My Moments
Loading...
Click here to create your own QuitSmokingCounter.com
Quinta-feira, 31 de Agosto de 2006

Julgamentos

É da natureza humana julgar.

Por mais k keiramos bater no peito e dizer mal de kem julga, a verdade é k todos julgamos algo ou alguém. A vida, geralmente encarrega-se de nos fazer ver as injustiças k cometemos. Às vezes fingimos k n percebemos as lições k ela nos ensina mas, a verdade é k akele bichinho chamado "consciência" é mm tramado e n nos dá abébias.

Já tomei consciência há uns tempos k, faça o k fizer a verdade é k n sou perfeita (mm k o fosse de nada me valia) e os julgamentos da mha pessoa são inevitáveis. Ou pk tou mais magra, ou pk tou mais gorda, ou pk falo mto, ou pk tou calada, ou pk tava mais gira de cabelo comprido, ou pk me ficava melhor o cabelo curto...simplesmente inevitável.

No entanto, há um tipo de julgamento k me arrasa por completo: Julgarem-me como mãe.

De tudo o k ja fiz na vida, ser mãe é a tarefa mais árdua k alguém pode ter de desempenhar e n me venham com tretas de "Ah e tal...akele clister opaco keu tive k fazer..."

Sofre-se kto se ta grávida, sofre-se no parto, sofre-se kdo parecemos umas vacas leiteiras e ficamos com o peito xeio de caroços e os mamilos gretados, sofrem-se noites sem dormir pk eles estão com febre/cólicas/dor de dentes/ouvidos,etc,etc,etc, e eu sei lá mais o k. No entanto, nada disto tem kk expressão kdo xegamos os ponto fulcral do acto de procriar (k raio de expressão!!)...EDUCAR.

Aí sim a porca torce o backside!!

Perceber k os nossos erros têm influência directa noutra pessoa. Que poderão deixar marcas eternas na sua maneira de ser e pensar...

Tb já percebi k, n ajuda mto tar smp a pensar nisso. Só me deixa mto stressada.

No entanto, fico com os pelos das nádegas espetados kdo percebo julgamentos em relação ao papel k,bem ou mal, desempenho.

Primeiro - cada filho é um filho e cada mãe é uma mãe. Logo, kk julgamento realizado, tendo como base outros exemplos, cai imediatamente por terra pk n se pode aplicar à mha situação.

Segundo - kem nunca errou k me atire com um ganda calhau em xeio no meio da testa. Os outros tirem senha e aguardem a vez.

Terceiro - por mto k gostem de se convencer do contrário, ninguém gosta mais da mha filha k eu e o pai dela.

Quarto - é mto simples julgar kdo estamos de fora mas "quem está no convento é k sabe o k lá vai dentro" e gostava mto de pertencer a uma irmandade e andar vestida de pinguim o dia todo mas,a maior parte das vezes, tou mm sózinha e tenho k me desenrascar como posso e sei.

Quinto - o facto de ser mãe e de amar e kerer o melhor p a mha filha n significa k morri p o Mundo. N tenho k abdicar da mha vida pessoal só pk tive uma filha e me divorciei, ficando com ela à mha guarda. No k diz respeito a vida pessoal pós-divorcio, é mto bom ser mãe mas é melhor ser pai. A mãe é pau pa toda a obra, o pai é kdo lhe dá jeito. Por isso é fabuloso ver como o pai respeita o espaço da filha no k diz respeito ao tempo k passam juntos.

Ora claro, se ele passa um fds de 15 em 15 dias com ela tb sería mto mau k n aproveitasse esse tempo p estar a sós com ela ou simplesmente em família. No entanto, kdo se está 15 dias seguidos com ela o k se faz???

Compras é uma tarefa hérculea. Finanças, Segurança Social...LOL. Beber um café numa esplanada , volta no shooping descansada, jantar com amigos  , jantar (pseudo) romântico  ...and soyon and soyon and soyon...

Por tudo isto, encontrar o equilíbrio das coisas passa, essencialmente, por dar  melhor de mim à mha filha, respeitá.la e garantir k nada lhe falte (n só materialmente como espiritualmente). Faço o melhor k sei e posso e faço-o como kem anda em cima de uma ponte mto velha (tipo akela de corda k aparece no Shrek, kdo ele vai com o burro ao castelo do Dragão salvar a princesa). Ponho um pé de cada vez e espero k a tábua aguente. N sei fazer melhor...garanto! Por isso dispenso julgamentos por parte dakeles k deveríam ter tirado senha e aguardado a vez no segundo ponto ali de cima

Nota de Rodapé - Este post n serve, de forma alguma p dizer mal do pai da mha filha ké um kerido e a adora de paixão e cuida mto bem dela e faz mto mais k a maioria dos pais divorciados k conheço. Isto n passa de um mero desabafo psico-terapêutico. Retomaremos a emissão normal dentro de momentos. Agora, se me permitem

Estrunfina às 22:23
Link | Comentar AKI | Ver Comentários (3)

E quando apanhamos um destes no carro da frt?

Estrunfina às 18:04
Link | Comentar AKI | Ver Comentários (1)
Quarta-feira, 30 de Agosto de 2006

Sou só eu ou...

...esta música n dá vontade uma vontade enorme de

 

Deve ser do calor...uffff!!! ... "Loosen up my buttons babe...laylaylaylaylayla"

Estrunfina às 14:48
Link | Comentar AKI
Segunda-feira, 28 de Agosto de 2006

Genética

É assustadora esta coisa da transmissão de genes. À medida k a chavala cresce vai sendo assustador ver a forma como me revejo nela. O pior é k começo a compreender akela coisa do "Be carefull what you wish for".

Sempre k pensava em descendentes, pensava num puto bem reguila de cabelo espetado xeio de gel, engatatão e bem esperto. Chamar-se-ia Jaime e sería um ganda maluco.

Kdo, no meio da ecografia dos 5 meses akela fulana me diz k tinha ali uma linda menina o meu Jaime foi co caraitas...foi ele e foi a mha capacidade de verbalizar durante uns bons 5 minutos.

Depois dakeles 5 minutos a única coisa "inteligente" k consegui dizer foi "Ora Bolas!! Já n vai sustentar a família a jogar futebol".

Como eu era a única k tinha plena convicção k esperava um rapazola, só eu é k tive k recuperar do choke pk, todos os outros à mha volta entretiveram.se a mandar foguetes e apanhar canas.

Depois foi desejar k n me saisse uma dakelas miudas panhonhas e enjoadas k se assustam com uma mosca e amuam por tudo e por nada. Rezar p k n fosse mto apaneleirada com tretas como ganchinhos, laçarotes e merdices do género pk, p mim, fazer um risco no cabelo já era uma tarefa árdua demais.

À medida k a miuda foi crescendo e demonstrando a sua personalidade fui ficando mais relaxada  mas à medida k ela vai ficando mais parecida cmg em feitio eu vou entrando em pânico mesmo.

Kdo ela, ainda n barriga, me fez perceber o kto gostava de ouvir música... eu fikei feliz (Nota: de referir k a música n era akelas coisas mariconças p bébés. Era mm os Cds k usava nas aulas de aerobica e no carro adorava a radio Orbital);

Kdo ela foi comigo à Decathlon e me pediu uma bola de futebol das "Gandis"...eu levantei a sobrancelha;

Kdo ela começou a transmitir a sua felicidade em ver os amiguinhos agarrando neles pelo pescoço e atirando.os ao chão numa versão soft da WWF... eu tive uma conversa com ela;

Mas kdo ela se senta na Rivi pa dar uma voltinha a 3km/h aki na praceta e a única coisa k me responde (leia-se GRITA) kdo lhe pergunto se tá com medo é "MAIS DE FOÇA, MAIS DE FOÇA"...

FAZER O K???

 

Estrunfina às 23:55
Link | Comentar AKI | Ver Comentários (2)
Domingo, 27 de Agosto de 2006

Viró Disco e Toca o Mesmo

ALWAYS BOMBATING...Estrunfina e Bokinhas (e vai e puxa e siga e vai e dá-lhe e vai)

Estrunfina às 22:28
Link | Comentar AKI | Ver Comentários (2)

Deixei tudo por ela...deixei, deixei

Ladys and gentleman... Miss Riviera..La Dolce Rivi

Nota Importante: Eu tava só a ver se o ar tava aberto pá "menina" n afogar

Estrunfina às 22:26
Link | Comentar AKI | Ver Comentários (2)

Por um fim de semana delicioso...

Estrunfina às 16:42
Link | Comentar AKI
Quarta-feira, 23 de Agosto de 2006

Me, Myself and I

Ilha Deserta - Faro

Estrunfina às 20:22
Link | Comentar AKI | Ver Comentários (2)
Terça-feira, 22 de Agosto de 2006

"Obélix" I Can Fly

"Good Things Come To Those Who Wait" (Jon Bon Jovi)

Estrunfina às 18:52
Link | Comentar AKI | Ver Comentários (2)

Noite Desgraciatta

design detail

A febre dá mau estar e pesadelos. O máximo k dormimos seguido foi 3 horas e já eram 4 da matina kdo tal aconteceu. Hoje tou

Dá pa pedir 1 Time Out??

Estrunfina às 10:58
Link | Comentar AKI | Ver Comentários (1)
Segunda-feira, 21 de Agosto de 2006

Dá um aperto no peito...

A mha pipoca tá doente!

Estrunfina às 16:40
Link | Comentar AKI | Ver Comentários (4)

O stress do Simãozinho

 

Simão Sabrosa n foi dado como apto pelo Departamento Médico do SLB p o jogo de amanhã. Motivo: o "profissional" esteve sujeito a uma grd instabilidade emocional resultante da incerteza em relação à sua situação profissional.

Realmente, deve ter sido lixado ter k negociar coisas deste género.

É k, caso as negociações falhassem, o pobrezinho do Simão tería de lidar com uma situação complicada em termos financeiros. Tería k arranjar estratégias p conseguir gerir o seu mísero ordenado de modo a pagar a prestação da casa, do carro, a gasolina e os seguros p o mesmo, comida, roupa, água, luz...nem sei se n tería de mudar de tarifário pk, provavelmente, n conseguiría carregar o tlm com 25€ de 3 em 3 meses.

Por outro lado, se o negócio fosse fechado iría ser tão stressante arranjar uma casinha (ou talvez 1 quartinho) cuja renda estivesse à medida das suas possibilidades. Depois era uma trabalheira conseguir vaga nos infantários nesta altura do campeonato. Onde raio iría meter os miudos?? Já nem vou falar das saudades k iría sentir da família e dos amigos uma vez k Espanha fica mto longe e as viagens saíem um bocadinho caras.

Sería concerteza uma vidinha de emigrante a juntar um dinheirito no estrangeiro, a lutar por uma vida melhor. Até tou a ver o Simão Sabrosa com a famelga no seu modesto carrinho xeio de recuerdos, a passar a fronteira de Vilar Formoso (ou coisa k o valha) ao som do Dino Meira e do seu "Meu Querido Mês de Agosto".

Por isso caros colegas professores, é só ter um patrão generoso como o SLB, ir ao Departamento Médico e pedir dispensa das funções lectivas. É k, perante isto, nós até deveríamos ter 15 dias pagos num SPA p poder recuperar do stress a k nos sujeitam todos os anos. 

Por isso Simão, eu até sou Benfiquista mas, pega nessa ansiedade e

Estrunfina às 15:30
Link | Comentar AKI

Suspiros...(mtos)

BOM DIA

Estrunfina às 10:54
Link | Comentar AKI
Sábado, 19 de Agosto de 2006

Voltando a casa...

"Vamos lá saindo por esses campos fora

Que a manhã vem vindo dos lados da aurora..."

(Cantar Típico Alentejano)

A todos os k, neste momento, estão com um sorriso na cara e partilham a nossa alegria...

Um grande abraço de solidariedade a todos os professores que não foram colocados ou que, por 3 anos, terão que se afastar do seu lar, da sua família e amigos. Só quem passa por isso entende na realidade o sofrimento.

Estrunfina às 10:33
Link | Comentar AKI | Ver Comentários (3)
Sexta-feira, 18 de Agosto de 2006

Ai ai ai ai ai ai....

Tá uma gaja descansada no sossego do lar e recebe uma sms a dizer k os resultados dos destacamentos podem sair a kk momento.

Grrrrrrrrrrrrrrrr....

Pelos posts de hoje vai ser dificil de domar este cabelo nos próximos dias.

 

Estrunfina às 19:54
Link | Comentar AKI | Ver Comentários (2)

This Could Be The First Day Of My Life

Estrunfina às 18:13
Link | Comentar AKI

Esta deixou-me assim...

 

...já faz algum tempo mas kiz partilhar esta PIKENA pérola da cultura portuguesa. 

Estrunfina às 16:45
Link | Comentar AKI | Ver Comentários (2)

Oh nooooo...not again!!

Estrunfina às 14:38
Link | Comentar AKI | Ver Comentários (1)

Será???

Estrunfina às 11:54
Link | Comentar AKI
Quinta-feira, 17 de Agosto de 2006

Aquele Abraço...

Estrunfina às 11:14
Link | Comentar AKI | Ver Comentários (1)

Creative Commons License
Estrunfinices by Estrunfina is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Portugal License.

Últimas Estrunfinices

OBRIGADA!!!

Por fin...

Catarse!!!

Nem mais!

Há coisas do caraitas!!!

4655 Dias de TI

RESPECT!!

A primeira aula da manhã

Suspiro FUNDO

Quer-me cá parecer que...

Baú das Estrunfinices

Maio 2016

Abril 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Setembro 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Aldeia dos Estrunfes

O Divino em MIM

 

A MINHA FILHA.  O calor do sol a keimar o corpo num dia de praia. Um mergulho de mar ao luar.  Os sorrisos.  Morangoska granizada. Akela música, no momento certo.  Andar descalça sobre a relva.  O cheiro da terra molhada.  Dream Team Forever Marés vivas num dia de Inverno.  O nascer de um novo dia.   Akele olhar.  Chamusca.  Pego Escuro. Correr na praia e espantar as gaivotas.  Um sussurro k faz bater forte o coração.  O suspiro da minha filha kdo dorme.  A saudade. Gargalhadas.  A gargalhada dela.  Licores.  Avistar Lisboa da Ponte 25 de Abril.  Gelado de Dolce de Leche.  Os ABRAÇOS k transbordam a alma.  O microfone. Quando os meus alunos "Conseguem".  Andar de mão dada. Cócegas.  "AMO-TE".  Petiscadas.  A atracção.  Ilha deserta.  Sentir a minha filha dentro de mim.  Dançar.  Pasteis de Nata.  O carinho de ex-alunos. O silêncio.  O céu estrelado de uma noite quente no Alentejo.  As minis à varanda, a ver o mar. DREAM TEAM FOREVER.  O carinho da família.  Banho de mar "em pêlo".  As bolachas da mana.  A fogueira da Praia Verde.  Ver a minha filha aprender algo novo. Porto Novo.  Rir até chorar. Serra de Sintra.  Os primeiros passinhos.  Ver raios de sol "furarem" o céu nublado.  AMIG@S.  Ouvir o bater do coração.  Olhar nos olhos.  Vimeiro.  Uma massagem.  Cheirinho a casa limpa.  Golo de Portugal. O Guadiana.  Orgasmo.  Ver o pôr-do-sol sabendo k ele nasce noutro sítio ao mesmo tempo.  Amamentar.  O céu azul.  Noite quente à beira Tejo.  Papoilas.  Cheiro a maresia.  Sardinhas assadas.  Alcançar.  O brilho do sol reflectido na água.  Gaivotas.  Fazer amor na praia.  O cheirinho k fica na roupa dela .  Acordar.  Fazer "Koys" enroscadinha a ela debaixo do edredon.  Cataplana de Lagosta.  A minha filha bébé adormecer sobre o meu peito enkto mexia na mha orelha.  Lua Cheia.  Panquecas às 3 da manhã.  O Cristo Rei.  O cheiro da pele depois de fazer amor.  A casca do pessego.  A "minha" estrela.  O toke. Pistacios.  Correr com ela na praia.  As boas conversas.  Girassóis.  Concertos dos Bon Jovi. Chorar até tirar o peso do peito.  Cantar.  Coca-cola.  Rezar.  Guincho. Todas as "Good Nights".  Margarita de morango a meio da tarde na esplanada do Siesta.  Frio na barriga. Orgulho.   Dormir numa cama feita de lavado.  Beijo com língua.  Golo do Benfica.  Uma garrafa de Grandjó geladinha.  A primavera no Alentejo.  Lareira.  Póvoa Dão.  Voar.  A carta certa num jogo de Poker.  Jantar à luz das velas.  Caracóis.  Ganhar no último minuto.  Uma viola, uns acordes e amigos. Beijos no pescoço.  O 1º "Mamã".  Ver a balança a baixar.  Um cigarro ao luar.  Cheirar protector solar no Inverno.  Bolas de sabão. Fazer mergulho.  Trovoada de Verão numa noite à beira mar.  O 1º beijo.  Banho de espuma e pétalas, música certa e luz de velas. Dormir a sesta.  Lisboa à noite vista do ar.  Ramos de rosas.  Ferreira.  O sabor da água salgada na pele.  Ouvi.la cantar a plenos pulmões quando vai à pendura na mota. O vôo da cegonha.  Os jogos em "Miami Beach".  APRENDER.

 

 

 

blog1