Quinta-feira, 21 de Outubro de 2010

Que nem Ana Ma(ma)lhoa

 

A minha filha já aprendeu as vogais todas.

Hoje deu a letra do cavalo (deduzi k era mesmo uma égua).

 

Então filha, e o que é que achas mais difícil??

 

A maiúscula da do cavalo

 

 Aproveita agora filha, daqui para a frente só complica.

Estrunfina às 22:25
Link | Comentar AKI

Sometimes it's just too much

Fiquemo-nos por:

 

A minha filha parece estar outra vez com lombrigas.

Não tenho o medicamento aqui em casa.

Mãe que é mãe improvisa.

Nem sempre os improvisos resultam.

 

E prontESSSS... para recordar na posteridade isto deve ser o suficiente.

A descrição do episódio é demasiado irreal e hilariante p ser colocada aqui.

 

Estrunfina às 22:18
Link | Comentar AKI

Só falta uma

Estrunfina às 12:40
Link | Comentar AKI

Ainda do mesmo

"It's' better to live your own life imperfectly than to imitate someone else's perfectly." 

 

"When the karma of a relationship is done, only love remains. It's safe. Let go."

 

"God dwells within you as you yourself, exactly the way you are."

 

 

Epahh este livro deve ser assim uma espécie de bíblia tal a quantidade de cotações que dele se podem tirar.

É de facto assustadora, a forma como parece k estão a falar directamente p mim ou de mim:

 

"I'm going for it. I have no interest in being obese. I'm just through with the guilt. So this is what I'm going to do. I'm going to finish this pizza and then we're going to go watch the soccer game, and tomorrow, we're going to go on a little date and buy ourselves some bigger jeans."

 

 

 

Acordei com isto tudo na cabeça. Pode-se concluir que o filme foi bom para mim.

 

Ouvindo:

Florence and the Machines - You've Got the Love

Estrunfina às 08:52
Link | Comentar AKI | Ver Comentários (2)
Quarta-feira, 20 de Outubro de 2010

AMEI

Talvez pk dentro de mim mora uma gaja apaneleirada.

Talvez pk sou trintona.

Talvez pk tb me divorciei.

Talvez pk tb senti k a vida tinha que ser mais do k o k estava a viver.

Talvez pk, mm não tendo saído deste jardim à beira mar plantado, tb eu fiz uma longa viagem de incessante procura.

Amei este filme

 

 

 

 

“But I love you.”

“So love me.”

“But I miss you.”

“So miss me. Send me some love and light every time you think about me, then drop it."

 

BRUTAL!!!

 

Estrunfina às 22:22
Link | Comentar AKI | Ver Comentários (1)

Perigosas Nostalgias

Há coisas que passam.

O que foi não volta a ser.

As relações terminam.

Antigamente, era frequente nunca mais se saber nada de ninguém.

Hoje em dia, não é preciso fazer-se muito para se reencontrar quem ficou no passado.

Pior ainda, com os blogs, as memórias perduram "eternamente" (ou até ver), escarrapaxadas num monitor onde todos os dias nos sentamos.

De quando em vez, e sem fazer muito por isso, acabamos por reler palavras alheias, escritas noutros tempos.

Já não doi como doía mas, a viagem faz-se no coração e ele fica, inevitavelmente, apertado.

É certo que o mesmo se passava antes com as cartas ou bilhetes escritos no auge da paixão. Mas certo também que muitas acabavam rasgadas em mil pedaços ou, num rasgo de drama, queimadas e transformadas em meras cinzas das quais, pouco depois, pouco ou nada restava.

Hoje, já não é bem assim

"Dá-me a mão, fecha os olhos, respira fundo e salta comigo..."

wrong2.jpg image by Marukay That didn't work very well

Estrunfina às 15:02
Link | Comentar AKI | Ver Comentários (1)

Vai ser bonito!!

O leite com chocolate passa de 6% para 23% de IVA. O vinho mantem-se nos 13%.

 

Filha, prepara-te que vais passar a levar uma garrafinha de Grandjo para o lanche!!

 

Estrunfina às 14:58
Link | Comentar AKI
Terça-feira, 19 de Outubro de 2010

Uma rapidinha...

...antes de deitar (eita k o nº de visitas vai disparar com este títalo)

 

Ela anda a dar-me cabo dos nervos!!! Arghhhhhhhhhhhhhhhh!!!!!!!!!!!!!!!

 

Estrunfina às 23:46
Link | Comentar AKI | Ver Comentários (1)
Segunda-feira, 18 de Outubro de 2010

Oh Life

Na passada 6ªf enkto eu estava na cozinha numa tentativa (muito frustrada, acrescente-se) de inventar uma sobremesa com os ingredientes que tinha cá em casa, tocaram-me à porta.

Era um comercial da ERA perguntando se tinha conhecimento de alguma casa para venda nesta zona.

 

Moro na casa onde "nasci". Sempre aqui vivi e, na altura que casei, depois de algum período de busca de casa, acabámos por comprar esta aos meus pais porque, assim como assim, todas as alternativas que apareceram me pareciam piores que esta.

Gosto bastante da minha casa. Chega para nós perfeitamente mas há já algum tempo que tenho pensado que estou a chegar à idade do "vai ou racha".

Moro num 4º andar sem elevador. Isso nunca foi confortável mas sei perfeitamente que, com o passar dos anos, a coisa vai piorando substancialmente.

Em termos de projecto de vida também não me parece um grande sucesso, acabar na mesma casa onde se começou.

Por outro lado, não sou muita afoita a essa coisa de mudanças sejam elas de k natureza forem.

No entanto, comecei a pensar que, quando a miuda saísse do externato, daki a 4 anos, era a altura "ideal". Mais tarde já estaria totalmente instalada na casa dos "entas" e em termos de empréstimos, a coisa começaria a piar mais fininho.

Apesar de todos estes meus pensamentos, acabei por dizer ao sr. que mais dia menos dia a mha casa ficaria à venda.

Mostrou-se muito interessado e hoje pediu.me para voltar cá a casa, desta vez acompanhado pelo seu director comercial.

E numa longa conversa dei conta que sem saber muito bem como o projecto está em andamento, sem grandes pressas, sem objectivos muito bem difinidos sem casa à venda mas... em andamento.

 

Afinal, a mais longa das caminhadas começa sempre com o 1º passo.

 

A small step for man a giant step do Estrunfina

 

 

Ouvindo:

 

Bon Jovi - It's My Life (acustic)

Estrunfina às 22:39
Link | Comentar AKI | Ver Comentários (3)
Sexta-feira, 15 de Outubro de 2010

Puffff

Uma semana especialmente cansativa.

Depois da 1ª vaga de "who's the sheriff" vem a 2ª em que os desafios à autoridade se fazem sentir em pequenos confrontos que, por vezes, não são tão pequenos assim, e que desgastam...muito!

Depois, o facto de ter abraçado um projecto a longo prazo e estar com 4 turmas de 5º ano, que pouco ou nada sabem de kuase tudo, obriga-me a estar as aulas todas a fazer reparos e correcções.

Estou cansada.

Esta semana tomei finalmente a decisão de contratar alguém para limpar a casa 1 vez por semana. Terei que abdicar de outra coisa qualquer mas, tou farta de me sentir culpada por não ter vontade de limpar. Não é que não tenha tempo. Eu até tenho. A minha flexibilidade de horário permite-me ter manhãs ou tardes livres durante a semana mas, bolas, quero esparramar-me no sofá e descansar um pouco porque também sou filha de Deus e é nesses momentos semanais que eu não sou mãe, não sou filha, não sou namorada, sou apenas eu...Desperdiçar esses momentos a transformar-me em empregada doméstica não me parece lá muito bem.

A ver vamos.

 

A filha também não anda muito melhor que eu. Ontem no carro, quando regressávamos da escola disse:me:

 

Mãe, por favor, diz-me que amanhã é fim de semana!!

 

Só mais um esforço...tá kuase!!

 

Estrunfina às 09:54
Link | Comentar AKI | Ver Comentários (3)
Quarta-feira, 13 de Outubro de 2010

E tudo fica tão relativo

Hoje recebi a notícia: A Joana faleceu.

 

A Joana tinha 20 anos e tinha sido minha aluna há 6 anos, quando estava no 8º , se a memória não me falha.

Lembro-me que jogava bem Basquetebol embora fosse baixinha.

Pouco mais me lembro dela mas hj, senti um bak no coração quando soube a notícia.

Tinha 20 anos e era boa miuda (do k me lembro) mas, mesmo que não fosse...

Ninguém merece partir aos 20 sem conhecer tanta coisa boa que esta vida tem...ninguém.

A Joana foi levada por uma doença silenciosa que lhe arruinou o futuro.

Isto faz.me sentir um frio tão grande na barriga.

 

Hoje tudo ficou tão pequenino ao pé desta notícia.

 

 

Estrunfina às 21:20
Link | Comentar AKI | Ver Comentários (2)
Terça-feira, 12 de Outubro de 2010

Nos entretantos, venha de lá mais uma

Estrunfina às 10:40
Link | Comentar AKI

Tempestade

Tem sido uma coisa gradual mas está a atingir proporções maiores que as que esperava para esta altura do campeonato.

Birras, amúos, crises existenciais e uma postura de constante desafio têm estado a dar-me cabo dos nervos.

Preocupante foram algumas mentirinhas que apanhámos e um comportamento assim a a tirar para o dissimulado.

Ontem falei com o pai e, Thank God que nos continuamos a entender e a estar em harmonia no que toca a educá-la.

É fulcral que exista uma boa comunicação entre os 2 porque é muito fácil perdermos o rumo nesta coisa de educar alguém, principalmente quando o "alguém" tem 2 palmos de testa e rapidamente percebe que não é assim tão difícil manipular as coisas.

O bom da coisa é que, não é preciso muito para ela perceber o erro e admiti-lo. Depois pede desculpa num misto de tristeza e vergonha e procura o mimo de consolo que, nestas alturas tem que ser muito doseado.

Ontem, foi só depois dela adormecer k a beijei vezes sem conta e lhe segredei ao ouvido todas as coisas que lhe costumo dizer antes dela dormir.

Tinha o coração estalado.

Ontem não foi um dia fácil. Nem no trabalho, nem em casa.

Esta coisa de ser professora acaba por nos colocar num permanente papel educador e, há dias em k o desgaste é demasiado. Ontem foi.

Hoje o stress para se despachar de manhã foi qb. Mais logo há equitação e temos 30 m para vestir e chegar a horas. A ver vamos.

A juntar a isto, 1 semana de TPM versão raivosa que ainda se faz sentir. Sinto-me cansada de repetir mil vezes a mesma coisa.

Oh well...melhores dias virão, certamente.

 

 

 

 

 

Estrunfina às 10:06
Link | Comentar AKI | Ver Comentários (2)
Domingo, 10 de Outubro de 2010

Christ

Tou a ouvir e a ver o Iran Costa a cantar "é o bicho, é o bicho vou-tji devorar crocodilo eu sou..."

 

Estrunfina às 23:58
Link | Comentar AKI | Ver Comentários (4)

Ca raio!!!

Eu não sei em que escalão estou no abono de família mas pelas minhas continhas por alto apartir de 1 de Janeiro devem ir à vida cerca de 100€.

Ai que feliz que eu estou!!

 

Só um desabafo vindo bem do fundinho:

 

CHULOS DO CAR*****!!

 

Depois gastam 1 milhão e 550 mil euros numa merda de uma estátua a celebrar o aniversário do Município de Oeiras e outras merdas que até me dão vontade de vomitar!!!

Anda uma gaja a esfolar-se toda para manter o nível de vida aki em casa e dps vêm tirar o dinheiro a quem trabalha arduamente por ele todos os meses.

 

Cambada de chulos! Tenho vontade de fazer uam coisa que nunca fiz e deixar de exercer o meu direito de voto. Votar para quê?!?! As alternativas são todas a mesma trampa... Aproveito o refrão e...

 

 

Estrunfina às 22:47
Link | Comentar AKI

Grão a grão enche a galinha o papo

 

Estrunfina às 01:10
Link | Comentar AKI
Sábado, 9 de Outubro de 2010

Ain't that some shit??

Gosto BUÉSSSS desta música.

 

Cee Lo Green - Fuck You

 

 

Estrunfina às 11:18
Link | Comentar AKI
Sexta-feira, 8 de Outubro de 2010

Uiiii, estamos bem

Quer-me cá parecer que a convivência com as miudas mais velhas no recreio está a deixar a minha filha em pré-adolescência.

 

Estrunfina às 12:33
Link | Comentar AKI | Ver Comentários (2)

Este fds...

...com esta chuvinha, vai haver Cozidinho de Grão à Alentejana. Oh se vai!!!

 

Estrunfina às 12:30
Link | Comentar AKI | Ver Comentários (1)
Quarta-feira, 6 de Outubro de 2010

Educando

A personalidade dela é isso mesmo, DELA.

Ultimamente (mais do que o normal) tem teimado no "Eu não consigo" e é algo com o qual tenho muita dificuldade em lidar. Como professora sempre foi uma coisa que me incomodou e stressou nos alunos e que tenho dificuldade em entender. Como mãe a coisa é igual ou pior porque sempre achei que os miudos com essa atitude tinham problemas de auto-estima.

Se há coisa que não me canso é de reforçar positivamente todas as coisinhas que ela faz. Mas mesmo assim, a tendência é para o "Não consigo".

Acentuou-se com a entrada para o 1º ano, é certo e compreensível mas, mesmo assim, faz-me confusão.

Ela é tão linda e eu tenho e mostro tanto orgulho nela. Porquê tanto medo de errar? Porquê tanta insegurança?

Ontem recomeçou a equitação depois de 2 meses de férias. Tinha esquecido a maior parte das coisas. Entrou em parafuso mas, ao contrário do que tinha acontecido "na outra aula", o professor lidou muito bem com a situação.

Ela fez uma pausa. Entrou outra aluna e deu-lhe a possibilidade de voltar, se quisesse.

Todos os meus argumentos esbarravam no "Eu não consigo" quando as tarefas que ela tinha que fazer já haviam sido feitas, por ela, antes das férias. Só um "Então vamos embora e acaba-se a equitação" é que conseguiu trazê-la à Terra.

 

É estranho esta coisa de eles serem mesmo pessoas a sério.

Isto é, acho que como mãe a tenho visto como um prolongamento do que lhe transmito e ensino.

Começo a ter noção que não é tão linear e que nalgumas coisas ela já está muito à frente do que lhe ensinei e transmiti mas noutras, tem dificuldade em acompanhar - ou porque não gosta ou porque não tem jeito.

 

É a tal coisa... devia haver manual de instruções mas... Para a tarefa mais importante do ser humano não há directrizes pré-estabelecidas nem protocolos de actuação. Há uma coisa chamada instinto que nos desperta estes pensamentos e preocupações e que, misturamos com a melhor dose de optimismo que conseguirmos arranjar.

 

Alguém me disse um dia que não me deveria preocupar tanto porque, no final das contas, a culpa é sempre da mãe.

 

Estarei assim tão iludida em esperar que connosco seja diferente??

 

 

 

Meu riso é tao feliz contigo...

Estrunfina às 13:12
Link | Comentar AKI | Ver Comentários (2)

Últimas Estrunfinices

OBRIGADA!!!

Por fin...

Catarse!!!

Nem mais!

Há coisas do caraitas!!!

4655 Dias de TI

RESPECT!!

A primeira aula da manhã

Suspiro FUNDO

Quer-me cá parecer que...

Baú das Estrunfinices

Maio 2016

Abril 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Setembro 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Aldeia dos Estrunfes

O Divino em MIM

 

A MINHA FILHA.  O calor do sol a keimar o corpo num dia de praia. Um mergulho de mar ao luar.  Os sorrisos.  Morangoska granizada. Akela música, no momento certo.  Andar descalça sobre a relva.  O cheiro da terra molhada.  Dream Team Forever Marés vivas num dia de Inverno.  O nascer de um novo dia.   Akele olhar.  Chamusca.  Pego Escuro. Correr na praia e espantar as gaivotas.  Um sussurro k faz bater forte o coração.  O suspiro da minha filha kdo dorme.  A saudade. Gargalhadas.  A gargalhada dela.  Licores.  Avistar Lisboa da Ponte 25 de Abril.  Gelado de Dolce de Leche.  Os ABRAÇOS k transbordam a alma.  O microfone. Quando os meus alunos "Conseguem".  Andar de mão dada. Cócegas.  "AMO-TE".  Petiscadas.  A atracção.  Ilha deserta.  Sentir a minha filha dentro de mim.  Dançar.  Pasteis de Nata.  O carinho de ex-alunos. O silêncio.  O céu estrelado de uma noite quente no Alentejo.  As minis à varanda, a ver o mar. DREAM TEAM FOREVER.  O carinho da família.  Banho de mar "em pêlo".  As bolachas da mana.  A fogueira da Praia Verde.  Ver a minha filha aprender algo novo. Porto Novo.  Rir até chorar. Serra de Sintra.  Os primeiros passinhos.  Ver raios de sol "furarem" o céu nublado.  AMIG@S.  Ouvir o bater do coração.  Olhar nos olhos.  Vimeiro.  Uma massagem.  Cheirinho a casa limpa.  Golo de Portugal. O Guadiana.  Orgasmo.  Ver o pôr-do-sol sabendo k ele nasce noutro sítio ao mesmo tempo.  Amamentar.  O céu azul.  Noite quente à beira Tejo.  Papoilas.  Cheiro a maresia.  Sardinhas assadas.  Alcançar.  O brilho do sol reflectido na água.  Gaivotas.  Fazer amor na praia.  O cheirinho k fica na roupa dela .  Acordar.  Fazer "Koys" enroscadinha a ela debaixo do edredon.  Cataplana de Lagosta.  A minha filha bébé adormecer sobre o meu peito enkto mexia na mha orelha.  Lua Cheia.  Panquecas às 3 da manhã.  O Cristo Rei.  O cheiro da pele depois de fazer amor.  A casca do pessego.  A "minha" estrela.  O toke. Pistacios.  Correr com ela na praia.  As boas conversas.  Girassóis.  Concertos dos Bon Jovi. Chorar até tirar o peso do peito.  Cantar.  Coca-cola.  Rezar.  Guincho. Todas as "Good Nights".  Margarita de morango a meio da tarde na esplanada do Siesta.  Frio na barriga. Orgulho.   Dormir numa cama feita de lavado.  Beijo com língua.  Golo do Benfica.  Uma garrafa de Grandjó geladinha.  A primavera no Alentejo.  Lareira.  Póvoa Dão.  Voar.  A carta certa num jogo de Poker.  Jantar à luz das velas.  Caracóis.  Ganhar no último minuto.  Uma viola, uns acordes e amigos. Beijos no pescoço.  O 1º "Mamã".  Ver a balança a baixar.  Um cigarro ao luar.  Cheirar protector solar no Inverno.  Bolas de sabão. Fazer mergulho.  Trovoada de Verão numa noite à beira mar.  O 1º beijo.  Banho de espuma e pétalas, música certa e luz de velas. Dormir a sesta.  Lisboa à noite vista do ar.  Ramos de rosas.  Ferreira.  O sabor da água salgada na pele.  Ouvi.la cantar a plenos pulmões quando vai à pendura na mota. O vôo da cegonha.  Os jogos em "Miami Beach".  APRENDER.

 

 

 

blog1