My Moments
Loading...
Click here to create your own QuitSmokingCounter.com
Quarta-feira, 31 de Dezembro de 2008

Fuck!! Shit!!! Bloody Bastard

Não tenho cuecas azuis!!

 

 

Estrunfina às 14:55
Link | Comentar AKI | Ver Comentários (1)

Adios 2008

Já é hábito fazer aki um balanço do meu ano no dia 31 de Dezembro.

Sinceramente, cada ano k passa é uma vitória. Aguentar o barco "sózinha" nem sempre é fácil mas é um facto k o tenho conseguido e isso deixa-me orgulhosa.

A mha piolha cresce a um ritmo assustador e as coisas estão bem encaminhadas. Educá.la e sustentá-la são as mhas maiores preocupações e, verdade se diga, tenho conseguido levá.las a cabo.

Tenho k assumir 2008 como o ano da trankuilidade. A saúde reinou, houve trabalho a dar com um pau, o dinheiro chegou p o k se precisava e, nos dias k correm já é bom ser assim. Não fui a nenhum funeral e dps de um período algo conturbado, a família parece estável de novo. A malta do coração continúa a saber akecer-me o peito e os sorrisos superaram largamente kk lagrimita k possa ter caído.

Pensando bem, não me lembro de chorar por aí além. E tendo em conta esta úlitma década, é um facto a registar.

Anyway...

Costumo deixar smp uma espécie de oferenda aki no burgo. Algo k seja ou tenha sido importante p mim, nalgum momento.

Depois de muito procurar, dou-me por vencida e não poderei postar aki o vídeo da Alcina Lameiras a dizer. "Não negue à partida uma ciência que desconhece". Sendo uma das minhas máximas de vida, e sendo a Alcina Lameiras uma autêntica visionária, não se podería sequer kestionar a importância dessas palavras. No entanto, devo reconhecer k a frase, simplesmente escrita aki no blog, n consegue o efeito poderoso k era ver a BOUA da Alcina com um vestido k mais parecia um babydoll a dizer estas mesmas palavras com olhar sexy e provocante.

Assim, lembrei-me de postar um dos primeiros mails k recebi. Corria o ano de 2003 e até hj, tenho.o guardado.

N tem nada de especial. Igual a mtos outros k já recebi mas, diferente. Marcou-me.

Enjoy...

 

Anjos distraídos
>>
>>Era uma vez um anjinho muito distraído, chamado AMOREL,
>>que recebeu uma incumbência de Deus:
>>
>>- "AMOREL, acabo de inventar os humanos, eles estão
>>classificados como homem e mulher, cada um tem seu par e
>>já estão todos alinhados de par em par. Pegue esta
>>bandeja de humanos e leve para que eles habitem a terra."
>>
>>Amorel ficou contente, pois há muito tempo o Senhor não
>>o chamava para tão nobre trabalho.
>>O anjinho pegou a bandeja e, ao virar uma esquina lá no
>>céu, trombou com uma anjinha chamada Amanda. A bandeja
>>voou longe e todos os casais de humanos se misturaram.
>>Amorel e Amanda ficaram desesperados e foram contar para
>>Deus o ocorrido e o Senhor falou:
>>
>>- "Vocês derrubaram, vocês juntarão!"
>>
>>Porém, parece que Deus se esqueceu que os anjinhos eram
>>distraídos.
>>
>>E é por isso que a cada dia os casais se juntam e se
>>separam.
>>
>>Os dois anjinhos trabalham incessantemente para que os
>>casais originais se encontrem, o trabalho é muito
>>difícil, tanto é que por muitas vezes eles juntam casais
>>errados, pois os humanos espalhados ficam inquietos e
>>cobram o serviço dos anjinhos, o tempo todo.
>>
>>Quando os humanos se mostram muito desesperados, os
>>anjinhos unem dois desesperados, mas logo depois
>>percebem o engano e os separaram; e por muitas vezes
>>esta separação é brusca, pois não se tem tempo a perder.
>>
>>Recebi um bilhete dos dois anjinhos e vou mandar pra
>>você agora:
>>
>>"Se você é um humano, queremos pedir desculpas pela
>>nossa distração, pois errar não é só humano!
>>Estamos trabalhando com empenho, porém sempre contando
>>com a ajuda de vocês.
>>Não se desesperem, mas também não se isolem, tentem se
>>mostrar realmente, quem é cada um de vocês, pois à
>>medida que cada um mostrar o que é de verdade, vai
>>tornar o nosso trabalho mais fácil.
>>
>>Aproveitamos a oportunidade para nos desculpar pelas
>>separações abruptas, sabemos que elas geram muito
>>transtorno, mas se nós o separamos de alguém, é porque,
>>em algum canto, vimos alguém bem mais parecido e por
>>isso precisamos isolá-los para facilitar o encontro.
>>
>>Fiquem com Deus,
>>
>>Amorel e Amanda.

 

REMEMBER...

 

By Ed

 

 

 

 

Tudo o que nos apaixona também nos guia e protege.

(Richard Bach)

 

 

FELIZ 2009

EVERYBODY

 

Estrunfina às 00:00
Link | Comentar AKI | Ver Comentários (2)
Terça-feira, 30 de Dezembro de 2008

Logo a abrir a pestana

A mha filha é viciada em desenhos animados. Apesar de tentar exercer algum controle sobre a coisa, a verdade é k, às vezes é um descanso tê-la entretida para eu poder fazer o k tenho p fazer. O único problema é que, cada vez mais, ela quer que fike ali, junto a ela, a ver pela enésima vez o Ratatui, o Rei Leão e todos os filmes k já estou careca de ver.

Se há coisa k ela gosta é de n ir à escola, n pk n goste da escola mas pk significa k, n tendo k se levantar cedo no dia seguinte, é certinho k, a seguir ao jantar fazemos um coi e vemos um filme de bonecos.

 

Ontem assim foi. Ontem até vimos 2 filmes: O Shrek de Natal e o Rei Leão. Claro está k, logo após a parte do Hakuna Matata, aki a menina começou a analisar profundamente todos os conteúdos e diálogos do filme. Estava eu a descambar p uma análise profundamente profunda kdo fui interrompida com uma bélinha na testa e um:

 

 Impostas-te de ver isto, se faz favor????

 

Já hj de manhã, pouco dps de acordármos e definirmos como ía ser o nosso dia, liguei a Tv e tava a dar bonecos. Kdo me ía levantar da cama ela n keria k eu saísse. Foi então k decidi perguntar pk raio é k ela precisava de mim para ver os bonecos.

 

Pk sim!!

 

Pk sim n é resposta. Pk é k precisas k eu esteja ao pé de ti kdo estás a ver desenhos animados???

 

 

 

 

... Pk eu te adoro.

 

E pronto! É assim k se transforma uma Gaja numa Gelatina

 

Estrunfina às 10:22
Link | Comentar AKI | Ver Comentários (2)
Segunda-feira, 29 de Dezembro de 2008

Serei apenas eu???

Será k sou a única gaja k se enerva até à exaustão com esta treta de tempo húmido k transforma as cabeças em esfregonas???? Pareço uma medusa

 

 

 

Estrunfina às 21:34
Link | Comentar AKI | Ver Comentários (3)

Estrunfina Shumacher

Pois k ainda houve tempo este ano para novas experiências.

Foi a vez aki da menina ir experimentar Karting. Fikei fanática.

Como sempre, o facto de não haver nada programado e ter sido decidido minutos antes de passar no Kartódromo de Évora, tornou a coisa bem mais divertida.

O resultado não foi mau e numa prova com 3 pilotos experientes e 5 estreantes a menina classificou-se em 5º lugar, sendo a melhor menina em prova e ficando ate à frt dum mocinho k kuase roeu os pneus de raiva. Despistei-me uma vez e demorei algum tempo a perceber que akela treta n tinha marcha atrás e isso impediu.me de lutar pelo 4º lugar mas...

Nada mau, nada mau...

 

Pá posteridade

 

 

Estrunfina às 12:55
Link | Comentar AKI
Domingo, 28 de Dezembro de 2008

O Regresso do Exílio

Foram apenas 3 dias, é certo, mas souberam a PATO.

Andei por um Alentejo k ainda n conhecia. Mais uma para o baú dos bons momentos

 

 

 

 

 

Estrunfina às 20:56
Link | Comentar AKI
Quinta-feira, 25 de Dezembro de 2008

Filhozes

E eis k chegamos ákela altura do dia em k esta simples palavra nos dá náuses.

Pior ainda é vê-las

 

 

Christ!! Será k o Guronsan tb se aplica nestes casos???

 

Estrunfina às 20:18
Link | Comentar AKI | Ver Comentários (1)

Pikinino Post After Christmas

O gajo/a k inventou as Polly Pockets devia ser fusilado/a assim k acabasse de lhe dar o AVC.

 

Polly Pocket Polly-Tastic Jumbo Jet Playset(p perceber pk é k uma gaja se deixa convencer a comprar estas coisas, clique na imagem)

 

Parece giro n é?? E grd...

Esta tanga faz um Minimeu parecer um gajo alto e espadaúdo, pahhh!!.

E parece k se abre muito facilmente, n é???

 

É só agarrar numa pontinha e puxar

 

E as bonecas nem  deixam cair os vestidinhos microscópicos a toda a hora

 e kdo vamos apanhar os vestidos k cairam nem batemos com os dedos na mobília da sala de estar da loira apaneleirada e rebentamos com a decoração da casa toda.

 

Oh não... ela acordou...Here We Go Again

 

 

 

Agora me lembro pk é k eu ñão gostava de brincar com bonecas!

Estrunfina às 09:31
Link | Comentar AKI | Ver Comentários (1)
Terça-feira, 23 de Dezembro de 2008

Sem pica pó Natal ou uma trampa de maneira de dar as boas festas

Nunca foi uma época que me deixasse especialmente excitada. Talvez pk os meus pais nunca ligaram peva ao Natal e muito antes da meia noite já estavam na cama, ficando eu sózinha a ver Tv (geralmente akeles filmes onde se vêem famílias enormes todas reunidas em torno da mesa). A mana, desde mto cedo k começou a passar a consoada com a "outra família" processo k se amenizou kdo me casei e comecei a fazer kestão de juntar a família, pelo menos p jantar.

Os Natais de casada foram mto poucos mas foram os mais parecidos com os Natais da Tv.

Depois nasceu a filha e o Natal passou a ter outra piada.

Mesmo em bébé, só a excitação dela em ver as luzes na árvore já compensava tudo.

Dps veio akele 1º Natal. O Natal em k n pude passar a véspera de Natal com ela. E ela chorava agarrada ao meu pescoço e eu vim p casa, sózinha, preparar sobremesas. Esse doeu. Doeu mesmo muito. Mesmo kdo existe uma excelente relação entre os pais, esta história do divórcio traz mta treta k doi.

Anyway.. (e xôooooo espírito cinzento. Afaste de mim esse cálice, pahh)

 

Como só ontem terminei as mhas reuniões, tenho hj p fazer as compras (e hj ainda vou dar uma aula ó sr. Samokal) e amanhã p preparar o Natal. E não estou com vontadinha nenhuma. Apetecia-me assim ter um Jarbas e uma Maria k me preparassem as coisas. Ir enfiar-me hj no Hipermercado é kuase a mesma coisa k me pendurar de uma árvore pelo pescoço, mas sem a parte em k termina o sofrimento.

 

O Jantar de Natal será aki em casa com a malta do coração. E isso deixa-me contente. Os pais é k já estão demasiado velhotes p sair à noite. Juntamo-nos no almoço de dia 25. Este ano a piolha passa a véspera de Natal junto a mim, e sentirei a magia da abertura das prendas (prendas essas k tive de esconder na casa da vizinha do lado senão lá ía a magia).

 

Bom, este ano nem seker conseguimos tirar a foto oficial natalícia, nem tão pouco mandei fazer os calendários k ofereço a toda a família. Mais uns burrinhos k ficaram p trás.

Tb aki no blog me vou limitar a ser curta e dura (pk curta e mole só serve p o gato brincar).

 

Votos de um Feliz Natal com mutia paz, trankuilidade e junto dakeles de kem mais gostamos. São os votos aki a Estrunfa. Em jeito de prenda, deixo a música (k me deu um trabalhão a arranjar - Obrigada Inês) e um vídeo. Um vídeo k, na su aparte principal, me reporta p a Paz, Trankuilidade e Amor k se devem viver em todas as épocas. Enjoy

 

 

Estrunfina às 09:45
Link | Comentar AKI | Ver Comentários (2)
Segunda-feira, 22 de Dezembro de 2008

Um kestão de superstição

Estrunfina às 10:53
Link | Comentar AKI | Ver Comentários (2)
Domingo, 21 de Dezembro de 2008

De novo, mas com dedicatória especial...

Sabes, n sabes???

 

Estrunfina às 23:40
Link | Comentar AKI

Xaropada

Hj foi dia de "Coi"*

 

 

 

 

 

 * Enroskasdinhas uma à outra, no sofá, tapadas com o edredon.

Estrunfina às 20:02
Link | Comentar AKI | Ver Comentários (2)
Sábado, 20 de Dezembro de 2008

Se é para fazer que seja em grande estilo


 

Vale bem a pena verem até ao fim.
(Convem desligar ali 1º a musikinha)
Estrunfina às 18:28
Link | Comentar AKI

Estas alturas servem...

...para me lembrar que, por mais que me esforce, a perfeição é uma utopia.

 

 

Estrunfina às 18:18
Link | Comentar AKI

Uauuu...Yupiii Yupiiii

É sábado.

Há kem aproveite p limpar a casa.

Há kem aproveite para ir às compras à praça.

Há kem vá fazer exercício à beira rio.

Há kem vá ao ginásio.

Há kem seja muito inteligente e fike na caminha, debaixo do edredon, a dormir.

Há kem aproveite a cama p gastar o plafond sexual k, por motivos energéticos não conseguiu gastar durante a semana.

Há quem vá tomar o pekeno almoço num sítio com vista bonita acompanhado do jornal.

Eu cá não...

Eu cá não sou uma dessas pessoas... no sir!!

 

 

 

 

Eu estou na escola, em reunião de avaliação. E logo à tarde, venho outra vez.

 

 

Estrunfina às 11:26
Link | Comentar AKI
Sexta-feira, 19 de Dezembro de 2008

O Natal

É a altura em k toda a gente tem k se juntar p comer e beber.

Hoje tive pekeno almoço de Natal na escola.

Depois tive o almoço da Natal da escola.

Agora vou pá reunião de Natal na escola da piolha.

Depois tenho o jantar de Natal com as minhas alunas.

 

Confesso k a simples ideia de um prato com filhozes já me está a agoniar.

E os brindes com vinho do porto, vinho branco e favaios estão a deixar-me, a modos k... in a fucking boat!!!

 

Beber sem brindar!!

 

Estrunfina às 16:42
Link | Comentar AKI
Quarta-feira, 17 de Dezembro de 2008

Uma kestão de serviço público a mães cansadas

A palavra cansaço atingiu uma nova expressão.

Ando completamente de rastos, sem tempo p nada e com a cabeça xeia de coisas k n me posso eskecer. Prazos e papeis p entregar, coisas p comprar e mandar p o colégio da filha, preparativos de animação p diversos eventos onde, tenho kuase a certeza, só me apetecerá dormir.

No meio disto tudo tá a mha filhota. Carente, como sempre acontece nestas alturas, e com saudades constantes k ker acalmar com brincandeiras diversas que deseja fazer durante os curtos momentos k passamos juntas. Na 2ª f ambas estavamos xeias de saudades mas, ambas estávamos a modos k mortas de cansaço. Enkto se preparava o banho de "piscina" mtas eram as ideias de brincadeiras k sugeria. Uma teve um sucesso fenomenal e deixou.nos a ambas felizes. Por axar k se trata de um verdadeiro serviço público a todas as mães exaustas passo a explicar:

 

Brincámos à mãe ursa e filha ursinha.

 

 

Se esta informação n for suficiente, mais informo k os ursos hibernam. Assim, enkto eu hibernava ela foi recolhendo alimentos e tapou-me p ficar kentinha.

Nunca gostei tanto de uma brincadeira.

Kdeo acabámso de janta, deitámo.nos no sofá as 2 a ver o Shrek. Não sei kem adormeceu 1º mas, kdo acordei ela tava completamente KO, aninhada no meu colo. 

 

Agora vou ali enfiar kk coisa na boca e esperar k dissolva e desça pelo esófago por auto-recreação. Não tenho forças p mais.

 

Até um dia...

Estrunfina às 19:57
Link | Comentar AKI | Ver Comentários (3)
Segunda-feira, 15 de Dezembro de 2008

Sei k as gajas (algumas pelo menos) me compreenderão

Há akeles meses em k "ELE" aparece sem kk aviso.

este mês deduzo k o cansaço permanente camuflou alguns sintomas k possivelmente poderia ter dado conta. Assim, hj, enkto dava uma aulinha tive akela sensação k nem seker vou tar a descrever pk, 1 - As gajas sabem do k falo; 2- Os gajos não iríam gostar de saber. è akela sensação k nos faz levantar as sobrancelhas e pensar...k dia é hj??

Como gaja k se preza, lá fui eu rapidamente até ao WC e constatei k sim, as suspeitas confirmavam-se e o Natal chegou mais cedo à Aldeia dos Estrunfes.

Como gaja atípica k sou, n uso mala e tenho apenas a mochila onde carrego o portátil e as papeladas da escola. Como tal, nunca tenho o k se precisa nestes momentos. Vale.me nestas alturas a D. Isabel. Um das melhores auxiliares de acção educativas (vulgo "continas") com kem já trabalhei. Uma espécie de Personal Guardian Angel lá do burgo.

Safa-me sempre!!! Não só nisto mas em muitas outras coisas.

No entanto, a sabedoria popular bem nos diz k "a cavalo dado não se olha o dente".

Desta forma, serve o presente post p desabafar / informar que, usar um Ultra Super Noite com Alas num String é das coisas mais desconfortáveis pelas kuais já passei.

 

Se não percebeu um boi deste post...

 

 

 

 

 

 

 

 

DE CERTEZA K É GAJO!!!

 

Estrunfina às 14:44
Link | Comentar AKI | Ver Comentários (1)
Domingo, 14 de Dezembro de 2008

Ainda a dar notas...

Estrunfina às 15:08
Link | Comentar AKI

E passou 1 ano

Já passou 1 ano.

N há nada como o nascimento e crescimento de uma criança p nos colocar a vida em prespectiva.

Independentemente de tudo, a água continua a correr por baixo da nossa ponte. O tempo vai passando indiferente à quantidade de trabalho que temos, indiferente à nossa falta de tempo, indiferente a tudo. Ele passa e n há como recuperá-lo.

Sempre ouvi os mais velhos dizerem "Tu / Vcs é k me fazem velh@" e hj vejo como isso é verdade.

Na lufa lufa do dia-a-dia nem smp reparamos nos cabelos brancos k se alastram por todo o lado e fingimos n reparar nas rugas k insistem em  aparecer nas fotos k tiramos. No entanto é muito dificíl ignorar as calças de cintura descaída da mha afilhada e as curvas k o corpinho de teenager já apresenta. A mha afilhada... ainda ontem era uma bébé espertalhona k arriava estaladões no "Tweety" que tentava cativar as crianças p entrar numa loja de T'shirts em Albufeira e k sabia as musicas do Ricky Martin e da Ivete Sangalo kdo ainda kuase nem falava... e agora já usa sutien e calças de cintura descaída. Xiça!!!

É difícil ignorar k a mha filha já pensa por ela própria e assume a sua personalidade a cada dia. O seu Mundo já não tem apenas um centro, tem muitos,  e eu sou apenas mais um.

É assustador ver k, desde este momento até hj já tenho uma bela menina k já anda de mão dada pela rua.

Hj a Constança faz 1 ano. Christ ... 1 ano!!!!!!!

É a bébé mais piriri da família (sim, pk os amigos são a família k podemos escolher).

 

Parabéns Tansolas!!

 

Estrunfina às 12:19
Link | Comentar AKI

Creative Commons License
Estrunfinices by Estrunfina is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Portugal License.

Últimas Estrunfinices

OBRIGADA!!!

Por fin...

Catarse!!!

Nem mais!

Há coisas do caraitas!!!

4655 Dias de TI

RESPECT!!

A primeira aula da manhã

Suspiro FUNDO

Quer-me cá parecer que...

Baú das Estrunfinices

Maio 2016

Abril 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Setembro 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Aldeia dos Estrunfes

O Divino em MIM

 

A MINHA FILHA.  O calor do sol a keimar o corpo num dia de praia. Um mergulho de mar ao luar.  Os sorrisos.  Morangoska granizada. Akela música, no momento certo.  Andar descalça sobre a relva.  O cheiro da terra molhada.  Dream Team Forever Marés vivas num dia de Inverno.  O nascer de um novo dia.   Akele olhar.  Chamusca.  Pego Escuro. Correr na praia e espantar as gaivotas.  Um sussurro k faz bater forte o coração.  O suspiro da minha filha kdo dorme.  A saudade. Gargalhadas.  A gargalhada dela.  Licores.  Avistar Lisboa da Ponte 25 de Abril.  Gelado de Dolce de Leche.  Os ABRAÇOS k transbordam a alma.  O microfone. Quando os meus alunos "Conseguem".  Andar de mão dada. Cócegas.  "AMO-TE".  Petiscadas.  A atracção.  Ilha deserta.  Sentir a minha filha dentro de mim.  Dançar.  Pasteis de Nata.  O carinho de ex-alunos. O silêncio.  O céu estrelado de uma noite quente no Alentejo.  As minis à varanda, a ver o mar. DREAM TEAM FOREVER.  O carinho da família.  Banho de mar "em pêlo".  As bolachas da mana.  A fogueira da Praia Verde.  Ver a minha filha aprender algo novo. Porto Novo.  Rir até chorar. Serra de Sintra.  Os primeiros passinhos.  Ver raios de sol "furarem" o céu nublado.  AMIG@S.  Ouvir o bater do coração.  Olhar nos olhos.  Vimeiro.  Uma massagem.  Cheirinho a casa limpa.  Golo de Portugal. O Guadiana.  Orgasmo.  Ver o pôr-do-sol sabendo k ele nasce noutro sítio ao mesmo tempo.  Amamentar.  O céu azul.  Noite quente à beira Tejo.  Papoilas.  Cheiro a maresia.  Sardinhas assadas.  Alcançar.  O brilho do sol reflectido na água.  Gaivotas.  Fazer amor na praia.  O cheirinho k fica na roupa dela .  Acordar.  Fazer "Koys" enroscadinha a ela debaixo do edredon.  Cataplana de Lagosta.  A minha filha bébé adormecer sobre o meu peito enkto mexia na mha orelha.  Lua Cheia.  Panquecas às 3 da manhã.  O Cristo Rei.  O cheiro da pele depois de fazer amor.  A casca do pessego.  A "minha" estrela.  O toke. Pistacios.  Correr com ela na praia.  As boas conversas.  Girassóis.  Concertos dos Bon Jovi. Chorar até tirar o peso do peito.  Cantar.  Coca-cola.  Rezar.  Guincho. Todas as "Good Nights".  Margarita de morango a meio da tarde na esplanada do Siesta.  Frio na barriga. Orgulho.   Dormir numa cama feita de lavado.  Beijo com língua.  Golo do Benfica.  Uma garrafa de Grandjó geladinha.  A primavera no Alentejo.  Lareira.  Póvoa Dão.  Voar.  A carta certa num jogo de Poker.  Jantar à luz das velas.  Caracóis.  Ganhar no último minuto.  Uma viola, uns acordes e amigos. Beijos no pescoço.  O 1º "Mamã".  Ver a balança a baixar.  Um cigarro ao luar.  Cheirar protector solar no Inverno.  Bolas de sabão. Fazer mergulho.  Trovoada de Verão numa noite à beira mar.  O 1º beijo.  Banho de espuma e pétalas, música certa e luz de velas. Dormir a sesta.  Lisboa à noite vista do ar.  Ramos de rosas.  Ferreira.  O sabor da água salgada na pele.  Ouvi.la cantar a plenos pulmões quando vai à pendura na mota. O vôo da cegonha.  Os jogos em "Miami Beach".  APRENDER.

 

 

 

blog1