My Moments
Loading...
Click here to create your own QuitSmokingCounter.com
Segunda-feira, 30 de Maio de 2016

OBRIGADA!!!

Estrunfina às 21:11
Link | Comentar AKI
Domingo, 22 de Maio de 2016

Por fin...

: Por Fin te Encontré
Estrunfina às 23:43
Link | Comentar AKI

Catarse!!!

Hoje foi dia de 

 

Desde que a "conheci" que a queria ver ao vivo. Hoje foi dia de realizar o desejo.

Sempre achei que me ía dissolver ao som das músicas maravilhosas que me reviraram a alma ao longo dos últimos anos. Someone Like You foi a música certa, no momento certo da minha vida. Tal e qual. Era eu, nakele momento da mha vida. N hávia como contornar, as lágrimas cairiam, inevitavelmente.

Ao contrário do que esperava, vivi um momento k julgo ter sido catártico. "Don't Tou Remember?" antecipou-se e foi altura do Momento definiitivo de Let it Go (ou talvez versão Fuck it all!!)

Estar apaixonada tem destas coisas. Torna o passado uma coisa tão relativa!!
Assim, chegada ao "Someone Like You" nem uma humidade me atacou os globos oculares. 

Obrigada, Adélia!! Por tudo. Pelos rios de lágrimas que me fizeste cair, pela banda sonora da minha dor de corno e pela catarse vivida hoje, num abraço merecido, apertado e tão sonhado.

Obrigada de <3 mas agora fico-me mesmo é pelo Cali Dandee e pelo Juan Magan.

Peace!!

 

Estrunfina às 23:29
Link | Comentar AKI
Quarta-feira, 6 de Abril de 2016

Nem mais!

Estrunfina às 20:48
Link | Comentar AKI
Quarta-feira, 10 de Fevereiro de 2016

Há coisas do caraitas!!!

2a1d29f0-e66d-4abd-bd98-d56e0a9194c6_tablet.jpg

"Two bullets that collided mid-air at Gallipoli (WW1)." 

 

 

Estrunfina às 14:43
Link | Comentar AKI
Domingo, 10 de Janeiro de 2016

4655 Dias de TI

Sim! 12 anos, 38 semanas e 5 dias, mais hora menos hora.

Sim, pk EU e TU tornámo-nos NÓS assim que eu e o pai te concebemos.

E desde então, este NÓS é aquilo que me conduz nesta coisa de viver. É um farol, um destino, uma balança, uma montanha, um nó na garganta, um aperto no peito, uma jornada, o melhor abraço, o melhor colo, uma explosão de coisas boas... é mais do que aquilo que eu sou, entendes? Foi para isto que nasci e nem nunca tinha imaginado tal coisa.

Nunca tinha pensado em ti até à altura em que foi suposto pensar. Era o k diziam ser o passo lógico, a altura certa. Pensei e desejei-te  nessa altura mas tu não quiseste a altura certa nem o passo lógico. Tu vieste na altura menos certa, no último suspiro do amor que uniu os teus pais. Vieste quando eu já não estava à tua espera. No entanto, quando descobri que estavas a caminho, no meio de todo o caos que me atravessava a mente e o coração, tu foste o maior sorriso que já tinha dado.
E assumi-me MÃE sem ter a mínima noção da dimensão e do poder que estas 3 letras podem ter na vida de alguém. Senti-te pela primeira vez quando estava sentada na praia num misto de emoção e susto. Estavas MESMO aqui. Já te tinha visto em modo feijão saltitante, no consultório da Dra, já tinha ouvido o teu coração bater forte e acelerado mas... sei lá, podiam ser uns efeitos especiais dakelas máquinas do consultório. Uma espécie de filme em que, a certa altura, aparecia uma pessoa a dizer que era apenas uma partida.
Mas naquele dia, senti-te dentro de mim. E cada dia maior e maior (obrigada pela meiguice como me trataste na gravidez, deixando espaço para depois eu fazer as asneiras todas por mha conta e n ter forma de te culpar).

Quando nasceste não tinha lido mais do que as brochuras sobre a maternidade, no consultório da obstetra . 

Vaidosa como és, não deixaste ninguém ver-te toda peganhenta e desajeitada. Na na na na... Limpem-me, embrulhem-me e agora sim: "OLÁ, MUNDO!!"
Quando acordei para te conhecer já havia fotos tuas de Norte a Sul do país e foi assim que te vi pela primeira vez, numa foto, no tlm, à saída do recobro. N sei se da anestesia ou se tinha mesmo que ser assim, a primeira imagem nítida que tenho tua é já do dia seguinte quando te deitaram a dormir no berço ao meu lado, depois de acabares de comer e eu fiquei ali, deitada de lado a ver-te dormir no bercinho envidraçado. Tão linda!! Tão perfeita!!

Foi nessa altura que bateu um medo tão grande! Não havia volta a dar. Não havia devoluções. O que faria eu contigo? Como te faria crescer? Como é que EU a doidivanas, a destrambelhada, a ganda maluca, a tonta, a parva que fazia rir os outros iria fazer uma coisa tão séria, tão importante. Lembro-me de te sussurrar: "Bom, pelo menos até aos 18 és da minha responsabilidade."

Amamentar-te foi para mim (felizmente) das coisas mais mágicas que vivi. Ter alguém que sobrevivia no mundo graças ao meu corpo. Alguém que sugava de mim a sua própria vida e vivia, dia após dia e crescia, dia após dia.Outro milagre que me trouxeste!!

E o tempo foi correndo. Deixei de contar a tua vida em dias, depois em semanas, depois em meses e, chegou a altura de contar o teu tempo de vida em anos.

Rapidamente percebi o impacto que tinha em ti, no que serias. A história causa-efeito tanto tinha de bom como de mau. Rapidamente tomei consciência de que ia errar muitas vezes mas mais importante que o erro era como poderia remedia-lo. N sabia bem o que devia fazer mas sabia muito bem o que não queria. O que não queria fazer, como não queria que fosse o NÓS, o que não queria que te tornasses. Isso ajudou-me muito e continua a ajudar-me, nesta longa caminhada que é educar-te.
Hoje fazes 12 anos. Já te vejo as formas de mulher. Já oiço a TUA opinião. Já TE vejo a TI. N vejo só a minha filha e as coisas que lhe ensinei ou que ela aprendeu na escola ou nos treinos. Vejo-TE!!!
E que maravilha de ser humano que vejo!

Que miúda tão fixe!

Que companhia tão porreira!!

Que amigona!
Que coração tão lindo, tão puro!! (Aqui, penso sempre que vou partir os dentes de quem to partir ou magoar)
És uma miuda brilhante, inteligente, engraçada, bondosa, divertida e tantos outros adjetivos que ficaria aqui uma eternidade para nomeá-los todos.

Hoje, o meu desejo é poder contemplar durante todos os dias da minha vida, a pessoa maravilhosa que cada dia cresce mais um pouco e fica mais maravilhosa que no dia anterior e, principalmente, conseguir ver-te a ti, num dia BEM MAIS LÁ PÁ FRENTE (20 anos pelo menos),  a segurares nos teus braços o/a teu/tua filho/a e ver nos teus olhos a mesma luz que kk um consegue ver nos meus, kdo eu olho para ti.

"Avião sem asa... sou eu assim sem você"

 

Estrunfina às 10:28
Link | Comentar AKI
Segunda-feira, 7 de Dezembro de 2015

RESPECT!!

Não há palavras que consigam exprimir o que senti ao ver o Alta Definição com o Cláudio Ramos mas, senão por mais nada, que este post seja para reconhecer que um HOMEM não se define pela pessoa que ama mas pelo carater que revela.
Disparou em flecha na minha cotação. Admiração TOTAL!!!

"Nunca gostaram de mim como eu queria que tivessem gostado e a vida deu-me razão porque, a primeira vez que eu mostrei como eu era, desistiram de mim."

Estrunfina às 16:10
Link | Comentar AKI | Ver Comentários (2)
Quarta-feira, 25 de Novembro de 2015

A primeira aula da manhã

Segue-se o email que escrevi no "intervalo" das 10 da manhã:
 
"Caríssima DT:
Optei por enviar-lhe um mail para descrever a ocorrência uma vez que para a colocar no Inovar teria que deixá-la anexada a um aluno em particular e como irá compreender, não seria justo.
Vejamos:
Dos 18 alunos da turma, apresentaram-se no pavilhão gimnodesportivo para fazer a aula apenas 14. Dos 14 alunos que se apresentaram no pavilhão, apenas 7 estavam devidamente equipados para a realizar.
Tendo em conta o elevado número de alunos sem material e a incidência com que a maioria deles se apresenta nesta situação, decidi atribuir uma tarefa alternativa a esses alunos, distribuindo-os pelos espaços possíveis, de modo a não sobrecarregar o GAE*.
Assim sendo, o G e o P foram enviados para o GAE, o V e o D ficaram a trabalhar na sala do pavilhão de Educação Física e a J ficou no gabinete de EF. A todos eles foi atribuída a tarefa de copiar o regulamento de Basquetebol dos livros que EU providenciei, para as folhas que EU providenciei, com as canetas que EU providenciei porque os alunos não tinham NADA.
O aluno NC, depois de me dizer "Então, vou-me embora!" e de ter sido informado que poderia ir mas que lhe seria marcada falta disciplinar desapareceu. Pouco tempo depois, o GAE contactou a funcionária do pavilhão a perguntar se o aluno NC era suposto lá estar. Ao que parece, por auto-recreação, o aluno acompanhou os 2 colegas para lá enviados, sem o meu consentimento.
Com tudo isto, os 8 alunos que estavam em equipados em condições esperavam a resolução de todas estas situações para que eu pudesse dar início à aula. Posso garantir que dos 45 minutos de aula, estes alunos deverão ter tido uns 10 minutos, no máximo (tendo em conta que depois ainda houve um problema disciplinar para resolver).
Por esta razão, venho questionar esta estratégia de trabalho, uma vês que, para atribuir tarefas aos alunos em incumprimento, estou a prejudicar substancialmente os alunos que cumprem.
Seria de todo ideal que este mail fosse reencaminhado à colega E para que a direção pudesse também ficar informada desta situação mas deixo isso ao seu critério.
 
Grata pela atenção. Votos de bom trabalho."


Et voila, assim se começa bem uma manhã de trabalho!!
 
Estrunfina às 18:30
Link | Comentar AKI
Domingo, 8 de Novembro de 2015

Suspiro FUNDO

Confesso, o facebook tem sido um universo paralelo para onde se me escapam os posts.

Por outro lado, a mha filha já domina as tecnlogias e começou a vir espreitar o blog da mãe. Também já tem idade suficiente para ir guardando as suas memórias como bem entender, escrevendo, fotografando, gravando em ficheiro ou na sua memória.

Paralelamente, grande maioria dos tumultos que atravessei / atravessava aquando a criação deste blog foram-se apaziguando e este espaço, tantas vezes local de desabafo e de organização de ideias, não tem sido necessário.

Encontro-me já há alguns anos numa espécie de plateau emocional. Uma paz interior e uma tranquilidade têm caracterizado a mha vida pessoal nos últmos tempos e a necessidade de desabafo é, já há algum tempo, inexistente ou colmatada pelos que me são próximos (benção).

Tenho aki registados 9 anos da mha vida. Quase toda a vida da mha filha.

Momentos bons e momentos maus, memórias inesquecíveis e outras k gostava de eskecer mas todas MINHAS!!!

Talvez n seja compreensível mas tenho um carinho enorme por este pedacinho tão meu.

Talvez por isso, me seja extremamente difícil dizer adeus. No entanto, se é que ainda aí anda alguém k n saiba de mim de outra forma, serve o presente post para dizer k I'm alive and always kicking mas que esta parte de mim está adormecida e sem contexto no meu dia a dia.

Ali em cima vou mudar o estatuto para quarentona porque a transição foi feita há já 2 meses e no cantante deixo a tocar uma das (muito) MINHAS músicas.

Pode ser que um dia volte nem que seja para abrir as janelas e arejar a casa. Qui ça...

Até lá...sejam felizes!!!

Namaste!!

Estrunfina às 22:07
Link | Comentar AKI | Ver Comentários (2)
Terça-feira, 29 de Setembro de 2015

Quer-me cá parecer que...

... tás chegando a hora!

 

Estrunfina às 00:24
Link | Comentar AKI
Sexta-feira, 4 de Setembro de 2015

EU

Sou SIMPLES, dentro da minha complexidade.

Não tenho verniz, nem nas unhas nem na vida. 

Gosto de beber a cerveja da garrafa e comer com as mãos.

Gosto de ténis e de chinelos. CHINELOS, n Havaianas!!

Gosto de olhar nos olhos, de ver a alma.

Gosto de rir, de gargalhar. Rir ALTO sem olhar p o lado.

Gosto de dançar. N kero saber como, nem com kem, nem kem vê, mto menos o k pensa. 

Gosto da VERDADE, doa a kem doer.

Estou de coração aberto ou n estou.

Quem me tem, tem-me INTEIRA ou não me tem.

Sou TODA porque não sei ser metade.

Dou o dobro do que me dão. A não ser que me tratem mal. 

Quem me perde, perde-me para sempre.

Quem me ganha, terá que me ganhar todos os dias, um pouco mais.

Sou difícil.

Na dificuldade reside a superação.

Na superação reside a excelência. 

O meu silêncio É um infindável oceano, um labirinto.

Gosto quando alguém me sorri quando me olha nos olhos.

Gosto que me façam refletir.

(Será chuva? Será gente? Devem ser os 40 anos a bater à porta)

Estrunfina às 00:41
Link | Comentar AKI
Quarta-feira, 15 de Julho de 2015

1 ano de Lola <3 <3

Tanta coisa destruída nesta casa.

Tanto mijadela lavada a esfregona.

Tanto cócó apanhado, borrifado com lexívia e lavado com esfregona.

 

TANTO MAS TANTOOOOOOOOOOOOO AMORRRRRRRRRRRR
Obrigada meu anjinho com pelos!!

 

Estrunfina às 19:32
Link | Comentar AKI
Domingo, 5 de Julho de 2015

Momento Fofurinha

 

Estrunfina às 14:30
Link | Comentar AKI
Quarta-feira, 24 de Junho de 2015

Amanhã é sempre tarde demais

 

Estrunfina às 23:26
Link | Comentar AKI
Terça-feira, 16 de Junho de 2015

Tanto para escrever...

...tão pouco tempo!!

 

Estrunfina às 00:52
Link | Comentar AKI
Quinta-feira, 4 de Junho de 2015

À medida

Há músicas k foram feita mesmo à medida.

Esta é k nem ginjas para mim.

Papel de parede 'Pôr-do-sol na Praia: Paradisíaco'

: Lost Frequencies - Are You With Me
Estrunfina às 23:33
Link | Comentar AKI

Às vezes até eu me espanto comigo

Eis a recompensa e o reconhecimento do esforço realizado na reta de final de ano letivo.

Boa, filhota!!

 

 

Estrunfina às 17:27
Link | Comentar AKI
Segunda-feira, 4 de Maio de 2015

ARGHHHHHHHHHHHHHHHHH

Estrunfina, deves achar que tens 20 anos e k é "só" uma  noitada.

KILL ME, PLEASE!!

PS - Nunca mais bebo alcool.

Estrunfina às 10:54
Link | Comentar AKI
Quinta-feira, 23 de Abril de 2015

Se Podia Não Ser Assim?? PODIA MAS N ERA A MINHA VIDA

Aí eu acordei às 7:56 pk adormeci antes de ligar o despertador e ele, obviamente, não tocou.
Aí a filha faltou à aula das 8.
Aí vá de aproveitar para tomar uma pequeno almoço nas calmas.
Aí olhámos para o relógio e eram 8:53.
Aí a filha faltou à aula das 8:55.
Aí saí de casa e percebi que tinha lá deixado a braçadeira do tlm e os auriculares k uso para treinar.
Aí subi os 4 andares de escadas, com o capacete na cabeça e vim busca-los a casa.
Aí encontrei os auriculares e decidi ir mesmo sem encontrar a bolsa pk tinha a
bolsa antiga na mochila e dava p desenrascar para eu não atrasar mais as coisas.
Aí deixei a filha na escola e acelerei até ao Gym para ainda ter tempo de fazer a minha corridinha.
Aí cheguei à porta do gym e n encontrava o tlm onde tinha o código para lá entrar.
Aí auto-apalpei-me durante largos minutos, sem sucesso mas k entreteu uns ktos gajos k estavam na fila da loja do cidadão (em frt ao gym).
Aí pousei mochila e mala no chão e esgravatei tudo até que encontrei o C*?=) do tlm.
Aí entrei no gym já toda descabelada e transpirada e introduzi o código de acesso.
Aí apareceu a minha carinha catita nos ecrans e a mha identificação mas.... as portas n se abriram p eu entrar.
Aí eu marquei novamente o código pensando: "Não vou desistir!!" mas... as portas continuaram fechadas e eu já tinha uma fila atrás de mim.
Aí eu dei a vez à sra k estava atrás de mim e pensei: Se esta m)=?=?% abre para ela e n abriu para mim eu vou ter uma psicose.
Aí n abriu e o segurança teve k abrir manualmente.
Aí como eu já tinha inserido o meu código passei ao mesmo tempo que a senhora.
Aí o filho da p=+* do alarme desatou a tocar como se eu estivesse a roubar um colar de diamantes.
Aí toda a gente que estava a treinar olhou para ver o que se passava e eu, descabelada, transpirada e corada, passei de queixo levantado tentando dar uma de k n estava nem aí.
Aí chego FINALMENTE ao balneário, pouso a mochila e lembro-me:
FOD?*&% o cadeado ficou na braçadeira nova.
Serve o presente post p explicar como hoje eu fui ao ginásio tomar banho.

: All About That Bass - Postmodern Jukebox
Estrunfina às 18:43
Link | Comentar AKI
Sexta-feira, 17 de Abril de 2015

Minho volta... tás "aperdoado"

Verdade se diga que o regresso já foi há muito.

Um maravilhoso retiro minhoto que rendeu uns 2 Kgs extra, já abatidos, entretanto (THANK YOU LORD)

Uma experiência inédita: Fiz alheiras. Sei k sou muito suspeita mas são de longe as melhores alheiras que já comi.

O regresso às aulas foi em modo: "Nossa, que Biolência!!!" mas estou a tentar manter-me com unhas e dentes em modo Zen.

 

Estrunfina às 21:17
Link | Comentar AKI

Creative Commons License
Estrunfinices by Estrunfina is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Portugal License.

Últimas Estrunfinices

OBRIGADA!!!

Por fin...

Catarse!!!

Nem mais!

Há coisas do caraitas!!!

4655 Dias de TI

RESPECT!!

A primeira aula da manhã

Suspiro FUNDO

Quer-me cá parecer que...

Baú das Estrunfinices

Maio 2016

Abril 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Setembro 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Aldeia dos Estrunfes

O Divino em MIM

 

A MINHA FILHA.  O calor do sol a keimar o corpo num dia de praia. Um mergulho de mar ao luar.  Os sorrisos.  Morangoska granizada. Akela música, no momento certo.  Andar descalça sobre a relva.  O cheiro da terra molhada.  Dream Team Forever Marés vivas num dia de Inverno.  O nascer de um novo dia.   Akele olhar.  Chamusca.  Pego Escuro. Correr na praia e espantar as gaivotas.  Um sussurro k faz bater forte o coração.  O suspiro da minha filha kdo dorme.  A saudade. Gargalhadas.  A gargalhada dela.  Licores.  Avistar Lisboa da Ponte 25 de Abril.  Gelado de Dolce de Leche.  Os ABRAÇOS k transbordam a alma.  O microfone. Quando os meus alunos "Conseguem".  Andar de mão dada. Cócegas.  "AMO-TE".  Petiscadas.  A atracção.  Ilha deserta.  Sentir a minha filha dentro de mim.  Dançar.  Pasteis de Nata.  O carinho de ex-alunos. O silêncio.  O céu estrelado de uma noite quente no Alentejo.  As minis à varanda, a ver o mar. DREAM TEAM FOREVER.  O carinho da família.  Banho de mar "em pêlo".  As bolachas da mana.  A fogueira da Praia Verde.  Ver a minha filha aprender algo novo. Porto Novo.  Rir até chorar. Serra de Sintra.  Os primeiros passinhos.  Ver raios de sol "furarem" o céu nublado.  AMIG@S.  Ouvir o bater do coração.  Olhar nos olhos.  Vimeiro.  Uma massagem.  Cheirinho a casa limpa.  Golo de Portugal. O Guadiana.  Orgasmo.  Ver o pôr-do-sol sabendo k ele nasce noutro sítio ao mesmo tempo.  Amamentar.  O céu azul.  Noite quente à beira Tejo.  Papoilas.  Cheiro a maresia.  Sardinhas assadas.  Alcançar.  O brilho do sol reflectido na água.  Gaivotas.  Fazer amor na praia.  O cheirinho k fica na roupa dela .  Acordar.  Fazer "Koys" enroscadinha a ela debaixo do edredon.  Cataplana de Lagosta.  A minha filha bébé adormecer sobre o meu peito enkto mexia na mha orelha.  Lua Cheia.  Panquecas às 3 da manhã.  O Cristo Rei.  O cheiro da pele depois de fazer amor.  A casca do pessego.  A "minha" estrela.  O toke. Pistacios.  Correr com ela na praia.  As boas conversas.  Girassóis.  Concertos dos Bon Jovi. Chorar até tirar o peso do peito.  Cantar.  Coca-cola.  Rezar.  Guincho. Todas as "Good Nights".  Margarita de morango a meio da tarde na esplanada do Siesta.  Frio na barriga. Orgulho.   Dormir numa cama feita de lavado.  Beijo com língua.  Golo do Benfica.  Uma garrafa de Grandjó geladinha.  A primavera no Alentejo.  Lareira.  Póvoa Dão.  Voar.  A carta certa num jogo de Poker.  Jantar à luz das velas.  Caracóis.  Ganhar no último minuto.  Uma viola, uns acordes e amigos. Beijos no pescoço.  O 1º "Mamã".  Ver a balança a baixar.  Um cigarro ao luar.  Cheirar protector solar no Inverno.  Bolas de sabão. Fazer mergulho.  Trovoada de Verão numa noite à beira mar.  O 1º beijo.  Banho de espuma e pétalas, música certa e luz de velas. Dormir a sesta.  Lisboa à noite vista do ar.  Ramos de rosas.  Ferreira.  O sabor da água salgada na pele.  Ouvi.la cantar a plenos pulmões quando vai à pendura na mota. O vôo da cegonha.  Os jogos em "Miami Beach".  APRENDER.

 

 

 

blog1