!!!

 

 

Estrunfina às 22:00
Link | Comentar AKI
Quinta-feira, 22 de Setembro de 2011

É louco e cego mas...

"Se o amor aparecer... Ama com intensidade! Se ele for embora... Chama-o! Se ele não ouvir... Grita! ... Mas, se ele não Voltar...

Manda essa merda dar uma volta porque não é amor!!! O amor é cego, não é surdo !!!!.."

 

 

(Pelo FB)

Estrunfina às 21:16
Link | Comentar AKI
Quarta-feira, 21 de Setembro de 2011

Papinho Regalado

Estive a rever, em directo no site da banda, o concerto dos Bon Jovi em Lisboa.

Uffff... tantas emoções...still.

 

 

 

Para quem gosta pode rever às 8 da noite e à 1 da manhã AKI

Eu vou continuar a rezar pelo DVD.

Estrunfina às 14:39
Link | Comentar AKI | Ver Comentários (3)

Adeus, Ratinho Gostoso

Hoje ouvi-o mexer-se na gaiola. Coisa rara nos últimos dias e sempre que acontecia, ía espreitar como estava.

Vi que o fim estava eminente. Parecia já ter o sistema nervoso afectado e n controlava os movimentos. Tentou subir de novo p a casinha mas já tive k o ajudar a chegar lá. Parou antes de entrar na caminha (os ratos nunca morrem na cama). Percebi o k se passava e comecei a fazer-lhe festinhas.

Imediatamente, deitou-se e ali ficou, ofegante.

Lembrei-me de o que alguém escreveu ou disse um dia: "Ninguém deve morrer sózinho" e peguei nele.

Fiz-lhe festinhas e falei com ele. Lentamente senti-o a deixar-se ir, em paz.

E foi assim que dissémos adeus ao, que se espera ter sido, nosso último ratinho.

Afinal ele faria apenas 2 anos em dezembro. Morreu mais cedo do que o normal.

É certo que era "apenas" um hamster mas fikei triste. Era uma parte de nós, da nossa casa e da nossa vida. Infelizes aqueles k n o percebem.

Ajudou a ensinar à minha filha um bocadinho do que é a responsabilidade por outro ser. Sempre k o via com pouca comida ou pouca água lá ía ela tratar da situação. Sempre k podia dava-lhe os biscoitos crocantes que ele gostava. Aprendeu, mais um bocadinho, que a morte é uma etapa da vida e que faz parte dela. Aprendeu com ele, e com o Ratatui, e com a Estrelinha. Não é um conceito fácil de aprender e é bem preferível aprende-lo com hamster e cágados do que com pessoas.

 

Foi ela que me disse: Acho que já não kero mais ratinhos. Eles duram pouco e depois ficamos muito tristes porque eles morrem. - Exactamente o k pensei kdo a Nina morreu. Mas aí o sofrimento era bem maior do que por um hamster.

 

Anyway...

 

Espero que tenhamos sido umas donas merecedoras da tua companhia. Também tu foste um bom ratinho, Gummy.

 

Estrunfina às 02:35
Link | Comentar AKI | Ver Comentários (1)
Terça-feira, 20 de Setembro de 2011

Mauuuuu...

Ando irritada com a minha salsa.

A versão reloaded não está a cooperar.

Em compensação, os meus pimenteiros estão a florir e isso, segundo me dizem, é sinal de pimentos p breve.

 

Yeahh!!

 

Can't wait

 

 

Estrunfina às 10:22
Link | Comentar AKI
Segunda-feira, 19 de Setembro de 2011

Tipo: Top Secret

Há uns anos fui ver Cláudia Leite aqui ao Pavilhão do clube do bairro. Sim, a mesma Cláudia Leite que encheu a praia de Capacabana p um concerto e a mesma que faz concertos no Maracanã. Éramos poukíssimas pessoas, fikei pertíssimo do palco e tudo aquilo me pareceu demasiado irreal p ser verdade.

Parece que a cena se repete. Desta vez vou ver Cheiro de Amor numa espécie de tenda que há ao lado do CCB com bilhetes a 15€ (se comprados antecipadamente). Como conhecia apenas 2 ou 3 músicas deles tenho andado a ouvir o CD em modo non stop e tenho gostado cada vez mais dos "mecinhos". Vão tocar ao longo da semana aki no estaminé.

 

: Cheiro de Amor - Pureza da Paixão
Estrunfina às 22:52
Link | Comentar AKI

Errrrrrrrr.......

Diz a lenda que uma verdadeira mulher tem a casa sempre limpa e arrumada e o cesto de roupa suja e o lava-loiça vazios.

Está sempre bem arranjada e perfumada. É fina, não bebe, não diz palavrões e comporta-se correctamente em qualquer momento, sitio ou circunstância. Não reclama de nada, tem muita paciência para a sua família e um sorriso no rosto e uma frase amável para todos.

 

Devo ser gajo!!!!!!!!!!!!!!!!

 

 

Estrunfina às 22:47
Link | Comentar AKI
Sábado, 17 de Setembro de 2011

Mas tá tudo doido??

 Sim, é o imaculado coração de Amy.
Não sendo particularmente católica, comparar a Amy Winehouse à Nossa Senhora parece-me um bocadinho extremo.

Estrunfina às 10:24
Link | Comentar AKI
Sexta-feira, 16 de Setembro de 2011

O nosso Gummy

Hoje antes de sair p a escola a filhota deu o alarme: algo se passava com o nosso ratinho Gummy.

Quando me aproximei da gaiola percebi k a coisa n tava famosa. Os olhos colados, como aconteceu com o último ratinho, o Ratatui. Fui imediatamente buscar soro p lhe lavar os olhos mas assim k o tirei da gaiola percebi com estava magro. Já n brincava com ele há uns dias. Ouvi-o às voltas na gaiola, via-o a dormir na caminha mas n tinha reparado o quão magro ele estava.

Tratei imediatamente de lhe limpar a gaiola e mudar a cama mas, passei a tarde angustiada e preocupada com ele. Foi quando fiz as contas. O Gummy fará 3 anos no Natal. Todos os hamsters k já tive duraram cerca de 2 anos e meio. Parece k os dias do Gummy estão a chegar ao fim.

Preparei a filhota p a situação k me parece eminente. Perguntou-me o k iríamos fazer. Respondi-lhe que a única coisa a fazer era dar-lhe miminhos e uma boa casinha p ele descansar.

Agora fui ali espreitá-lo e dei com ele na caminha, ofegante. Nem lhe fiz uma festinha p n o assustar. Limitei-me a falar com ele como se falasse com um bébé. Mexeu apenas as orelhinhas, como k a dar sinal k me ouvia, mas nem se mexeu.

Esta fase dá cabo de mim.

Decidimos por isso k este será o nosso último ratinho.

Agora, desejo apenas k ele n sofra muito.

 

Estrunfina às 22:35
Link | Comentar AKI | Ver Comentários (1)

My Next Adventure

Estrunfina às 21:15
Link | Comentar AKI | Ver Comentários (2)
Quarta-feira, 14 de Setembro de 2011

A quem de interesse

Tou com saudades disto!

 

Estrunfina às 12:09
Link | Comentar AKI

Oh pá mha quinta

 Os meus pimenteiros padron

 Os meus piri-piris, as mhas malaguetas, a mha hortelã, o meu mangericão, os coentros e a salsa (reloaded) e as florinhas que a filhota semeou.

Estrunfina às 00:11
Link | Comentar AKI
Terça-feira, 13 de Setembro de 2011

Yô Yô

Nestas coisas de vida sudável e perda de peso, a norma é que a pesagem seja feita sempre na mesma balança, 1 vez por semana, à mesma hora.

Claro está que eu tenho uma smirnoffa logo, sou gaja logo, sou curiosa e fui-me pesando várias vezes. Ao longo da semana o meu peso variou 2,5 Kg em ambos os sentidos, acabando por ficar 1,500gr abaixo do ponto de partida.

Nem me vou dar ao trabalho de o meter no contador. Acho k vou deixar a coisa estabilizar um bocadinho até pk isto n é p se fazer é p se ir fazendo.

Não estou a fazer dieta mas tenho evitado as asneiras constantes e sempre k posso faço uma refeição ajuízada com legumes e essas coisas apaneleiradas. Estou a ressacar da coca-cola e passei a beber água às refeições - isso sim está-ne a aleijar a alma.

Tenho cumprido religiosamente os treinos e ainda n faltei 1 único dia, tendo inclusivé treinado no sábado e no domingo (muito má ideia treinar depois de uma saída à noite). Já noto diferença ao nível cardio-vascular e já dou umas corridinhas no meio da caminhada. A escalada do demónio continúa a ser má mas já a faço com mais facilidade.

Bottom line, tenho dormido k nem um anjo e confesso k já tinha muitas saudades dakela sensação de KO kdo se sai do banho depois do treino.

Até agora, e mesmo sem grandes resultados visíveis, sinto-me melhor e isso dá-me pica p continuar.

 

: Mark Anthony ft Pitbull - Let it Rain Over Me
Estrunfina às 18:51
Link | Comentar AKI | Ver Comentários (2)
Segunda-feira, 12 de Setembro de 2011

Whatahell?!??!?!?

Isto só me faz lembrar o Bruno Nogueira e dizer: "Hoje acordei muito homossexual".

De acordo com este artigo, nesse dia poderia anular o casamento. Na véspera talvez já não conseguisse.

Estrunfina às 16:37
Link | Comentar AKI
Domingo, 11 de Setembro de 2011

10 Anos

E ao ver as imagens desse dia é impossível conter as lágrimas.

 

Paz!

 

Estrunfina às 21:58
Link | Comentar AKI
Sábado, 10 de Setembro de 2011

Porque faz parte de mim

Estrunfina às 11:43
Link | Comentar AKI

Leta & Nina

Adoro animais. I'm not a freak por eles e nem seker sou fundamentalista dos direitos animais mas gosto muito de animais.

Acho que são seres capazes de nos dar um amor incondicional, capaz de nos dar força e amparar em momentos maus, principalmente os cachorros.

I'm a dog person. Não que não goste de gatos mas, prefiro nitidamente os cães.

Em toda a minha existência tive apenas uma cachorrinha. Adoptei vários como um bocadinho meus mas ter um em casa uma vida inteira, aconteceu apenas uma vez.

Quando era miuda, os meus pais compraram um terreno onde, durante anos e a pouco e pouco, foram construindo a sua casinha. Os fins de semana eram lá passados e lá ía eu, por acréscimo. A cerca de 2 Km da minha casa vivia um tio meu, caçador e dono de uma catrefa de cães rafeiros que o ajudavam nas suas caçadas. Adoptei uma cadelinha, pequena, branca com manchas castanhas chamada Violeta a kem chamavamos carinhosamente, Leta.

Todas as sextas feiras , sem nunca sabermos bem como é que ela sabia o dia da semana, a Leta saía de fininho de casa do meu tio e fazia os 2 Km k a separavam da nossa "casa". Quando chegávamos ela já esperava por nós. Aos domingos, ficava com um ar muito triste a ver o carro desaparecer rua abaixo e kdo fazíamos a curva, ela virava costas, resignada e subia os 2 Kms de volta a casa do meu tio.

Andava comigo p todo o lado, atrás da minha bicicleta e adorava k eu mandasse pedras p ela ir buscar e trazer de volta.

Os anos foram passando e a Leta foi envelhecendo. Durante anos os nossos pedidos, meus e da mha irmã, p trazermos a Leta p Lisboa foram sendo ignorados, exceptuando umas semanas ocasionais em k a trazíamos e k resultaram k, em vez de acatar pacificamente as nossas partidas ao domingo, a Leta começasse a camuflar-se dentro do nosso carro, enkto o carregavamos p regressar a Lisboa. Escondia-se debaixo do banco da mha mãe e ninguém dava por ela a n ser eu, k do banco traseiro lhe via o rabinho a aparecer.

Claro k só kdo já estava em Lisboa é k dava o alarme e lá ganhava mais uma semana de brincadeiras com a Leta.

Um dia, sob a garantia de k a Leta já era velhinha demais p engravidar, conseguimos finalmente torná.la membro da família aqui de casa. Trouxemo-la e passado uns meses foi com algum susto que descobri k a Leta tinha qualquer coisa a mexer-se na barriga.

Nasceram 2 cadelinhas: a Nina e a Nani. Démos a Nani e ficámos com a Nina pk era kuase uam cópia da mãe. Pouco tempo depois a Leta morreu atropelada e eu chorei muito. Muito mesmo! Devia ter uns 12 anos.

A Nina cresceu e manteve-se fiel a nós durante mais de 14 anos. Foi a minha companheira durante metade da vida que eu tinha quando a levei, num dia muito triste, para acabar com o seu sofrimento. Chorei e sofri ainda mais. Fiz luto como se de um familiar se tratasse.

Durante muitos e  muitos anos ainda olhei p o canto onde estava a caminha dela e às vezes ainda chamava o nome dela em voz alta p imediatamente a seguir ficar com os olhos ceios de água pela saudades de alguém k n volta mais.

Comecei a escrever este post pk ontem foi dia 9/9 e era o dia do aniversário da Nina. 24 anos depois eu ainda me lembro sempre disso quando vejo a data 9 de setembro. Mas as lágrimas que me caíram durante todo o tempo que escrevi este post servem apenas para confirmar que o amor por um animal é algo tão grandioso como o amor por outro ser humano e hoje eu ainda tenho saudades da Leta e da Nina.

 

A saudade é eterna!

 

Estrunfina às 10:26
Link | Comentar AKI | Ver Comentários (4)

Desabafo

ODEIO O ACORDO ORTOGRÁFICO!

 

E pronto, era só isto.

Estrunfina às 10:24
Link | Comentar AKI
Sexta-feira, 9 de Setembro de 2011

Beware

: Nelly - Just a Dream
Estrunfina às 15:03
Link | Comentar AKI

Creative Commons License
Estrunfinices by Estrunfina is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Portugal License.

Últimas Estrunfinices

OBRIGADA!!!

Por fin...

Catarse!!!

Nem mais!

Há coisas do caraitas!!!

4655 Dias de TI

RESPECT!!

A primeira aula da manhã

Suspiro FUNDO

Quer-me cá parecer que...

Baú das Estrunfinices

Maio 2016

Abril 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Setembro 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Aldeia dos Estrunfes

O Divino em MIM

 

A MINHA FILHA.  O calor do sol a keimar o corpo num dia de praia. Um mergulho de mar ao luar.  Os sorrisos.  Morangoska granizada. Akela música, no momento certo.  Andar descalça sobre a relva.  O cheiro da terra molhada.  Dream Team Forever Marés vivas num dia de Inverno.  O nascer de um novo dia.   Akele olhar.  Chamusca.  Pego Escuro. Correr na praia e espantar as gaivotas.  Um sussurro k faz bater forte o coração.  O suspiro da minha filha kdo dorme.  A saudade. Gargalhadas.  A gargalhada dela.  Licores.  Avistar Lisboa da Ponte 25 de Abril.  Gelado de Dolce de Leche.  Os ABRAÇOS k transbordam a alma.  O microfone. Quando os meus alunos "Conseguem".  Andar de mão dada. Cócegas.  "AMO-TE".  Petiscadas.  A atracção.  Ilha deserta.  Sentir a minha filha dentro de mim.  Dançar.  Pasteis de Nata.  O carinho de ex-alunos. O silêncio.  O céu estrelado de uma noite quente no Alentejo.  As minis à varanda, a ver o mar. DREAM TEAM FOREVER.  O carinho da família.  Banho de mar "em pêlo".  As bolachas da mana.  A fogueira da Praia Verde.  Ver a minha filha aprender algo novo. Porto Novo.  Rir até chorar. Serra de Sintra.  Os primeiros passinhos.  Ver raios de sol "furarem" o céu nublado.  AMIG@S.  Ouvir o bater do coração.  Olhar nos olhos.  Vimeiro.  Uma massagem.  Cheirinho a casa limpa.  Golo de Portugal. O Guadiana.  Orgasmo.  Ver o pôr-do-sol sabendo k ele nasce noutro sítio ao mesmo tempo.  Amamentar.  O céu azul.  Noite quente à beira Tejo.  Papoilas.  Cheiro a maresia.  Sardinhas assadas.  Alcançar.  O brilho do sol reflectido na água.  Gaivotas.  Fazer amor na praia.  O cheirinho k fica na roupa dela .  Acordar.  Fazer "Koys" enroscadinha a ela debaixo do edredon.  Cataplana de Lagosta.  A minha filha bébé adormecer sobre o meu peito enkto mexia na mha orelha.  Lua Cheia.  Panquecas às 3 da manhã.  O Cristo Rei.  O cheiro da pele depois de fazer amor.  A casca do pessego.  A "minha" estrela.  O toke. Pistacios.  Correr com ela na praia.  As boas conversas.  Girassóis.  Concertos dos Bon Jovi. Chorar até tirar o peso do peito.  Cantar.  Coca-cola.  Rezar.  Guincho. Todas as "Good Nights".  Margarita de morango a meio da tarde na esplanada do Siesta.  Frio na barriga. Orgulho.   Dormir numa cama feita de lavado.  Beijo com língua.  Golo do Benfica.  Uma garrafa de Grandjó geladinha.  A primavera no Alentejo.  Lareira.  Póvoa Dão.  Voar.  A carta certa num jogo de Poker.  Jantar à luz das velas.  Caracóis.  Ganhar no último minuto.  Uma viola, uns acordes e amigos. Beijos no pescoço.  O 1º "Mamã".  Ver a balança a baixar.  Um cigarro ao luar.  Cheirar protector solar no Inverno.  Bolas de sabão. Fazer mergulho.  Trovoada de Verão numa noite à beira mar.  O 1º beijo.  Banho de espuma e pétalas, música certa e luz de velas. Dormir a sesta.  Lisboa à noite vista do ar.  Ramos de rosas.  Ferreira.  O sabor da água salgada na pele.  Ouvi.la cantar a plenos pulmões quando vai à pendura na mota. O vôo da cegonha.  Os jogos em "Miami Beach".  APRENDER.

 

 

 

blog1