My Moments
Loading...
Click here to create your own QuitSmokingCounter.com
Domingo, 31 de Julho de 2011

Hoje realizo um sonho

Fui...

 

: Bon Jovi - It's My Life
Estrunfina às 11:19
Link | Comentar AKI

Indecisa

Estrunfina às 11:08
Link | Comentar AKI | Ver Comentários (1)
Sexta-feira, 29 de Julho de 2011

Update

Hoje p compensar o excesso de ontem

 

 

Não comeces a fazer caminhadas e umas corridinhas, n... Vais entrar na 2ª série do Peso Pesado ké um mimo!! 

Estrunfina às 23:38
Link | Comentar AKI

Começando assim n sei onde vou terminar

1º dia de férias

 

Ontem...e ainda estou cheia!!

Estrunfina às 23:34
Link | Comentar AKI

Porque SIM!!

Aos meus afectos

 

Estrunfina às 16:53
Link | Comentar AKI
Quinta-feira, 28 de Julho de 2011

Pontos de Vista

Não são raras as vezes que se consegue ler neste blog a frase: educar a minha filha / uma criança é A coisa mais difícil que já fiz na minha vida.

É um clichet mas, a maternidade muda-nos no que de mais visceral existe em nós.

N há como ser MÃE e não mudar.

Tb já referi aqui o momento em que, quando a confusão do nascimento e das visitas e da anestesia começou a amainar e, finalmente fiquei só EU & ELA, naquele quartinho da Maternidade de Cascais. E eu, deitada na cama sem conseguir praticamente pestanejar com dores, ali fikei muito quietinha, deitada de lado a olhá-la no bercinho. Esse foi O momento. P ela n sei kdo foi. N sei seker se ma puseram em cima do tronco nú assim k nasceu. Eu estava KO, sob os efeitos de uma anestesia geral naquele que, provavelmente, é o maior arrependimento da mha vida: não a ter conhecido imediatamente.

Mas, o TAL momento foi o momento em que percebi que eu era MÃE. Não poderia desitir, dizer k afinal n keria nakela cor ou trocar por um nº acima. Que aquela coisinha tão pequenina e indefesa era a minha responsabilidade e, daí, o primeiro sentimento de: Caraças me lixem se n me viro ao contrário p fazer isto bem!!

Logo, logo vieram as toneladas de perguntas na mha cabeça k me apertavam o coração e me faziam frio na barriga. Coisas tão básicas como: "K raio vou eu preparar p ela comer kdo deixar de a amamentar??" ou "Como lhe vou eu conseguir prender o cabelo com elásticos se ela o kiser usar comprido??"

Anyway...

As respostas vão surgindo, a seu tempo, as apredizagens tb (e falo mais das minhas que das dela) e quando olho para ela, o meu coração ri e brilha com uma intensidade única e sinto um orgulho imenso da pessoa k ali está à minha frente.

E é aqui que este post vai sofrer uma viragem tipo: puxa o travão de mão e fica em sentido contrário (ou talvez não).

Ontem apanhei um especial da Oprah com a família do Michael jackson.

A certa altura, entrevistou o pai e inquiriu-o em relação às acusações de maus tratos em relação aos filhos.

E aquele Homem, de quem eu nunca gostei pelo seu ar de Pimp, pela sua fama e pelo facto dos filhos terem assumido publicamente os maus tratos que sofreram às suas mãos, respondeu de uma forma que me fez tirar-lhe o chapéu e estar aqui a escrever sobre ele.
À pergunta da Oprah sobre se não se arrependeu da forma como educou os seus filhos, recorrendo a "abusos físicos" a resposta dele foi:

Não!

Aquela seria a hipótese magistral para se tentar redimir de todas aquelas acusações e, em vez de ser políticamente correcto, ele respondeu apenas - Não!

Depois de uma pequena pausa, continúou, explicando que, ele fez o que foi necessário para educar os seus filhos correctamente, tendo em conta as estratégias utilizadas na altura e que, naquela época, conseguir educar 9 filhos afro-americanos e nenhum deles ter sido preso, ou ter-se metido na droga e, hoje em dia, considerá-los, a todos, bons homens e mulheres e, principlamente, bons pais, fazia com que ele não sentisse nenhum arrependimento mas sim um sentimento de trabalho bem feito.

E eu, que até recorro a uma palmada quando julgo que a situação o exige e k por vezes me sinto tão culpada por isso dei comigo a pensar k, a mágoa k a mha filha sente kdo leva essa palmada será totalmente compensada se isso fizer dela um ser humano bem formado e uma boa mãe (mto melhor que eu, e sem recurso a palmadas, se possível).

Os tempos são outros, é verdade. Eu apanhei de chinelo de madeira, apanhei estaladas na cara e.... passemos à frt. Ela apanha umas palmadas na bunda em casos extremos em k o " meu elástico" rebentou por insistência prolongada e eu sei k o choro dela é muito mais de mágoa no coração do k de dor física na bunda. Já houve até alturas em que ela fica a chorar no quarto e eu venho chorar p a sala, sem ela ver.

Educar é difícil e o pior de tudo, é k as falhas têm um preço demaisado caro, n p mim, mas p ela. Assim sendo, o melhor é correr o risco e fazer aquilo k a mha consciência dita. Até à data está a dar um resultadão.

 

 Esta é a minha filha, na consulta de oftalmologia.

Momentos depois, antes de sair, recebeu um elogio da assistente porque se tinha portado muito bem durante toda a consulta e tratamento e porque era muito bem educada.

E eu fikei ali, a sorrir com o corpo e a alma toda e a rebentar de orgulho.

 

Por isso, Margarida, se hoje já és crescida e estás a ler estas parvoeiras que a mãe escreveu em tempos, fica sabendo que eu não gosto nada de te dar palmadas e que me doi tanto a mim como a ti mas, espero que tenham valido a pena e que sejam apenas memórias raras e muito apagadinhas  da tua infância. Amo-te muito e quando puderes liga à mãe a dar notícias pk certamente andas enrolada com um gajo kk e a tua mãe já n é uma prioridade e está catrafiada num lar kk, com os dentes dentro de um copo e uma Lindor anatómica a precisar de ser mudada.

Desta que te ama,

 

Mãe

Estrunfina às 09:58
Link | Comentar AKI | Ver Comentários (2)
Terça-feira, 26 de Julho de 2011

Falta 1 mão cheia de dias

Começo a sentir assim uma espécie de bichinho carpinteiro. Sinto k vem aí algo brutalmente memoravel. Caraitas!!

 

 

: Bon Jovi - Born to be my baby
Estrunfina às 15:56
Link | Comentar AKI | Ver Comentários (2)

Shame on me

É uma vergonha?? É!

 

Nunca li nenhum livro de Saramago.

Um nóbel da literatura. Um português. E eu...népias!!

Nunca me deu p aí. Mais ao menos como o Brunch k só no passado domingo provei.

Mesmo a sua figura nunca me inspirou grd simpatia ou curiosidade.

 

Quiz o destino que uma diversidade de factores se conjugassem e que hoje esteja aqui, a escrever sobre ele, imediatamente após ter terminado de ver o filme José & Pilar.

O filme?? Cinzento e parado. Nada o meu género mas dei por mim a gostar dele. Fez-me pensar, reflectir e, de encontro ao desejo de Saramago, desassossegou-me.

Já antes umas frases suas, pintadas a Graffitti junto à Casa dos Bicos, o tinham feito.

Pilar, já lhe reconhecia uma imagem e personalidade forte, ganhei-lhe agora uma imensa admiração.

Acho que vou começar pelo fim

 

  

Estrunfina às 14:54
Link | Comentar AKI | Ver Comentários (5)
Segunda-feira, 25 de Julho de 2011

Updates (Não consigo evitá-los)

Hoje foi dia de transplantar os pimenteiro padron.

A inexperiência tem destas coisas e meti a pata na poça ao semear os pimenteiros. Tudo ao molho e fé em Deus só resulta até uam certa altura por isso foi dia de tirá.los todos do canteiro, pé a pé, e replantá-los individualmente até k ganhem estaleca p se juntarem 5 ou 5 no mesmo canteiro.

O resultado: 40 pés transplantados e 8 deixados a germinar mais um bocadinho.

Já me imagino à beira da estrada, a caminho da Ericeira, com uma plakinha a dizer: Vendem-se Pimentos Padron!!

Onde raio vou eu enfiar 48 pimenteiros??

 

 

Anyway:

 

O canteiro da salsa e dos coentros está magnífico e este fds já usei coentrinhos do meu canteiro (mto cheirosos por sinal). A hortelã parecia k tinha pifado mas hoje dei com umas folhinhas a rebentar ao lado da k plantei. O manjericão está firme e hirto k nem um barra de ferro e das malaguetas ainda n há sinal.

 

Estou a pensar seriamente em comprar umas jardineiras e um chapéu de palha com abas grandes!!

Estrunfina às 14:42
Link | Comentar AKI | Ver Comentários (3)
Domingo, 24 de Julho de 2011

Um acordar diferente

De vez em kdo dá-me para inventar coisas novas. Nothing new about that.

Hoje acordei tarde e lembrei-me de ir experimentar uma coisa nova.  E foi assim k fui tomar um belo dum BRUNCH.

O Brunché uma refeição de origem estadunidense que combina o café da manhã (pequeno-almoço) (breakfast) com o almoço (lunch). Wikipedia

Epahh...definições à parte...REGALEI-ME!!

 

Provei finalmente os famosos ovos Benedict - errrrrr... é bom mas nada do outro Mundo.

Recomendo vivamente a experiência. Eu comecei por experimentar este mas já tenho uns ktos na calha.

Estrunfina às 22:57
Link | Comentar AKI
Sábado, 23 de Julho de 2011

Cristo o k se passa comigo?!?!?!?

N dormi em casa esta noite e, let's ieave it at that.

Hj de manhã acordei e ainda meio estremenhada pensei em sobressalto:

 

Não reguei ontem!!

 

 

Amigos e Amigas..HELP!! N me reconheço

: Bon Jovi - Blame it on the love of R&R
Estrunfina às 13:04
Link | Comentar AKI | Ver Comentários (5)
Sexta-feira, 22 de Julho de 2011

Estrunfeville

  Check!!

 

Em fase de secagem das sementes

Estrunfina às 13:03
Link | Comentar AKI
Quinta-feira, 21 de Julho de 2011

Vida Dura

 

O tempo n anda do melhor mas o dia foi passado ali dentro com aguinha aquecida a 31ºC. Difícil mesmo era sair lá de dentro mas, garantiram-me k as únicas partes do corpo capazes de engelhar são os dedos por isso, deixei-me ficar.

 

Horrível, horrível é ir trabalhar amanhã às 8:30.

 

Para a posteridade fica o facto de hoje ter sido um dia BÃO!

Estrunfina às 22:53
Link | Comentar AKI
Quarta-feira, 20 de Julho de 2011

Não sei se é porta ou janela mas...

...fechem o que tá a fazer corrente de ar.

Amanhã é dia de...

 

Com água a 31ºC k o menino é friorento!!

 

Outra foto em k fikei bem pahh...Isto da fotogenia tem k se lhe diga!!

Estrunfina às 23:20
Link | Comentar AKI

De raspão

O contrário de amor?... Paixão

 

 Deu k pensar.

Estrunfina às 13:39
Link | Comentar AKI | Ver Comentários (2)
Terça-feira, 19 de Julho de 2011

Próxima Aquisição

 

I'm gonna get "Hot in city"!!!! Muahahahahahahahah......

Estrunfina às 17:07
Link | Comentar AKI | Ver Comentários (2)

The Real Farmville - A "quinta" expande-se

 

Hortelã e manjericão plantados e acrescentei um toke apaneleirado no vasinho.

N sei kem tomou este corpo mas... N me reconheÇo

 

PS - Coisas que eu nunca imaginei fazer na minha vida 1 - Pesquisar no Google: El cultivo del pimiento padron

Estrunfina às 16:48
Link | Comentar AKI | Ver Comentários (2)
Segunda-feira, 18 de Julho de 2011

Parabéns, Madiba

Uma admiração imensa.

One man...one vision... He did it!! Anything is possible.

 

Estrunfina às 14:27
Link | Comentar AKI | Ver Comentários (2)
Domingo, 17 de Julho de 2011

...

"...I close my eyes slowly
Flowin' away slowly
But I know I'll be alright
It's coming stronger to me..."

 

Estrunfina às 21:12
Link | Comentar AKI

O ambiente cá em casa

Mãeeee anda depressa. Tá a dar Bon Jovi no Panda Bigs!!!!

 

 

No entanto, vou interromper o ciclo p deixar a tocar uma musica pela kual me apaixonei.

: Bryn Christopher - The Quest
Estrunfina às 21:04
Link | Comentar AKI | Ver Comentários (5)

Creative Commons License
Estrunfinices by Estrunfina is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Portugal License.

Últimas Estrunfinices

OBRIGADA!!!

Por fin...

Catarse!!!

Nem mais!

Há coisas do caraitas!!!

4655 Dias de TI

RESPECT!!

A primeira aula da manhã

Suspiro FUNDO

Quer-me cá parecer que...

Baú das Estrunfinices

Maio 2016

Abril 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Setembro 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Aldeia dos Estrunfes

O Divino em MIM

 

A MINHA FILHA.  O calor do sol a keimar o corpo num dia de praia. Um mergulho de mar ao luar.  Os sorrisos.  Morangoska granizada. Akela música, no momento certo.  Andar descalça sobre a relva.  O cheiro da terra molhada.  Dream Team Forever Marés vivas num dia de Inverno.  O nascer de um novo dia.   Akele olhar.  Chamusca.  Pego Escuro. Correr na praia e espantar as gaivotas.  Um sussurro k faz bater forte o coração.  O suspiro da minha filha kdo dorme.  A saudade. Gargalhadas.  A gargalhada dela.  Licores.  Avistar Lisboa da Ponte 25 de Abril.  Gelado de Dolce de Leche.  Os ABRAÇOS k transbordam a alma.  O microfone. Quando os meus alunos "Conseguem".  Andar de mão dada. Cócegas.  "AMO-TE".  Petiscadas.  A atracção.  Ilha deserta.  Sentir a minha filha dentro de mim.  Dançar.  Pasteis de Nata.  O carinho de ex-alunos. O silêncio.  O céu estrelado de uma noite quente no Alentejo.  As minis à varanda, a ver o mar. DREAM TEAM FOREVER.  O carinho da família.  Banho de mar "em pêlo".  As bolachas da mana.  A fogueira da Praia Verde.  Ver a minha filha aprender algo novo. Porto Novo.  Rir até chorar. Serra de Sintra.  Os primeiros passinhos.  Ver raios de sol "furarem" o céu nublado.  AMIG@S.  Ouvir o bater do coração.  Olhar nos olhos.  Vimeiro.  Uma massagem.  Cheirinho a casa limpa.  Golo de Portugal. O Guadiana.  Orgasmo.  Ver o pôr-do-sol sabendo k ele nasce noutro sítio ao mesmo tempo.  Amamentar.  O céu azul.  Noite quente à beira Tejo.  Papoilas.  Cheiro a maresia.  Sardinhas assadas.  Alcançar.  O brilho do sol reflectido na água.  Gaivotas.  Fazer amor na praia.  O cheirinho k fica na roupa dela .  Acordar.  Fazer "Koys" enroscadinha a ela debaixo do edredon.  Cataplana de Lagosta.  A minha filha bébé adormecer sobre o meu peito enkto mexia na mha orelha.  Lua Cheia.  Panquecas às 3 da manhã.  O Cristo Rei.  O cheiro da pele depois de fazer amor.  A casca do pessego.  A "minha" estrela.  O toke. Pistacios.  Correr com ela na praia.  As boas conversas.  Girassóis.  Concertos dos Bon Jovi. Chorar até tirar o peso do peito.  Cantar.  Coca-cola.  Rezar.  Guincho. Todas as "Good Nights".  Margarita de morango a meio da tarde na esplanada do Siesta.  Frio na barriga. Orgulho.   Dormir numa cama feita de lavado.  Beijo com língua.  Golo do Benfica.  Uma garrafa de Grandjó geladinha.  A primavera no Alentejo.  Lareira.  Póvoa Dão.  Voar.  A carta certa num jogo de Poker.  Jantar à luz das velas.  Caracóis.  Ganhar no último minuto.  Uma viola, uns acordes e amigos. Beijos no pescoço.  O 1º "Mamã".  Ver a balança a baixar.  Um cigarro ao luar.  Cheirar protector solar no Inverno.  Bolas de sabão. Fazer mergulho.  Trovoada de Verão numa noite à beira mar.  O 1º beijo.  Banho de espuma e pétalas, música certa e luz de velas. Dormir a sesta.  Lisboa à noite vista do ar.  Ramos de rosas.  Ferreira.  O sabor da água salgada na pele.  Ouvi.la cantar a plenos pulmões quando vai à pendura na mota. O vôo da cegonha.  Os jogos em "Miami Beach".  APRENDER.

 

 

 

blog1