My Moments
Loading...
Click here to create your own QuitSmokingCounter.com
Terça-feira, 30 de Novembro de 2010

Whatelse?? Uma unha encravada??

Ela está doentinha.

Nada de grave mas achei por bem resguardá-la hoje e aproveitar o feriado de amanhã p k a coisa não descambe para febres e outras tretas piores. Por enkto estamos na tosse, no ranho e nas dores de garganta e ouvidos.

É óbvio k nunca se escolhem estas alturas mas ela parece k escolhe sempre a semana em k tenho mais avaliações para fazer e não posso mesmo faltar. Hoje vou aplicar testes escritos a 2 turmas e é o último treino que dou antes do jogo de sábado.

Vale a "madrasta" (ai como abomino este nome), que já está de resguardo à espera k a mana nasça, para ficar com ela enkto vou dar as minhas aulas.

Se me vejo às 5 da tarde, com ela, aqui no quentinho...

Tenho impressão k o feriado vai ser passado de pijama e roupão, debaixo do edredon ou edredão (pk assim rima).

 

Estrunfina às 09:10
Link | Comentar AKI | Ver Comentários (6)
Domingo, 28 de Novembro de 2010

Let me be

Basicamente, sou bastante transparente e não sou grande perita em disfarçar emoções.

No entanto, esforço-me por não misturar as coisas e, embora quem me conheça minimamente consiga perceber se estou ou n estou bem, certo é k uma das minhas "estratégias" de disfarce é continuar a dizer piadas parvas e tentar fazer rir os outros, mesmo quando por dentro tenho o peito estilhaçado e tudo é cinzento muito escuro.

Custa-me, no entanto, kdo kem está perto de mim e me conhece, e sabe o k estou a passar, confunde esse comportamento com um: é para o lado que ela dorme melhor.

Não sou de me armar em calimero mas, feliz ou infelizmente, este blog deixou de ter o anonimato que tinha e são muitas as pessoas com kem lido diariamente k o lêem. Como tal, é sempre um risco que corro, quando escrevo ou deixo transparecer aki k alguma coisa n está bem. O risco de me armar em calimero. Da mesma forma que corro o risco de ser pretensiosa ou arrogante quando fico feliz pk alguma coisa me correu bem e estou feliz cmg própria.

São cada vez mais assíduos os travões e condicionalismos a k me imponho por saber k X, Y ou Z lêem este blog mas, em última instância, penso no propósito k lhe deu origem, no kuão importante ele foi para k me re-erguesse da penumbra e no kuanto é importante k me mantenha fiel a tudo isso.

Escrevi recentemente k são kuase nulas as pretensões deste blog e desta blogger.

Isto é o k é, vale o k vale mas é meu e eu faço o k bem entendo disto. E se estou feliz, estou feliz e se estou deprimida estou deprimida, e se me apetecer escrever umas valentes caralhadas tenho todo o direito disso, sem ter k estar a pensar kem vai ler e o k vai pensar.

Posto isto, serve este post p dizer k posso sair, posso cantar, posso rir e posso fazer piadas para logo a seguir me refugiar em casa, no silêncio de kem n sabe o k pensar kto mais dizer, na distração de filmes e das séries na Tv para não pensar muito e n rebentar num pranto que não me levará a lado nenhum nem resolverá porcaria nenhuma. Não sou sempre a gaja bem disposta e brincalhona e tenho o direito a ser mal humorada, triste e cinzenta. E k para mim já é um esforço brutal n descarregar isso nos k me estão mais próximos e conseguir refugiar-me no meu canto e no meu silêncio pk, tempos houve, em k discutia com kem mais gostava de modo a extravazar a minha frustração.

Nem sei bem pk estou a escrever isto mas precisei de o escrever.

E estou triste. E estou no meu canto. E quando estiver melhor, estarei. E enkto n estiver, não estou mas, o mundo continuará a girar e ninguém morre por causa disto...

 

 

 

... talvez só uma parte do meu coração.

Estrunfina às 19:00
Link | Comentar AKI | Ver Comentários (6)

Make it stop

Estrunfina às 00:21
Link | Comentar AKI

1 mês

Sem tabaco.

E como foram difíceis os últimos 2 dias.

Arghhhhh...Still counting

 

Não é certamente a única coisa mas, é uma delas e é a isso que me agarro.

 

Estrunfina às 00:17
Link | Comentar AKI
Quinta-feira, 25 de Novembro de 2010

Broken

Estrunfina às 22:40
Link | Comentar AKI | Ver Comentários (5)

Genial

Cheating Like a ProEspero k os meus alunos n vejam isto

Estrunfina às 01:08
Link | Comentar AKI
Quarta-feira, 24 de Novembro de 2010

Sim, estou

 

E p kem tanto critíca estas coisas e acha k são apenas uma desculpa p n ir trabalhar, eu hoje vou perder um dia de trabalho kdo só teria k ir à escola e dar 1 aulinha.

Faço greve pk esta é a única forma disponível para mostrar o meu desagrado p com as medidas  deste Governo k esbanja o meu / nosso dinheiro como bem lhe apetece e kdo n há vem tirar mais um bocadinho pk o k roubou antes não chega.

O pior de tudo é k, apesar de estar en greve, hoje vou fazer os testes p aplicar às minhas turmas por isso, basicamente, vou aproveitar a greve para trabalhar.

E isto n é armar-me em Calimero mas às vezes é irritante ouvir constantemente k a vida de professor / funcionário público é um espectáculo maravilhoso onde não se ganha muito mas tb n se faz ponta de corno.

Ahhh e "by the way" ontem fui insultada e desrespeitada por uma ciganita de 12 anos que, não sabe ler e escrever mas que o estado me diz que tenho que "tentar aguentar" na escola o mais possível e por isso passa-a p o 6º ano p ela estar lá entretida.

Estas são algumas das maravilhas de ser professora numa escola pública, no nosso país.

 

Sim, estou um pedacinho azeda hoje.

Estrunfina às 11:11
Link | Comentar AKI
Terça-feira, 23 de Novembro de 2010

Hoje é dia de

Receber o ordenado e o subsídio de Natal!!!

 

THANK YOU LORD!! ALELUIA JESUS!!! SALVÉ IRMÃOS!!

 

 

 

Estrunfina às 10:28
Link | Comentar AKI

A aguentar-me...

...um dia de cada vez!

 

Nossa arma mais eficiente contra a nicotina é, e sempre foi, a nossa inteligência superior, só precisamos colocar a inteligência para trabalhar.

 

Estrunfina às 00:57
Link | Comentar AKI

Guess who??

 

 

"Moné" Lisa

 

(axo k ela acha k a moça é indiana e queria dizer monhé???)

Estrunfina às 00:33
Link | Comentar AKI
Segunda-feira, 22 de Novembro de 2010

Love iT

Estrunfina às 08:15
Link | Comentar AKI
Domingo, 21 de Novembro de 2010

A família que "escolhi"

Devia ter uns 12 anos quando entrei pela 1ªvez no Pavilhão Nº2 da Luz.

Na minha cabeça "ía prestar provas" mas o tempo fez-me ver que, no Voleibol, isso não acontecia e quem quisesse por lá ficar a treinar era mais que benvinda.

Mal imaginava eu que akela decisão iría definir e moldar a pessoa que seria, para sempre.

Passei 5 épocas nos escalões de formação do Sport Lisboa e Benfica mas que bem poderia ser o Sport Clube das Galinheiras pk ali, o mais importante n era o peso da camisola mas os laços que se criaram e os valores que recebi.

Quando subi a sénior, acabaram com as modalidades amadoras no Benfica mas n foi isso k nos impediu de nada...mudámo-nos de armas e bagagens para a Associação Desportiva Maristas pk, lá está, n era pela camisola que estávamos ali. Estávamos ali umas pelas outras.

Acabei por abandonar o Voleibol quando entrei para a Faculdade. Era p ser apenas um time out mas acabou por ser definitivo. A vida assim se proporcionou. Para mim e p elas, as verdadeiras razões de pensar seker em voltar.

Durante esses 7 anos de Voleibol, houve um pequeno grupo que se manteve. Auto-apelidámo-nos ou alguém, algures, nos apelidou de Dream Team. Longe das cavalonas habituais com 1,80m que caracterizam as "boas" jogadoras de Voleibol éramos um grupo de baixinhas, rodinhas baixas. A mais alta não teria muito mais k 1,70 mas, caraças, a vontade sobrepôs-se aos centímetros e chegámos onde supostamente ninguém acreditava que fossemos capazes. Durante 5 desses anos, fui treinada pelo mesmo TREINADOR, de seu nome Francisco Guerra,sempre foi um homem robusto, careca e de barba com o um vozeirão capaz de me fazer largar umas pingas na cueca cada vez que se passava dos carretos connosco mas com um coração do tamanho do Universo.

Ontem voltámos a juntar-nos. Não todas, mas um pequeno grupo.

Juntámo-nos ao nosso treinador, juntámo-nos num campo de voleibol com a rede à altura das Iniciadas pk os pés já n saiem do chão com a mesma facilidade. Jogámos Tentámos jogar e durante akele pedacinho fui tãoooo feliz. O tempo parece não ter passado quando ali estamos de novo. A diferença são as carradas de putos que por ali correm - a nossa prole e a nossa percentagem de massa gorda (com algumas RANHOSAS excepções).

A seguir ao jogo, uma almoçarada dakelas em k ficamos ali a recordar tudo pela enésima vez mas k sabe tão bem.

Depois vêm as despedidas, os abraço apertados, os votos de um reencontro em breve.

Depois vem a nostalgia e o adormecer de sorriso nos lábios recordando tudo o que se viveu.

Depois vem o acordar e as dores no corpo todo, numa sensação semelhante a ter sido cilindrada por um comboio de alta velocidade.

E depois vem a saudade. Porque, o que foi não volta a ser e por mais que queiramos todas temos vidas diferentes e há que aceitar que assim é.

No entanto, e porque são uma parte demasiado importante para não lhes dar o devido valor aqui neste cantinho que é tanto de mim, hoje venho aqui dizer que, tive 2 famílias e que uma delas teve um pai que me ensinou muito do que sou. Tanto ou mais do que o meu pai biológico. Tive muitas irmãs e todas elas à sua maneira me deram o que de mais precioso a vida tem. Amizade, lealdade, cumplicidade e um carinho que, mesmo que não nos vejamos durante mil anos, está lá sempre e acho que estará lá, até ao fim.

OBRIGADA!! Do fundo do coração, OBRIGADA!! Para mim, foram de facto um verdadeiro DREAM.

 

Estrunfina às 08:51
Link | Comentar AKI | Ver Comentários (2)
Sábado, 20 de Novembro de 2010

Bahhhhhh

Sou habitualmente uma gaja bem disposta.

Gosto de rir e de fazer rir quem está à minha volta pk acho que  os risos e os sorrisos são sempre sinal de felicidade.

A falta de sentido de humor alheia é algo com o kual lido muito mal.

O curso de psicologia que tirei na caixa da Farinha Amparo não é muito explícito mas quando não se tem a capacidade para rir de si próprio, não é bom sinal, pois n??

 

Ohh well, bottom line:

 

Estrunfina às 09:58
Link | Comentar AKI
Quinta-feira, 18 de Novembro de 2010

Got it

Prestes a adormecer:

 

Oh mãe, o Leonardo Da Vinci é que pintou a Última Ceia!!

 

 

Como me desmachei a rir, desatou num chorrilho:

 

Sabias que a Pocahontas morreu pk ficou doente????

 

E que a Helen "Kella" era surda e cega e que tinha muitas dificuldades em ser compreendida??

 

Aii, e aquele....arghhh como é k ele se chama....... Ahhh!! O Marco "Paulo", descobriu o caminho para a Ásia???

 

*

 

E o Sr. do Colombo descobriu a América.

 

......................................e a coisa continuou..............................................

 

Resumindo:

 

Aparentemente, o pai tem lá em casa uma colecção de DVDs em português que falam sobre esta gente toda e sobre (quem mais??) a Joana d'Arc.

 

 

* A mha mãe tinha este single do senhor que descobriu o caminho p a Ásia

Estrunfina às 21:51
Link | Comentar AKI | Ver Comentários (3)

Faz sempre bem parar e lembrar estas coisas

1. A vida não é justa, mas ainda é boa.  

2. Quando estiver em dúvida, dê somente o próximo passo, pequeno.

3. A vida é muito curta para desperdiçá-la odiando alguém.  

4. Seu trabalho não cuidará de você quando você ficar doente. Seus amigos e familiares cuidarão. Permaneça em contato.  

5. Pague mensalmente seus cartões de crédito.  

6. Você não tem que ganhar todas as vezes. Concorde em discordar.

7. Chore com alguém. Cura melhor do que chorar sozinho.  

8. É bom ficar bravo com Deus. Ele pode suportar isso.  

9. Economize para a aposentadoria começando com seu primeiro salário.

10. Quanto a chocolate, é inútil resistir.  

11. Faça as pazes com seu passado, assim ele não atrapalha o presente.  

12. É bom deixar suas crianças verem que você chora.  

13. Não compare sua vida com a dos outros.. Você não tem idéia do que é a jornada deles.  

14. Se um relacionamento tiver que ser um segredo, você não deveria entrar nele.  

15. Tudo pode mudar num piscar de olhos. Mas não se preocupe; Deus nunca pisca.  

16. Respire fundo. Isso acalma a mente.  

17. Livre-se de qualquer coisa que não seja útil, bonito ou alegre.  

18. Qualquer coisa que não o matar o tornará realmente mais forte.  

19. Nunca é muito tarde para ter uma infância feliz. Mas a segunda vez é por sua conta e ninguém mais.  

20. Quando se trata do que você ama na vida, não aceite um não como resposta.  

21. Acenda as velas, use os lençóis bonitos, use lingerie chic.  Não guarde isto para uma ocasião especial. Hoje é especial.  

22. Prepare-se mais do que o necessário, depois siga com o fluxo.  

23. Seja excêntrica agora. Não espere pela velhice para vestir roxo.

24. O órgão sexual mais importante é o cérebro.  

25. Ninguém mais é responsável pela sua felicidade, somente você...  

26. Enquadre todos os assim chamados "desastres" com estas palavras 'Em cinco anos, isto importará?'  

27. Sempre escolha a vida.  

28. Perdoe tudo de todo mundo.

29. O que outras pessoas pensam de você não é da sua conta.    

30. O tempo cura quase tudo. Dê tempo ao tempo.  

31. Não importa quão boa ou ruim é uma situação, ela mudará.  

32. Não se leve muito a sério. Ninguém faz isso.  

33. Acredite em milagres.  

34. Deus ama você porque ele é Deus, não por causa de qualquer coisa que você fez ou não fez.

35. Não faça auditoria na vida. Destaque-se e aproveite-a ao máximo agora.  

36. Envelhecer ganha da alternativa -- morrer jovem.  

37. Suas crianças têm apenas uma infância.  

38. Tudo que verdadeiramente importa no final é que você amou.  

39. Saia de casa todos os dias. Os milagres estão esperando em todos os lugares.  

40. Se todos nós colocássemos nossos problemas em uma pilha e víssemos todos os outros como eles são, nós pegaríamos  nossos mesmos problemas de volta.  

41. A inveja é uma perda de tempo. Você já tem tudo o que precisa.  

42. O melhor ainda está por vir.  

43. Não importa como você se sente, levante-se, vista-se bem e apareça.

44. Produza!

45. A vida não está amarrada com um laço, mas ainda é um presente. 

      

By Regina Brett

 

 

Recebido via mail

Estrunfina às 10:41
Link | Comentar AKI | Ver Comentários (2)

Ai Queiroz, Queiroz

 Ganhámos 4-0 contra os Campeões do Mundo e da Europa, jogámos bUUUUnitUUUUUU, fomos roubados num golo fabuloso do Cristiano k só jogou na 1ª parte e, vá-se lá saber pk, 3 dos golos foram marcados por gajos k n foram convocados p o Mundial.

 

 

 

Só um à parte:

 

No intervalo houve uma cerimónia de homenagem ao "roupeiro" (chamarem-lhe técnico de equipamentos foi um must) da selecção nacional k, depois de 33 anos ao serviço da Federação Portuguesa de Futebol recebe o k???

 

Uma fantástica e fabulosa SALADEIRAAAAAAAAAA entregue com muito carinho pelo Figo e pelo Pauleta.

 

Bom, há que ver pelo lado positivo: sempre fica com um bom recipiente p fazer sangria.

 

 

Estrunfina às 00:20
Link | Comentar AKI | Ver Comentários (2)
Quarta-feira, 17 de Novembro de 2010

Aparentemente...Só melhora

Há já n sei kto tempo (e fartei-me de andar a correr os arquivos p ver se sabia kdo), comprei um dakeles armários de jardim k, logo na sua montagem, me fez kestionar se tinha feito bem ou n.

Pois passado este tempo, devo dizer k foi uma péssima compra. Só vale a pena se for p guardar numa garagem, abrigadinho e sugadito lá num cantinho. Colocá-lo no exterior revelou-se uma ideia miserável por parte do meu Teco.

Por questões k agora n me apetecem voltar a referir, o estúpido do armário acabou no terraço do meu prédio mas desde logo foi uma aventura arranjar um cadeado k n enferrujasse ali. Por outro lado e pk, p servir ali, o cadeado teria k ser relativamente comprido, as portas acabavam por abanar bastante e num instante partiram-se os encaixes (super resistentes , feitos de plástico tipo tupperware) e fikei sem uma das portas.

Ontem encontrei a vizinha do lado k me dise p, kdo pudesse, passar no terraço k o meu armário estava partido. Dada a adiantada idade da srª, pensei: Oh akilo já está assim há séculos e só hj é k lá dei um salto.

 

A 2ª porta foi com as cucuias e estava jogada no chão a uns 5 m do armário. O aquário da tartaruguinha falecida estava feito em estilhaços no meio do chão e, (e esta é a parte melhor) akele saco de 4 Kg de briketes de madeira condensada, que tinha comprado em promoção de 50% para colocar no fundo da gaiola do Gummy, tinha-se rasgado e as briketes encharcaram-se.

 

K bonito k está o meu terraço. Agora vou ali levar 2 sakiladas de papa de serradura p o lixo e depois só me devem ficar a faltar outras 10.

Ai k feliz k estou!!! Yupi Yupi

 

Estrunfina às 10:07
Link | Comentar AKI
Terça-feira, 16 de Novembro de 2010

Rosnando

Eu n sei kto tempo demora a nicotina a sair do organismo mas que começo agora a sentir dureza neste abandono aos cigarros, começo.

No domingo, levantei-me do sofá 3 vezes para ir fumar e só depois de estar em pé é k me lembrei que tinha parado.

Nessa mesma noite, sonhei que fumava um cigarro à janela e só a meio é k me lembrava k já tinha deixado de fumar.

Hoje foi um dia bem difícil. Mas continúo a aguentar-me k nem gente grande.

 

Também não sei se é da falta de nicotina, se é das hormonas ou da trampa da mudança de estação sinto-me blhark a maior parte do tempo.

A semana custa a passar e começo a pensar nos dias que faltam para o Natal para logo, logo, ficar com os pelos das orelhas arrepiados só em lembrar das compras, das correrias, dos shoppings cheios e da loucura consumista.

 

Grrrrrrrrrrrrrrrrr... Acho k me sinto um bocado azeda.

 

Estrunfina às 23:22
Link | Comentar AKI | Ver Comentários (4)

Poderoso

Estacionar à porta do prédio, ela saltar p o banco da frente e aumentar o volume do rádio até estremecer as janelas e ficarmos de olhos fechados a OUVIR esta música

 

Estrunfina às 19:25
Link | Comentar AKI
Segunda-feira, 15 de Novembro de 2010

Aprendizagens

Durante a nossa "escapadinha romântica" esqueci de referir que ela aprendeu a atar atacadores. Uma coisa tão banal mas k deu luta.

 

 

Neste domingo recebeu um relógio da Kitty dakeles à moda antiga, com ponteiros e números e anda a tentar aprender a ver as horas.

Ainda está um bocadinho longe. Hoje kdo a fui buscar à tarde disse-me k eram 10:20.

Estrunfina às 23:44
Link | Comentar AKI

Creative Commons License
Estrunfinices by Estrunfina is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Portugal License.

Últimas Estrunfinices

OBRIGADA!!!

Por fin...

Catarse!!!

Nem mais!

Há coisas do caraitas!!!

4655 Dias de TI

RESPECT!!

A primeira aula da manhã

Suspiro FUNDO

Quer-me cá parecer que...

Baú das Estrunfinices

Maio 2016

Abril 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Setembro 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Aldeia dos Estrunfes

O Divino em MIM

 

A MINHA FILHA.  O calor do sol a keimar o corpo num dia de praia. Um mergulho de mar ao luar.  Os sorrisos.  Morangoska granizada. Akela música, no momento certo.  Andar descalça sobre a relva.  O cheiro da terra molhada.  Dream Team Forever Marés vivas num dia de Inverno.  O nascer de um novo dia.   Akele olhar.  Chamusca.  Pego Escuro. Correr na praia e espantar as gaivotas.  Um sussurro k faz bater forte o coração.  O suspiro da minha filha kdo dorme.  A saudade. Gargalhadas.  A gargalhada dela.  Licores.  Avistar Lisboa da Ponte 25 de Abril.  Gelado de Dolce de Leche.  Os ABRAÇOS k transbordam a alma.  O microfone. Quando os meus alunos "Conseguem".  Andar de mão dada. Cócegas.  "AMO-TE".  Petiscadas.  A atracção.  Ilha deserta.  Sentir a minha filha dentro de mim.  Dançar.  Pasteis de Nata.  O carinho de ex-alunos. O silêncio.  O céu estrelado de uma noite quente no Alentejo.  As minis à varanda, a ver o mar. DREAM TEAM FOREVER.  O carinho da família.  Banho de mar "em pêlo".  As bolachas da mana.  A fogueira da Praia Verde.  Ver a minha filha aprender algo novo. Porto Novo.  Rir até chorar. Serra de Sintra.  Os primeiros passinhos.  Ver raios de sol "furarem" o céu nublado.  AMIG@S.  Ouvir o bater do coração.  Olhar nos olhos.  Vimeiro.  Uma massagem.  Cheirinho a casa limpa.  Golo de Portugal. O Guadiana.  Orgasmo.  Ver o pôr-do-sol sabendo k ele nasce noutro sítio ao mesmo tempo.  Amamentar.  O céu azul.  Noite quente à beira Tejo.  Papoilas.  Cheiro a maresia.  Sardinhas assadas.  Alcançar.  O brilho do sol reflectido na água.  Gaivotas.  Fazer amor na praia.  O cheirinho k fica na roupa dela .  Acordar.  Fazer "Koys" enroscadinha a ela debaixo do edredon.  Cataplana de Lagosta.  A minha filha bébé adormecer sobre o meu peito enkto mexia na mha orelha.  Lua Cheia.  Panquecas às 3 da manhã.  O Cristo Rei.  O cheiro da pele depois de fazer amor.  A casca do pessego.  A "minha" estrela.  O toke. Pistacios.  Correr com ela na praia.  As boas conversas.  Girassóis.  Concertos dos Bon Jovi. Chorar até tirar o peso do peito.  Cantar.  Coca-cola.  Rezar.  Guincho. Todas as "Good Nights".  Margarita de morango a meio da tarde na esplanada do Siesta.  Frio na barriga. Orgulho.   Dormir numa cama feita de lavado.  Beijo com língua.  Golo do Benfica.  Uma garrafa de Grandjó geladinha.  A primavera no Alentejo.  Lareira.  Póvoa Dão.  Voar.  A carta certa num jogo de Poker.  Jantar à luz das velas.  Caracóis.  Ganhar no último minuto.  Uma viola, uns acordes e amigos. Beijos no pescoço.  O 1º "Mamã".  Ver a balança a baixar.  Um cigarro ao luar.  Cheirar protector solar no Inverno.  Bolas de sabão. Fazer mergulho.  Trovoada de Verão numa noite à beira mar.  O 1º beijo.  Banho de espuma e pétalas, música certa e luz de velas. Dormir a sesta.  Lisboa à noite vista do ar.  Ramos de rosas.  Ferreira.  O sabor da água salgada na pele.  Ouvi.la cantar a plenos pulmões quando vai à pendura na mota. O vôo da cegonha.  Os jogos em "Miami Beach".  APRENDER.

 

 

 

blog1